domingo, 18 de maio de 2014

Placar zerado

Com jogador a mais por um bom tempo, Internacional pressiona, mas não consegue furar o bloqueio do Criciúma

De Belo Horizonte
Por Júlia Alves

18/05/2014 - Em uma partida muito truncada, Criciúma e Internacional não saíram do 0 a 0, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, na noite deste domingo. O Tigre, jogando em casa no Heriberto Hülse, foi muito aplicado defensivamente, sendo capaz de segurar o adversário. O Colorado teve a bola no pé na maior parte do jogo, mas não foi eficiente no ataque e, mesmo com um jogador a mais desde os 43 minutos do primeiro tempo, não conseguiu balançar as redes. Devido às adversidades, o empate foi um bom resultado para o Criciúma, que está com quatro pontos ocupando a 17ª posição. Mesmo somando apenas um ponto, o Inter fica sozinho na liderança do Brasileirão, com 11 pontos.

Na próxima rodada, o Internacional enfrenta o Coritiba, no Couto Pereira, às 19h30 de quarta-feira (21). No mesmo dia, mas às 21h horas, o Criciúma recebe a Chapecoense no Heriberto Hülse.

Foto: Fernando Ribeiro/www.criciumaec.com.br

O jogo

A partida teve um primeiro tempo truncado. As duas equipes marcavam forte e o jogo ficou muito concentrado no meio de campo. Quando as jogadas ofensivas eram armadas, ambos os times pecavam nos últimos passes e, dessa maneira, saíram poucas chances claras de gol. O Criciúma pressionava a saída de bola do Inter, conseguindo algumas roubadas de bola e dificultando a transição entre a defesa e o ataque dos colorados. O Internacional teve maior posse bola, porém, foi ineficaz.

O Tigre tentou com o experiente Paulo Baier aos 18 minutos. O meia chutou da entrada da área e Dida segurou firme. O Inter foi para o abafa e quase conseguiu balançar as redes em três lances seguidos. Aos 33 minutos, Wellington cruzou para Rafael Moura, que chutou em cima de Galatto. Em seguida, Ernando desviou, após cobrança de escanteio, e o goleiro espalmou para a linha de fundo. Na batida do novo tiro de canto, Juan apareceu sozinho de cara para o gol, mas mandou muito acima do travessão.

O árbitro Raphael Claus teve dificuldades para controlar a partida, e os ânimos se acirraram principalmente na reta final da primeira etapa. Aos 43, o lateral Eduardo deixou o cotovelo no rosto de Alex. Como já tinha amarelo, acabou expulso, para revolta dos jogadores do Criciúma, que partiram pra cima da arbitragem. Os colorados não ficaram de fora da confusão, havendo muito empurra-empurra.

Em vantagem numérica, o Internacional comandou o segundo tempo. Armou boas jogadas, pressionou o oponente durante os 45 minutos, mas não foi competente o suficiente para balançar as redes. Aos 18 minutos, Alan Patrick chutou, Galatto espalmou para frente e a zaga afastou; a bola ficou com Fabrício, que cruzou, encontrando Otávio, que desviou de cabeça para a defesa do goleiro Galatto.

A única oportunidade do Criciúma foi aos 29 minutos. No contra-ataque, Cortez escapou em velocidade e tocou para Silvinho; ele chutou cruzado, mas a bola bateu do lado de fora da rede. O Inter foi para o tudo ou nada no final. Aos 43 minutos, Valdívia cruzou, Wellington Paulista desviou no segundo poste e a bola subiu muito. Já nos acréscimos, o goleiro Galatto fez grande defesa. Otávio cruzou para Valdívia, que cabeceou forte, no canto, obrigando o arqueiro a se esticar todo para espalmar.

Ficha de jogo:

Criciúma 0 x 0 Internacional

CRICIÚMA:
Galatto; Eduardo, Escudeiro, Fábio Ferreira e Bruno Cortez; Serginho, Rodrigo Souza e João Vitor, Paulo Baier (Gualberto); Silvinho (Lucca) e Bruno Lopes (Ezequiel).
Técnico: Wagner Lopes

INTERNACIONAL:
Dida; Diogo, Ernando, Juan e Fabrício; Willians (Otávio), Wellington, Alex (Wellington Paulista), D’Alessandro (Valdívia) e Alan Patrick; Rafael Moura.
Técnico: Abel Braga

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Público: 13.312
Renda: R$ 295.940,00
Data: 18/05/2014
Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP).

Cartões amarelos: Eduardo e Rodrigo Souza (Criciúma); Juan, Willians e Rafael Moura (Internacional)
Cartão vermelho: Eduardo (Criciúma)

***

5ª rodada: 
Quarta (14/5), às 22h: 
Goiás 2x0 Botafogo 
Sábado (17/5), às 18h30: 
Domingo (18/5), às 16h: 
Atlético-PR 1x1 Chapecoense 
18h30: 
Criciúma 0x0 Internacional 
Vitória 0x1 Palmeiras 
Quarta (4/6), às 21h: 
Sport x Bahia

Classificação: 
1 - Internacional - 11 pontos
2 - Cruzeiro - 10 pontos, 2 gols de saldo e 10 gols pró
3 - Grêmio - 10 pontos, 2 gols de saldo e 5 gols pró
4 - Goiás - 10 pontos, 2 gols de saldo e 4 gols pró 
5 - Fluminense - 9 pontos, 3 vitórias e 4 gols de saldo
6 - Palmeiras - 9 pontos, 3 vitórias e 1 gol de saldo
7 - São Paulo - 9 pontos e 2 vitórias
8 - Corinthians - 8 pontos
9 - Bahia - 7 pontos e 2 gols de saldo
10 - Sport - 7 pontos e 1 gol de saldo
11 - Atlético-MG - 7 pontos e 0 gol de saldo
12 - Santos - 6 pontos
13 - Atlético-PR - 5 pontos, 1 vitória, -1 gol de saldo e 7 gols pró
14 - Vitória - 5 pontos, 1 vitória, -1 gol de saldo e 5 gols pró
15 - Botafogo - 4 pontos e 0 gol de saldo 
16 - Flamengo - 4 pontos e -4 gols de saldo
17 - Criciúma - 4 pontos e -7 gols de saldo
18 - Figueirense - 3 pontos e 1 vitória
19 - Coritiba - 3 pontos e 0 vitória 
20 - Chapecoense - 2 pontos

0 comentários :

Postar um comentário