quarta-feira, 25 de junho de 2014

Classificados

Argentina vence Nigéria e as duas se classificam para as oitavas de final da Copa do Mundo

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

25/06/2014 - Foi um jogaço. Nigéria e Argentina entraram em campo nesta tarde pela terceira e última rodada do Grupo F da Copa do Mundo 2014. Jogando praticamente em casa, considerando a invasão argentina em Porto Alegre, não apenas dentro do estádio Beira-Rio, a seleção argentina venceu por 3 a 2, com mais um show de Lionel Messi, que anotou dois gols. Rojo completou o placar hermano. Para os nigerianos, Musa, o melhor do selecionado africano em campo, marcou duas vezes.


Com o resultado, a Argentina, que já estava classificada, confirmou a primeira colocação invicta do Grupo F, com nove pontos. Logo atrás ficou a Nigéria, com quatro. Mesmo com a derrota, os nigerianos se classificaram, pois a seleção do Irã, que postulava a segunda vaga, acabou perdendo para Bósnia Herzegovina por 3 a 1. O Irã terminou em terceiro, com três pontos, seguido da Bósnia, também com três.

 Messi anotou dois gols e se igualou a Neymar na artilharia do Mundial, com quatro.
(Foto: Getty Images)

Os adversários de Argentina e Nigéria vão sair ainda nesta tarde. França, Suíça, Equador e Honduras estão de olho nas duas vagas do Grupo E. Certo é que a Argentina joga na Arena Corinthians, às 13h, terça-feira (1), contra o segundo da outra chave, e a Nigéria encara o líder um dia antes, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

O jogo

Quem tem Messi, tem um a mais. O craque fez mais um jogo daqueles. Tudo começou logo aos dois minutos. Mascherano partiu em contra-ataque e lançou Di Maria. Este, com um chute forte, exigiu grande intervenção de Enyeama, mas na sobra, Messi, livre, empurrou para as redes. Porém, quem acreditava que as coisas seriam fáceis, se enganou por completo.

No minuto seguinte, Gago estava desatento e a Nigéria partiu em progressão ao ataque. Após receber um belo passe, nas costas de Zabaleta, o atacante Musa limpou a marcação e bateu forte. Romero quase defendeu, mas não conseguiu impedir o gol nigeriano. Um começo avassalador como este só poderia render em um grande jogo.

A Argentina tinha maior domínio dentro de campo. Higuaín, Di Maria, e claro, Messi comandavam as ações e criavam boas jogadas de ataque. Por sua vez, a Nigéria, caracterizada por ser uma seleção veloz, se armava para dar o bote em contra-ataque, mas pecava no último passe. Mas no fim do primeiro tempo, aos 46, novamente um golpe de mestre. Messi, em grande cobrança de falta (contando uma contribuição generosa do goleiro Enyeama), colocou a bola nas redes nigerianas para fechar o marcador na etapa inicial.

 Musa deixou sua marca duas vezes, mas não foi o suficiente para vencer.
(Foto: Getty Images)

No segundo tempo, tudo começou como na etapa anterior. Dessa vez, quem abriu a festa foi a Nigéria. Aos dois minutos, Musa, o melhor em campo dos nigerianos, tabelou com Emenike, partiu em velocidade sobre a frágil defesa argentina, e bateu rasteiro no canto direito de Romero: 2 a 2. Aos quatro, Lavezzi, que entrou em lugar de Aguero, bateu escanteio, a defesa nigeriana marcou bobeira, e Rojo entrou livre para completar para as redes. 3 a 2.

Os minutos seguintes foram de muito bom futebol, com a Argentina arriscando, buscando o quarto gol, com as jogadas de Di Maria e Lavezzi, além de Higuaín, que queria deixar o seu gol nesta Copa do Mundo. Messi seguia franco e soberano, até que o treinador Alejandro Sabella, buscando poupar o craque, sacou o camisa 10 para a entrada de Rick Alvarez. O meia não deixou por menos e também fez uma boa partida.

Na reta final da partida, a empolgação deu lugar à monotonia. Também pudera, a Argentina estava classificada e a Nigéria, mesmo com a derrota, também passava a próxima fase, uma vez que a Bósnia e Herzegovina vencia o Irã por 3 a 1. O show ficou por conta das arquibancadas, completamente tomadas por argentinos empolgados e felizes com os resultados. Sem deixar por menos, os nigerianos, que estavam em pequeno número, ainda que ajudados por brasileiros que foram ao jogo, também fizeram sua festa.

Ficha do jogo:

Nigéria 2 x 3 Argentina

NIGÉRIA:
Eneyama; Ambrose, Omeruo, Yobo e Oshaniwa; Onazi, Obi Mikel, Babatunde (Uchebo), Musa e Odemwinguie (Nwofor); Emenike.
Técnico: Stephen Keshi

ARGENTINA:
Romero; Zabaleta, Garay, Fernández e Rojo; Mascherano, Gago, Di Maria, Messi (Rick Alvarez); Higuaín e Aguero (Lavezzi).
Técnico: Alejandro Sabella

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público: 43.285
Data: 25/06/2014
Horário: 13h

Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Auxiliares: Renato Faverini e Andrea Stefani, ambos da Argentina

Gols: Musa, aos três minutos do primeiro tempo e aos dois minutos do segundo tempo (Nigéria); Messi, aos dois e aos 46 minutos do primeiro tempo, e Rojo, aos quatro minutos do segundo tempo (Argentina)

0 comentários :

Postar um comentário