quinta-feira, 22 de maio de 2014

Vai pro jogo

Cristiano Ronaldo está confirmado na final da Champions. Craque português estava se recuperando de lesão

De Roma (Itália).
Por Agência ANSA.

22/05/2014 - Boas notícias para os torcedores do Real Madrid: Cristiano Ronaldo está confirmado para a final da Liga dos Campeões. Apesar de seguir em tratamento pelas próximas 48 horas, o atacante estará recuperado para disputar a partida.

Além dele, Gareth Bale também treinou normalmente e estará na final. As dúvidas de Carlo Ancelotti para escalar a equipe diminuíram, mas ele ainda terá que aguardar até o sábado (24) para saber se poderá colocar em campo o francês Karim Benzema e o zagueiro Pepe - ambos lesionados. A situação de Benzema é um pouco melhor que Pepe, que não deve conseguir entrar em campo.

Já do lado do Atlético de Madrid, o grande desfalque será do atacante Diego Costa, que lesionou o bíceps femoral e precisará ficar afastado dos gramados por 15 dias. 

Trabalho a longo prazo 

O técnico da equipe do Atlético, Diego Simeone, deu uma entrevista ao site da Uefa e declarou que a final da Champions em Lisboa "é fruto de três anos de trabalho". Simeone lembrou que tudo começou com a conquista da Liga Europa, há dois anos, e desde então a equipe só cresceu.

Ao ser questionado sobre o fato de enfrentar um rival da mesma cidade na competição, Simeone respondeu que "é uma rivalidade histórica e é bonito ver uma final entre dois times da mesma cidade, com uma equipe potente como o Real e uma combatente como o Atlético".

Ele ainda acrescentou sobre a dificuldade de jogar contra o time de Ancelotti. "O Real Madrid é perigoso com qualquer sistema de jogo que utilizar porque é um time cheio de craques. Eles já jogaram no 4-3-3 e agora estão jogando no 4-4-2 e tendo ótimos resultados", disse o treinador.

Simeone também ressaltou o caráter da equipe. "Temos a mesma humildade de três anos atrás e focamos no coletivo, buscando melhorar as nossas qualidades e esconder os nossos defeitos, que obviamente temos e que buscamos que sejam o menos possível notados", finalizou o técnico. (ANSA)

0 comentários :

Postar um comentário