terça-feira, 20 de maio de 2014

Sobrando

Apoiado por 20 mil torcedores, América faz bonito no Mineirão, bate Joinville e se isola na liderança da Série B

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

20/05/2014 - Com campanhas iguais até essa sexta rodada, América-MG e Joinville mediram forças para saber quem ficaria no topo da tabela da Série B do Campeonato Brasileiro. O duelo da noite desta terça-feira foi no Mineirão, pois o Independência já está entregue à Fifa (o estádio do Horto servirá de centro de treinamento das seleções durante o Mundial). E a torcida americana se sentiu em casa no Gigante da Pampulha, compareceu em bom número (19.562 pagantes, maior público da Segundona até aqui), aproveitando a promoção no valor único dos ingressos (10 reais) e viu o seu time dominar o adversário. O nome do jogo foi Mancini. Com uma assistência e um gol, o meia ajudou o Coelho a vencer por 3 a 1. A vitória garantiu a liderança isolada da competição ao América, que chega a 16 pontos. O Joinville segue em segundo, com 13.

Na próxima rodada, o América encara o Santa Cruz, nos Aflitos, na sexta-feira (23), às 19h30. O Joinville recebe o Vasco, no sábado (24), às 16h20, na Arena Joinville.

Foto: Site Oficial do América

O jogo

O início aberto fez parecer que teríamos um grande confronto, porém, faltou futebol no primeiro tempo. As duas equipes possuíam muita dificuldade de concluir suas jogadas, erravam muitos passes e a partida ficou truncada no meio de campo. O América conseguia se armar melhor, entretanto, pecava nos últimos passes. O Joinville foi inofensivo e não finalizou nos primeiros 45 minutos de jogo.

O América começou se impondo na partida. Aos quatro minutos, Mancini avançou pela direita e chutou, e Ivan defendeu com tranquilidade. Em outra boa jogada de Mancini, o time mineiro abriu o placar aos 15 minutos. O meia cruzou na medida para Obina, que cabeceou nas costas de Bruno Aguiar e a bola foi parar no fundo do gol. O atacante quase marcou o segundo aos 34 minutos. Elsinho cruzou da direita, Obina se esticou, mas não conseguiu tocar na bola.

O Joinville veio com uma postura diferente na etapa complementar. Com tranquilidade, a equipe catarinense trocava passes no campo ofensivo, algo que não havia realizado no primeiro tempo, e acabou deixando tudo igual no Mineirão. Aos sete minutos, Edigar Junio fez a jogada individual e mandou a para a área. A bola passou pelo goleiro Matheus e encontrou a cabeça de Jael, que apenas completou para as redes.

Sem se abater, o América foi atrás da vitória. Henrique cruzou da direita, aos 17 minutos, Gilson ganhou no alto e tocou para o Mancini, que completou para o gol, recolocando o time mineiro na frente. Cinco minutos depois, a equipe mineira teve a oportunidade de aumentar a diferença no placar. Elsinho cruzou rasteiro e, antes de a bola encontrar Obina livre, o goleiro do Joinville interceptou o lance.

Os catarinenses pareciam não ter mais força para buscar o resultado. A chance mais clara de deixar tudo igual foi aos 33 minutos. Em um bonito chute de fora da área de Harrison, Matheus se esticou para fazer uma bela defesa. Se o Joinville não foi efetivo, o América não desperdiçou. Aos 39 minutos, Mancini bateu escanteio na medida para o zagueiro Vitor Hugo, aniversariante do dia, que cabeceou forte para ampliar. O goleiro Ivan ainda tocou na bola, mas não evitou o gol.

Faltaram ingressos

Milhares de torcedores, empolgados com a oportunidade de acompanhar o América no Mineirão, tiveram que ficar de fora da festa. Após a carga inicial de 10 mil ingressos ser esgotada ainda na segunda-feira, a diretoria do Coelho liberou apenas mais 10 mil entradas para esta terça. Entretanto, muita gente ficou sem seu lugar e a confusão foi grande. O trânsito na região da Pampulha ficou intenso e as filas para a compra dos bilhetes antes da partida foram imensas. Alguns torcedores, já com seu ingresso na mão, também não conseguiram entrar, enorme a confusão, situação a ser lamentada. Nem os militares estavam preparados para o público, sendo que muitos conseguiram o acesso apenas no segundo tempo. 

Ficha de jogo:

América-MG 3 x 1 Joinville

AMÉRICA:
Matheus; Elsinho (Thiago Santos), André, Vitor Hugo e Gilson; Leandro Guerreiro, Pablo, Willians (Diney) e Mancini; Obina (Junior Negão) e Henrique.
Técnico: Moacir Júnior

JOINVILLE:
Ivan; Murilo, Bruno Aguiar, Rafael e Bruno Costa (Cristian); Franco (Harrison), Washington, Tartá (Hugo) e Marcelo Costa; Edigar Junio e Jael.
Técnico: Hemerson Maria

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 19.562 pagantes
Renda: R$ 196.262,50
Data: 20/05/2014
Horário: 19h30 (de Brasília)

Gols: Obina, aos 15 minutos do primeiro tempo, Mancini, aos 18, e Vitor Hugo, aos 39 minutos do segundo tempo (América); Jael, aos sete minutos do segundo tempo (Joinville)

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo
Assistentes: Jose Araujo Sabino e Ciro Chaban Junqueira

Cartões amarelos: Willians, Pablo (América); Franco, Washington (Joinville)

***

6ª rodada: 
Terça (20/5), às 19h30: 
América-MG 3x1 Joinville 
Ponte Preta 1x0 Vila Nova 
Oeste 1x1 Santa Cruz 
Avaí 2x1 Paraná 
Atlético-GO 2x0 ABC 
21h50: 
América-RN 0x1 Ceará 
Luverdense 4x2 Boa Esporte 
Náutico 2x1 Portuguesa 
Icasa 3x0 Bragantino 
Vasco 1x1 Sampaio Corrêa

Classificação:
1 - América-MG - 16 pontos 
2 - Joinville - 13 pontos 
3 - Luverdense - 12 pontos
4 - Ceará - 11 pontos
5 - ABC - 10 pontos e 3 vitórias
6 - Ponte Preta - 10 pontos e 2 vitórias
7 - Vasco - 8 pontos e 4 gols de saldo (5 jogos)
8 - Náutico - 8 pontos e 2 gols de saldo (5 jogos)
9 - Icasa -  8 pontos e 0 gol de saldo
10 - América-RN - 7 pontos, 2 vitórias, -1 gol de saldo e 9 gols pró 
11 - Avaí - 7 pontos, 2 vitórias, -1 gol de saldo e 6 gols pró (5 jogos)
12 - Atlético-GO - 7 pontos e 1 vitória
13 - Oeste - 6 pontos e 1 vitória
14 - Santa Cruz - 6 pontos e 0 vitória
15 - Sampaio Corrêa - 5 pontos e 0 gol de saldo (5 jogos)
16 - Paraná - 5 pontos e -1 gol de saldo
17 - Boa Esporte - 5 pontos e -4 gols de saldo 
18 - Bragantino - 5 pontos e -6 gols de saldo
19 - Portuguesa - 2 pontos 
20 - Vila Nova - 1 ponto

0 comentários :

Postar um comentário