quinta-feira, 22 de maio de 2014

Usando a cabeça

Cruzeiro faz bom segundo tempo e joga o suficiente para vencer o Sport e voltar à liderança do Campeonato Brasileiro

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

22/05/2014 - Em um jogo nada convincente protagonizado por Cruzeiro e Sport, no fim das contas, venceu o time que tem melhor qualidade técnica. Os celestes realizaram um bom segundo tempo e venceram o rubro-negro pernambucano por 2 a 0, com gols marcados por Ricardo Goulart e Marcelo Moreno, valendo pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo da noite de quarta-feira (21), no Mineirão, foi o último do estádio neste primeiro semestre. O Gigante da Pampulha será entregue a FIFA para disputa da Copa do Mundo.

Com o resultado, o Cruzeiro retomou a liderança do Campeonato Brasileiro com 13 pontos, mesma pontuação do vice-líder Grêmio. O Sport é o 12º colocado, com sete pontos, podendo cair, pelo menos, mais uma ou duas posições, caso o Santos vença o Goiás e o Vitória derrote o Atlético-MG na noite desta quinta-feira.

Foto: Gualter Naves/Light Press/Divulgação Cruzeiro

Na próxima rodada, o Cruzeiro viaja até Caxias do Sul e encara o Internacional, em partida que valerá a liderança do Campeonato Brasileiro, no domingo (25), às 18h30. Pouco antes, o Sport receberá o Corinthians, na Ilha do Retiro, em Recife, às 16h.

Domínio rubro-negro

Antes de a partida começar, uma homenagem justíssima a dois jogadores: Henrique, pelo Cruzeiro, e Magrão, do Sport. O volante celeste completou 200 jogos com a camisa cruzeirense. E o goleiro rubro-negro chegou a marca de 500 partidas com a camisa do Leão da Ilha. Outro fator diferente foram as camisas. Os mineiros entraram com a camisa amarela, a mesma do último jogo diante do Coritiba, e os pernambucanos jogaram trajados em cores brancas, em alusão à seleção da Alemanha, que recebe o material esportivo do mesmo fornecedor que o time de Recife.

Quando a bola rolou, o Sport jogou melhor no primeiro tempo, dominando o Cruzeiro com bons passes, boa movimentação e incessante presença ofensiva. Do outro lado, os celestes não se acertavam em campo. O ataque era pouco exigente, o meio-campo não se acertava na marcação e a lateral esquerda, ocupada por Egídio, transformava-se em uma verdadeira avenida para os adversários.

O Sport chegou a abrir o marcador com Leonardo, mas o árbitro paranaense Felipe Gomes da Silva anotou falta de ataque no zagueiro Léo. O Cruzeiro ameaçou apenas em chutes de média distância, que se não paravam nas luvas do competente goleiro Magrão, iam pela linha de fundo.

Cruzeiro volta melhor

No segundo tempo, os papeis se inverteram. O Cruzeiro foi melhor e o Sport pouco exigiu do goleiro Fábio e da defesa adversária. O time celeste passou a ocupar o campo de ataque com mais frequência e a presença dos laterais era subsidiada por uma marcação mais efetiva dos volantes Henrique e Willian Farias. Se por baixo estava difícil, o jeito foi explorar para uma das melhores qualidades cruzeirenses. Na falta cobrada por Dagoberto, o cruzamento aconteceu e Ricardo Goulart apenas desviou para as redes de Magrão.

Com o gol, o Cruzeiro passou a ter mais tranquilidade para trabalhar a bola e chegava ao ataque com exaustão. Marcelo Moreno ainda cabeceou uma bola no travessão após cruzamento de Everton Ribeiro. Pouco depois, o Sport respondeu com Neto Baiano em chute de fora da área, e Fábio fez grande defesa. Aos 31 minutos, veio o gol da vitória. Willian, que entrou em lugar de Everton Ribeiro, cruzou na medida para Marcelo Moreno tocar de cabeça para as redes. Antes, a bola que tinha batido na trave e saído, desta vez, tomou o rumo do gol.

Ficha do jogo:

Cruzeiro 2 x 0 Sport

CRUZEIRO:
Fábio; Mayke, Leo, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique, Willian Farias, Everton Ribeiro (Willian), Ricardo Goulart (Souza) e Dagoberto (Luan); Marcelo Moreno.
Técnico: Marcelo Oliveira

SPORT:
Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Augusto Cesar (Mike) e Renan Oliveira (Felipe Azevedo); Leonardo e Neto Baiano (Aílton).
Técnico: Eduardo Baptista

Sexta rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2014
 Local: Estádio Mineiro, em Belo Horizonte (MG)
Público: 13.679 pagantes
Renda: R$403.720,00
Data: 21/05/2014
Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Rafael Trombeta (PR)

Gols: Ricardo Goulart, aos seis, e Marcelo Moreno, aos 31 minutos do segundo tempo

***

6ª rodada:
Quarta (21/5), às 19h30: 
Flamengo 1x1 Bahia 
21h: 
Criciúma 1x0 Chapecoense 
22h: 
Corinthians 1x1 Atlético-PR 
Quinta (22/5), às 19h30: 
Goiás x Santos 
Palmeiras x Figueirense 
21h: 
Vitória x Atlético-MG

Classificação: 
1 - Cruzeiro - 13 pontos e 4 gols de saldo
2 - Grêmio - 13 pontos e 3 gols de saldo
3 - Fluminense - 12 pontos e 4 vitórias
4 - Internacional - 12 pontos e 3 vitórias
5 - Goiás - 10 pontos (5 jogos)
6 - Palmeiras - 9 pontos e 3 vitórias (5 jogos)
7 - São Paulo - 9 pontos, 2 vitórias, 2 gols de saldo e 11 gols pró
8 - Corinthians - 9 pontos, 2 vitórias, 2 gols de saldo e 5 gols pró
9 - Bahia - 8 pontos (5 jogos)
10 - Atlético-MG - 7 pontos e 0 gol de saldo (5 jogos)
11 - Sport - 7 pontos e -1 gol de saldo (5 jogos)
12 - Criciúma - 7 pontos e -6 gols de saldo
13 - Santos - 6 pontos e 1 gol de saldo (5 jogos)
14 - Atlético-PR - 6 pontos e -1 gol de saldo
15 - Vitória - 5 pontos e -1 gol de saldo (5 jogos)
16 - Flamengo - 5 pontos e -4 gols de saldo
17 - Botafogo - 4 pontos e 1 vitória
18 - Coritiba - 4 pontos e 0 vitória 
19 - Figueirense - 3 pontos (5 jogos)
20 - Chapecoense - 2 pontos

0 comentários :

Postar um comentário