terça-feira, 24 de junho de 2014

Agradecendo aos deuses

Com gol de pênalti e nos acréscimos, Grécia vence Costa do Marfim e vai às oitavas da Copa pela primeira vez 

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

24/06/2014 - Era uma classificação histórica independente de quem vencesse. Grécia e Costa do Marfim nunca haviam chegado à fase oitavas de final da Copa do Mundo. A realização desse sonho estava mais próxima dos africanos, que precisavam apenas de um empate para avançar no Mundial. Entretanto, a vantagem da igualdade não foi positiva para os marfinenses, que mudaram seu sistema tático para jogar com o regulamento a seu favor e viram o adversário se sobressair. Os gregos sofreram com lesões no início da partida e com a falta de criatividade em seu ataque, porém, mostraram muita força de vontade e se superaram até o fim em busca da classificação, que só veio aos 47 minutos da etapa complementar com o gol de pênalti que garantiu a vitória por 2 a 1. Esse resultado deixou a Grécia em segundo lugar do Grupo C, com quatro pontos. A Costa do Marfim encerra sua participação na Copa em terceiro no grupo, com três pontos.

A Grécia terá pela frente na próxima fase a Costa Rica, a primeira colocada no Grupo D. O duelo será na Arena Pernambuco, no próximo domingo (29), às 17h (de Brasília). No outro jogo do dia pelo Grupo C, a Colômbia goleou o Japão por 4 a 1 e encerrou a primeira fase com 100% de aproveitamento. Assim, vai encarar o Uruguai, que assegurou o segundo lugar do Grupo D ao bater a Itália por 1 a 0. Duelo às 17h do sábado (28), no Maracanã. O Japão foi o lanterna da chave, com um ponto.

Samaras fez gol de pênalti que colocou a Grécia nas oitavas da Copa.
(Foto: Getty Images)

O jogo

O primeiro tempo de partida foi de um time só. O empate era um resultado favorável para a Costa do Marfim, que se postou em campo com o regulamento embaixo dos braços. Os africanos buscaram pouco o ataque e viram a Grécia dominar o jogo. Mesmo superior, os europeus mostraram pouca criatividade na armação de jogadas e, por isso, tiveram dificuldades para chegar ao gol.

A bruxa parecia estar solta na equipe grega. O técnico Fernando Santos não esperava ter que fazer duas alterações com menos de 25 minutos de jogo devido a lesões. Com apenas 12 minutos, Kone, com dores na coxa, teve que ser substituído. Dez minutos depois, foi a vez do goleiro Karnezis sentir e ser obrigado a deixar o gramado.

A Grécia foi chegando aos poucos e, no final da primeira etapa, encaixou suas principais jogadas até chegar ao gol. Aos 32 minutos, Cholevas mandou um chutaço na trave. Pouco depois, Karagounis chutou forte no canto do goleiro Barry, que fez grande defesa. Aos 42 minutos, Samaris não perdoou. Em um erro de saída de bola da defesa de Costa do Marfim, Samaras a roubou a bola e serviu Samaris. O meia, que havia entrado para substituir Kone, mandou para o fundo das redes e marcou o primeiro gol da seleção grega na Copa.

A Costa do Marfim veio mais ofensiva para a etapa complementar, já que precisava pelo menos de um empate para avançar na Copa. O time africano, jogando mais à frente, acabou dando mais espaço para a Grécia chegar ao ataque e por pouco não conseguir ampliar. Aos oito minutos, Christodoulopoulos arrancou em jogada individual, driblou marcador e chutou cruzado. Cinco minutos depois, Salpingidis mandou um foguete no ângulo e Barry espalmou.

Os africanos possuíam maior posse de bola, mas encontravam muita dificuldade para decidir as jogadas. Aos 21 minutos, Kalou passou por dois marcadores, chutou por cima buscando o ângulo, mas pegou mal. A resposta grega veio em seguida. Salpingidis chutou de longe e carimbou o travessão. Christodoulopoulos cobrou falta com categoria aos 25 minutos e quase acertou o ângulo do gol. Aos 28, quem decidiu foi o talento de Gervinho. O atacante infiltrou a área adversária e deu um passe na medida para Bony mandar para o fundo das redes.

A Grécia, que tinha queimado duas alterações com pouco mais de 23 minutos de jogo, fez sua última mudança e foi para o tudo ou nada. Já exaustos em campo, os gregos davam suas últimas gotas de suor em busca do gol. Os marfinenses se seguraram como podiam para manter o resultado para garantir a classificação histórica. Aos 47 minutos, o lance que decidiu a vida dos dois times na Copa. Sio atingiu Samaras dentro da área e o juiz marcou o pênalti. O próprio Samaras foi para a cobrança e converteu, colocando a Grécia nas oitavas de final do Mundial.

Ficha de jogo:

Grécia 2 x 1 Costa do Marfim

GRÉCIA:
Karnezis (Glykos); Holebas, Sokratis, Manolas e Torosidis; Maniatis, Kone (Samaris), Christodoulopoulos e Karagounis (Gekas); Samaras e Salpingidis.
Técnico: Fernando Santos

COSTA DO MARFIM:
Barry; Aurier, Bamba, Kolo Touré e Boka; Serey Die, Tioté (Bony), Yayá Touré e Kalou; Drogba (Diomandé) e Gervinho (Sio).
Técnico: Sabri Lamouchi

Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Público: 59.095
Data: 24/06/2014
Horário: 17h (de Brasília)

Gols: Samaris, aos 42 minutos do primeiro tempo, e Samaras, aos 47 minutos do segundo tempo (Grécia); Bony, aos 28 minutos do segundo tempo (Costa do Marfim)

Árbitro: Carlos Vera (Equador)
Assistentes: Byron Romero e Christian Lescano (Equador)

Cartões amarelos: Drogba, Kalou e Serey Die (Costa do Marfim)

0 comentários :

Postar um comentário