quarta-feira, 18 de junho de 2014

B.A. na Copa #34: Seleção - 1ª rodada

Robben, da Holanda, comanda goleada contra a Espanha, e Campbell, da Costa Rica, se destaca em zebra contra o Uruguai

De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

18/06/2014 - Um fantasma aterrorizava Arjen Robben. O holandês havia perdido chance clara diante de Casillas na final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Naquela ocasião, ele havia deixado o campo como um jogador que amarelava em decisões. Conseguiu acabar com esse estigma em 2013, quando fez o gol do título do Bayern de Munique, na final da UEFA Champions League. Mas logo na primeira rodada da Copa 2014, Robben teve a oportunidade de vingar seu maior algoz. E ele não desperdiçou. O atacante simplesmente acabou com o jogo e deixou o goleiro espanhol, o experiente Iker Casillas, sentado no chão por duas vezes, ao marcar dois gols na goleada da Holanda sobre a Espanha por 5 a 1.

Robben, o destaque da primeira rodada.
(Foto: Getty Images)

Outros jogadores também tiveram atuações que merecem destaque. O atacante costarriquenho Joel Campbell foi o herói de sua seleção na virada sobre o Uruguai por 3 a 1. O alemão Thomas Müller foi o autor de três gols na goleada sobre Portugal por 4 a 0, garantindo a liderança na tabela de artilharia da Copa. Benzema, da França, só faltou fazer chover diante da defesa hondurenha na vitória por 3 a 0. James Rodriguez já era o melhor em campo na vitória contra a Grécia por 3 a 0, e ainda conseguiu marcar o seu gol nos minutos finais da partida.

Se alguns se destacaram positivamente, outros decepcionaram. O goleiro Casillas, da Espanha, tomou cinco gols e falhou em pelo menos dois, sendo que em um deles entregou a bola nos pés do holandês Van Persie. O hondurenho Palacios cometeu pênalti e acabou expulso ainda no primeiro tempo na derrota para a França. O zagueiro Pepe, de Portugal, também levou vermelho de forma infantil na goleada sofrida para a Alemanha. No jogo que fechou a rodada, o goleiro russo Akinfeev falhou feio no empate com a Coreia do Sul por 1 a 1.


OS MELHORES

GOLEIRO - Salvatore Sirigu (Itália): Teve a difícil missão de substituir o ídolo Buffon e não decepcionou. Ajudou a segurar a vitória diante da Inglaterra por 2 a 1.

LATERAL DIREITO - Serge Aurier (Costa do Marfim): Dos seus pés saíram os dois cruzamentos para os gols da vitória sobre o Japão por 2 a 1.

ZAGUEIROS - Stefan de Vrij (Holanda): Além de fazer uma partida segura defensivamente, foi coroado com um dos gols holandeses contra a Espanha.
Mats Hummels (Alemanha): Foi premiado com um gol pela bela partida que vinha fazendo contra Portugal.

LATERAL ESQUERDO - Danny Blind (Holanda): Um dos melhores na vitória sobre a Espanha, o lateral fez duas assistências na partida.

MEIAS - Wesley Sneijder (Holanda): Com a missão de armar as principais jogadas da seleção holandesa, distribuiu duas assistências no jogo.
James Rodríguez (Colômbia): Passavam por seus pés todas as jogadas ofensivas da equipe. Fez isso muito bem e teve atuação de destaque.
Arjen Robben (Holanda): O grande destaque da primeira rodada deu muito trabalho à defesa espanhola. Com muita habilidade e velocidade, simplesmente acabou com o jogo.

ATACANTES - Karim Benzema (França): Decidiu e comandou o ataque durante toda a partida. Além de marcar duas vezes foi o responsável direto pelo gol contra do goleiro hondurenho.
Thomas Müller (Alemanha): Não participou tanto da partida, mas decidiu quando precisou. Marcou em todas as chances que teve, se isolando na artilharia da competição com três gols.


Joel Campbell (Costa Rica): Infernizou a defesa uruguaia, marcou um lindo gol e deu assistência para outro.


0 comentários :

Postar um comentário