segunda-feira, 23 de junho de 2014

B.A. na Copa #35: Seleção - 2ª rodada

Luis Suárez, do Uruguai, marcou os dois gols contra a Inglaterra, e Benzema, da França, foi fundamental em goleada contra a Suíça

De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

23/06/2014 - Mortal, assassino e terrível. Estes e outros adjetivos foram utilizados pela imprensa internacional para descrever Luis Suárez. O atacante marcou os dois gols uruguaios na vitória sobre a Inglaterra por 2 a 1, mesmo sem estar com 100% de sua condição física. Luisito não participou da derrota para a Costa Rica por 3 a 1, pois se recuperava de uma cirurgia no joelho esquerdo feita há pouco menos de um mês antes da Copa do Mundo começar. O Uruguai precisava de seu principal jogador e ele não decepcionou. Com toques de crueldade, manteve “La Celeste” na briga por uma vaga à próxima fase e de quebra ajudou a eliminar a seleção inglesa do torneio.

O decisivo Suárez. 
(Foto: Divulgação/FIFA)

Outros jogadores também tiveram atuações que merecem destaque. O atacante francês Karim Benzema foi o melhor em campo na vitória sobre a Suíça por 5 a 2. O goleiro Guillermo Ochoa parou o ataque brasileiro de todas as formas, segurando o empate mexicanoem 0 a 0. Com a lesão de Falcao García, o colombiano James Rodriguez assumiu a responsabilidade de sua seleção, e provou isto mais uma vez na vitória sobre a Costa do Marfim por 2 a 1.

O destaque negativo individual fica para Alex Song, de Camarões. O volante foi expulso ainda no primeiro tempo da partida entre Camarões e Croácia, após agredir o croata Mandzukic com uma cotovelada nas costas. Com um jogador a menos os africanos foram facilmente derrotados por 4 a 0. As decepções coletivas ficam por conta de Espanha e Inglaterra, que chegaram como uma das favoritas ao título e já estão eliminadas, restando às equipes apenas cumprir tabela na última rodada da primeira fase.

OS MELHORES

GOLEIRO - Guillermo Ochoa (México): Teve a melhor atuação de um goleiro até agora na Copa, ao garantir o empate mexicano contra o Brasil.

LATERAL-DIREITO - Harrison Afful (Gana): Bem defensivamente e autor da assistência para o primeiro gol de Gana contra a Alemanha.

ZAGUEIROS - Thiago Silva (Brasil): Fez a sua melhor partida na Copa, dando tranquilidade à defesa brasileira.
Rafik Halliche (Argélia): Muito bem no jogo aéreo, usou deste artifício para marcar um dos gols argelinos contra a Coreia do Sul.

LATERAL-ESQUERDO - Júnior Díaz (Costa Rica): Anulou o lado direito italiano, além de ter ido muito bem no apoio. Acertou belo cruzamento para o gol costarriquenho.

MEIAS – Ivan Perisic (Croácia): Rápido, deu muito trabalho para a defesa camaronesa. Saiu de campo com um gol e uma assistência.
James Rodríguez (Colômbia): De novo chamou a responsabilidade em campo na partida contra Costa do Marfim. Vem sendo o principal destaque de sua seleção na Copa.
Mathieu Valbuena (França): Incomodou bastante a defesa suíça, sendo um dos principais criadores das jogadas ofensivas.

ATACANTES - Karim Benzema (França): Mais uma vez destruiu com o jogo. Sofreu pênalti, deu duas assistências e ainda marcou o seu gol. Marcaria outro, se o árbitro não apitasse o fim do jogo justamente na hora do chute.
Islam Slimani (Argélia): Foi junto de Feghouli a principal arma ofensiva de sua equipe. Marcou um gol e ainda deu assistência para outro contra a Coreia do Sul.
Luis Suárez (Uruguai): Foi o maior destaque da rodada. Herói da vitória celeste ao marcar os dois gols de seu país.

Confira todas as matérias da série B.A. na Copa.

Veja tudo sobre a Copa do Mundo.

0 comentários :

Postar um comentário