sábado, 21 de junho de 2014

Atuação de Bósnia

Bósnia decepciona, joga mal, perde para a Nigéria e dá adeus à Copa do Mundo. Africanos estão quase classificados

De Brasília.

Por Henrique Ferrera.

21/06/2014 - A estreante Bósnia e Herzegovina se viu fora da Copa do Mundo FIFA após duas partidas, depois de uma derrota por 1 a 0 sofrida pela Nigéria nesta noite, em Cuiabá. Na estreia, os europeus já haviam perdido por 1 a 0 para a Argentina. O gol de Odemwingie no primeiro tempo foi o suficiente para colocar as Super Águias a um ponto das oitavas (segundo lugar, com quatro pontos, dois a menos que a líder e classificada Argentina).

Com a Argentina já classificada no grupo F após a dura vitória sobre o Irã, a disputa estava aberta para conseguir a vaga restante. Os dois times foram armados para jogar ofensivamente, e quando Medunjanin tomou cartão por derrubar Musa, Odemwingie - que impressionou como substituto contra o Irã - bateu a falta para fora por centímetros.

Os bósnios tinham a intenção de jogar um futebol atrativo em busca de um resultado que precisavam, com seu ágil meio-campo de Pjanic e Besic combinando bem, em lance que o jovem volante do Ferencvaros chutou por cima. Os campeões africanos, por sua vez, pareciam interessados em fazer o goleiro Begovic trabalhar, e os chutes de longa distância começam a aparecer. Primeiro Mikel arriscou de longe para fora, antes do goleiro do Stoke City ter que espalmar um arremate de Onazi.


Odemwingie comemora o gol da vitória nigeriana.
(Foto: Getty Images)
Dzeko pensou que tinha colocado os europeus à frente, mas após se deslocar e receber belo passe de Misimovic e bater Enyeama, ele olhou e viu uma bandeira declarando impedimento. Que não existiu. Foi o próprio veterano goleiro nigeriano o próximo a impedir um gol do jogador do Manchester City, que seria seu primeiro, espalmando sua tentativa para escanteio.

No entanto, após as Super Águias passarem dez minutos mais contidos na defesa, elas repentinamente foram contra a corrente do jogo. Um disparo quase imparável de Emenike atropelou Spahic pela direita, seguido por uma bola servida à Odemwingie, que bateu seu companheiro de clube Begovic e marcou o gol.

Enquanto jogar no contra-ataque foi letal a favor da Nigéria, parecia que seria questão de tempo antes que os estreantes em Copa do Mundo encontrariam o gol com o brigador Dzeko. Ele foi uma ameaça constante para Yobo e Oshaniwa e teve uma grande chance já no finalzinho do primeiro tempo, mas após o corte de Pjanic, ele chutou para fora à curta distância.

O padrão do jogo continuou após o intervalo, com os europeus tentando usar a criatividade no passe para encontrar lacunas na linha de defesa nigeriana, mas eles falhavam no passe final ou na finalização cirúrgica para marcar, enquanto os africanos quebravam o ritmo e testavam Begovic de longe. O goleiro teve que ser arrojado para impedir Emenike de marcar, após o atacante do Fenerbahçe aproveitar uma bola rebatida de Odemwingie, mas viu Begovic esticar a sua longa perna e salvar a Bósnia do gol.

Com quinze minutos restando e suas camisas encharcadas de suor, os Dragões foram ficando nervosos com o seu futuro sombrio na competição, mas o chute de Pjanic foi mais um que ficou nas mãos de Enyeama. A equipe de Stephen Keshi se seguravam para manter o resultado, e Onazi testou Begovic novamente com outro chute de longa distância, antes de Emenike arriscar outro para fora.

Quando Misimovic furou o chute na entrada da área com 45 do segundo tempo, ficou evidente que não era a noite deles. Dzeko cabeceou em cima de Enyeama momentos depois, e na sequência viu sua tentativa parar na trave, na bola que selou sua eliminação do torneio.


Ficha do jogo:

Nigéria 1x0 Bósnia e Herzegovina

NIGÉRIA:
Enyeama; Ambrose, Yobo, Oshaniwa e Omeruo; Onazi e Obi Mikel; Musa (Ameobi), Babatunde (Uzoenyi) e Odemwingie; Emenike.
Técnico: Stephen Keshi

BÓSNIA E HERZEGOVINA:
Begovic; Mujdza, Sunjic, Spahic e Lulic (Salihovic); Pjanic, Besic e Medunjanin (Susic); Hajrovic (Ibisevic), Misimovic e Dzeko.
Técnico: Safet Susic

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Público: 40.499
Data: 21/06/2014
Horário: 19h (de Brasília)

Gols: Odemwingie, aos 29 minutos do primeiro tempo

Árbitro: Peter O'Leary (NZL)
Assistentes: Jan Hendrik Hintz (NZL) e Mark Rule (NZL)

Cartões amarelos: Obi Mikel (Nigéria); Medunjanin (Bósnia)

0 comentários :

Postar um comentário