sexta-feira, 13 de junho de 2014

É o novo som de Salvador

Holanda começa atrás, mas vira e massacra a atual campeã Espanha, fazendo a festa dos torcedores na capital baiana

De Salvador.

Por Henrique Ferrera.

13/06/2014 - Van Persie e Robben estavam inspirados. A Holanda sentiu isso e conseguiu uma virada acachapante sobre a Espanha, por 5 a 1, em um dos resultados mais inesperados da história da Copa do Mundo da FIFA.

Um pênalti convertido por Xabi Alonso colocou os atuais campeões na frente, mas depois de David Silva desperdiçar uma oportunidade clara para aumentar a vantagem, os holandeses se transformaram. Van Persie e Robben marcaram duas vezes cada, ambos com gols muito bonitos, além de De Vrij, colocando no placar uma quantidade de gols que a Espanha não levava desde 1963. O detalhe é que o jogo, ao intervalo, estava empatado em 1 a 1.


Van Persie brilhou contra a Espanha com dois gols.
(Foto: Getty Images)
La Roja começou o jogo monopolizando a posse de bola, mas foi a Oranje que criou a primeira chance notável. Robben enfiou uma bola na medida para Sneijder nas costas da zaga, que carregou para dentro da área, mas acertou o chute direto em um bem-posicionado Casillas. Momentos depois, Iniesta ganhou a bola no campo de defesa da Holanda e passou a bola para Diego Costa. O atacante brasileiro de origem estava dentro da área, mas o domínio permitiu que Vlaar chegasse e usasse de sua força para afastar o perigo.

A Espanha abriu o placar aos 27 minutos. Após uma bola enfiada, Diego Costa cortou para dentro em cima de De Vrij e foi ao chão. O árbitro apontou para a marca, e o pênalti forte e rasteiro de Xabi Alonso achou o canto direito. La Roja deveria ter dobrado a vantagem aos 42 minutos. Iniesta escapou do seu marcador e usou de sua visão extra-sensorial e execução impecável no passe para deixar David Silva no mano a mano com Cillessen. O armador do Manchester City tentou uma cavadinha elaborada, mas o goleiro do Ajax saiu e conseguiu o desvio para fora.

David Silva colocou as mãos no rosto, a Holanda rapidamente puniu seu erro. Daley Blind fez um lançamento longo sobre a defesa espanhola e, em vez de esperar a bola no chão, Van Persie inventou uma cabeçada soberba que encobriu Casillas e caiu dentro. E com oito minutos da segunda etapa, a Oranje passou à frente. Robben dominou a bola no ar após outro lançamento de Blind, cortou Piqué para dentro, e com a ajuda de um desvio, meteu no gol.

O 3 a 1 quase chegou minutos depois, com Robben liderando um rápido contra-ataque rápido que terminou em um canhão de Van Persie que bateu no travessão. Mas a Holanda conseguiu dobrar sua vantagem aos 19 minutos. Sneijder bateu falta na segunda trave e, com Van Persie tirando Casillas do lance, De Vrij empurrou na segunda trave.

Ficou pior para a Espanha oito minutos depois. Casillas, apesar de ter muito campo à sua frente, perdeu o controle da bola. Van Persie aproveitou, passou por ele, se ajeitou e tocou para a rede vazia. Robben selou a goleada de 5 a 1 com um gol individual maravilhoso, mostrando uma velocidade alucinante para escapar do defensor espanhol, driblando Casillas e disparando para o gol.

Robben, Lens e Sneijder tiveram chances de fazer o sexto gol da Holanda no jogo, mas 5 a 1 foi como terminou.


Ficha do jogo:

Espanha 1x5 Holanda

ESPANHA:
Casillas, Azpilicueta, Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Xavi e Xabi Alonso (Pedro); David Silva (Fàbregas), Iniesta e Diego Costa (Fernando Torres).
Técnico: Vicente del Bosque

HOLANDA:
Cillessen, Janmaat, Vlaar, de Vrij (Veltman), Martins Indi e Blind; de Guzmán (Wijnaldum), de Jong e Sneijder; van Persie (Lens) e Robben.
Técnico: Louis van Gaal


Gols: Xabi Alonso, aos 27'/1ºT (Espanha); van Persie, aos 44'/1ºT e aos 27'/2ºT; Robben, aos 8'/2ºT e 35'/2ºT; de Vrij, aos 19'/2ºT (Holanda).

Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 13/06/2014
Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Assistentes: Andrea Stefani e Renato Faverani (ITA)
Cartões amarelos: Casillas (Espanha); de Vrij, de Guzmán e van Persie (Holanda)

0 comentários :

Postar um comentário