quinta-feira, 22 de maio de 2014

Virada e taça

Tyresö, de Marta, abre 2 a 0 e 3 a 2, mas toma a virada e perde a final da UEFA Champions League feminina para o Wolfsburg

De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

22/05/2014 - Müller marcou o gol do título da UEFA Champions League feminina pela segunda vez consecutiva, dando ao Wolfsburg a vitória após um jogo muito emocionante contra o Tyresö, da Suécia.

O Tyresö chegou à final pela primeira vez e enfrentou os atuais campeões, tal qual o Wolfsburg na última temporada, e marcou dois gols em três minutos com Marta e Boquete, mas com a mesma rapidez Popp e Müller empataram. Marta restaurou a liderança, mas a reserva Faisst fez 3 a 3 antes de Müller, que marcou seu décimo gol na competição, resolvendo a partida a dez minutos do fim: 4 a 3.

Wolfsburg chegou ao bicampeonato após virada heroica.
(Foto: AFP/Getty Images)
O Wolfsburg estava sem duas meio-campistas lesionadas, Jakabfi e Magull, mas tiveram a zagueira Henning de volta, e foi ela que logo no início deu um carrinho crucial em Press. O Tyresö pode contar com a volta da atacante espanhola Boquete, juntamente com Press e Marta no trio de ataque, após recuperar-se de uma lesão na parte posterior da coxa. Isso fez a equipe sueca começar melhor, deixando o Wolfsburg acuado como na última final em Londres, onde venceram o Lyon por 1 a 0 com gol de Müller de pênalti.

Entretanto, lá pelo décimo minuto o Wolfsburg começou a pressionar, com Popp cabeceando para fora um cruzamento de Blässe. Goessling, melhor jogadora da final de 2013, sofreu um sangramento na bochecha direita após uma trombada com Dahlqvist, mas voltou com um curativo. O Wolfsburg chegou perto novamente quando Kessler - escolhida a melhor da partida - ganhou a bola, mas Müller não foi capaz de bater Söberg, escolhida no gol do Tyresö em detrimento de Korpela.

Em vez disso, foi do outro lado do campo que o placar foi aberto, com Boquete ganhando a bola e servindo Marta, que passou por três defensoras e rolou a bola, vencendo a goleira Schult, e marcando seu quinto gol em finais europeias. Dois minutos depois Schult foi batida de novo, com Press limpando a defesa do Wolfsburg em diagonal pela ala esquerda e fazendo o cruzamento para Boquete completar. Wolfsburg lutou para voltar ao jogo e rapidamente Söberg impediu Müller e Wagner de marcarem.

Faisst, fazendo 25 anos nesta quinta (22), substituiu Wagner no intervalo, e com 80 segundos Popp completou de cabeça o cruzamento de Blässe pela direita, revitalizando o Wolfsburg. Müller teve chance clara mas Söberg impediu-a de marcar no mano a mano. Blässe apareceu de novo, mas Kessler não foi capaz de passar por Klingenberg. Entretanto, o empate veio aos 8 minutos, quando Müller arriscou de longe e fez bonito gol.

Vantagem para o Wolfsburg? Marta não concordou com isso, recebendo a bola na grande área, puxando para o lado e marcando um golaço, com uma linda curva na bola. Porém o Wolfsburg continuou pressionando, e quando Klingenberg saiu mancando lesionada, antes de ser substituída Popp serviu a aniversariante Faisst que empatou de novo com um arremate rasteiro.

O grand finale estava armado, e apenas 12 meses após a última final, Müller foi decisiva novamente, escorando bravamente para o gol após uma belíssima jogada da capitã Kessler. Ao contrário do Wolfsburg, o Tyresö não conseguiu responder e a Alemanha chegou ao oitavo título em 13 temporadas.

0 comentários :

Postar um comentário