sexta-feira, 27 de junho de 2014

B.A. na Copa #36: Seleção - 3ª rodada

O suíço Shaqiri marcou três gols na vitória sobre Honduras e garantiu sua seleção nas oitavas. James Rodríguez, da Colômbia, saiu do banco para ser eleito o melhor em campo em vitória contra o Japão


De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

27/06/2014 - Xherdan Shaqiri foi muito criticado por jornalistas suíços após derrota por goleada para a França. Mas nesta 3ª rodada, ele ficou orgulhoso pela partida feita pela sua equipe. Mais orgulhosos ainda ficaram os suíços pela excelente exibição de seu principal jogador. Uma atuação de gala. Talvez o maior desempenho individual em uma partida da Copa até o momento. Ele foi o principal responsável pela classificação suíça à próxima fase. O meia marcou os três gols da vitória sobre Honduras por 3 a 0 e comandou a goleada em Manaus. Além dos gols, se movimentou bastante no ataque e criou as principais oportunidades da equipe.

Shaqiri agradece aos torcedores após marcar três vezes.
(Foto: Getty Images)

Outros jogadores também tiveram atuações de grande destaque. O meia colombiano James Rodríguez precisou só de 45 minutos para marcar dois gols e dar uma assistência para outro na vitória sobre o Japão por 4 a 1. O zagueiro Diego Godín foi decisivo ao marcar o gol da vitória de 1 a 0 que eliminou a Itália e classificou o Uruguai para a próxima fase. O argentino Lionel Messi decidiu mais um jogo da Argentina ao marcar dois gols na vitória sobre a Nigéria por 3 a 2. O atacante Neymar marcou dois gols e foi o principal responsável pela vitória brasileira sobre Camarões por 4 a 1.

Alguns fatos marcaram negativamente a 3ª rodada do Mundial:

Após morder o italiano Giorgio Chiellini, o uruguaio Luis Suárez foi suspenso pela FIFA por nove jogos, banido de qualquer atividade ligada ao futebol por quatro meses, além de pagamento de multa de 250 mil reais. Gana suspendeu Sulley Muntari e Kevin-Prince Boateng da Copa do Mundo por atos de indisciplina. Os jogadores se envolveram em confusão com membros da delegação e foram afastados do restante do grupo. A punição foi tomada após o pagamento da premiação individual de cada atleta pela classificação à Copa. Horas antes um avião oriundo de Gana havia aterrissado em Brasília com cerca de três milhões de dólares para os jogadores, que ameaçavam entrar em greve caso não recebessem o dinheiro.

OS MELHORES

GOLEIRO – Alexander Domínguez (Equador): Muito exigido, o equatoriano fechou o gol e foi eleito o melhor em campo no empate contra a França em 0 a 0.

LATERAL-DIREITO - Juanfran (Espanha): Os espanhóis já estavam eliminados, mas saíram de cabeça erguida ao vencer a também eliminada Austrália por 3 a 0. O lateral fez o passe para o primeiro gol da partida.

ZAGUEIROS – Rafa Márquez (México): Além de fazer bem o seu papel defensivo, fez um gol e deu uma assistência para outro na vitória sobre a Croácia por 3 a 1.
Diego Godín (Uruguai): Anulou Balotelli no primeiro tempo. No segundo, foi decisivo para o resultado da partida ao marcar o gol da classificação uruguaia.

LATERAL-ESQUERDO - Ricardo Rodríguez (Suíça): Muito bem na defesa. Desarmou e salvou gol em cima da linha. No ataque, iniciou a jogada do terceiro gol.

MEIAS – Xherdan Shaqiri (Suíça): O maior destaque da rodada. Marcou os três gols da equipe e criou oportunidades para outros.
James Rodríguez (Colômbia): O nome da Copa até o momento. Entrou no intervalo da partida e foi o melhor em campo ao dar duas assistências e marcar um golaço.
Andrés Guardado (México): Foi eleito o melhor em campo na vitória que garantiu a classificação sobre a Croácia por 3 a 1. Ainda foi coroado com um gol.

ATACANTES - Neymar (Brasil): Chamou a responsabilidade para si. Quando o jogo estava difícil, lá estava ele para decidir. Fez dois gols e desequilibrou mais uma vez.
Lionel Messi (Argentina): O homem certo no lugar certo. Teve oportunismo no primeiro gol e fez o segundo em belíssima cobrança de falta.
Georgios Samaras (Grécia): Foi o melhor em campo na vitória grega sobre a Costado Marfim por 2 a 1. Lutou durante 90 minutos e foi recompensado ao fazer o gol da classificação nos minutos finais.

0 comentários :

Postar um comentário