domingo, 25 de maio de 2014

Nada bom

No Morumbi, Santos e Flamengo não marcam e seguem sem empolgar no Brasileiro

De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

25/05/2014 - Diante de poucos torcedores, Santos e Flamengo duelaram na tarde deste domingo no Morumbi, já que a Vila Belmiro foi entregue à Fifa como campo de preparação para a Copa do Mundo. O Rubro-Negro até teve uma grande oportunidade perdida por Paulinho nos minutos finais, mas a partida acabou mesmo ficando no 0 a 0. A igualdade deixou o Santos com oito pontos e na 13ª colocação, após sete rodadas disputadas no Campeonato Brasileiro. O Flamengo chegou a seis pontos, na 16ª posição. 

As duas equipes voltam a campo na próxima quinta (29), pela oitava rodada do Brasileirão. O Santos enfrenta o Bahia, no Joia da Princesa, em Feira de Santana, às 21h. O Flamengo "recebe" o Figueirense no Morumbi, às 19h30.


Foto: Ricardo Saibun/Santos FC

O jogo

Oswaldo de Oliveira ganhou um desfalque de última hora, já que Cícero não foi a campo. O meia pediu para não jogar porque atingiria sete jogos e não poderia se transferir para outro clube da Série A. Em negociações para renovar o contrato, Grêmio e Fluminense têm especulado o jogador.

A partida começou com Santos e Flamengo tentando chegar rápido no ataque, mas as defesas levavam a melhor. Sem Cícero, o Peixe tinha muita dificuldade para armar as jogadas. Aos 22, Negueba cruzou para Everton, que livre no meio da área, cabeceou para fora. O Rubro-Negro era melhor na metade inicial do primeiro tempo, enquanto o Peixe continuava tentando se encontrar no jogo.

Aos 30, um lance gerou muita polêmica. Leonardo Moura recebeu na área e foi derrubado por Victor Andrade, mas o árbitro mandou o jogo seguir. O Flamengo continuava melhor na partida. Responsável pelas melhores jogadas de ataque, Negueba era o melhor em campo. Aos 39, Luiz Antônio chutou da entrada da área, a bola desviou na zaga e bateu no travessão. No rebote, Paulinho dividiu com Aranha e a bola sobrou para Everton, que foi travado pelo zagueiro. Aos 45, a primeira chance da equipe santista. Lucas Lima fez boa cobrança de falta, e o goleiro Paulo Victor espalmou.

Na volta para o segundo tempo, Cicinho, lesionado, foi substituído por Bruno Peres. Aos quatro minutos, outro lance polêmico. Geuvânio recebeu lançamento, ficou cara a cara com Paulo Victor, mas foi puxado por Chicão. O árbitro ignorou o lance e mandou seguir. A segunda etapa do Santos já era muito melhor que a primeira.

Aos oito, Lucas Lima chutou com veneno de fora da área, obrigando Paulo Victor a fazer um verdadeiro milagre. Aos 12, o goleiro flamenguista falhou e mandou a bola no pé de Victor Andrade. O lance chegou até Geuvânio, que chutou muito perto do gol. Já se passavam 13 minutos da etapa final, quando os visitantes passaram do meio-campo pela primeira vez.

Aos 17, Everton arriscou de fora da área para defesa de Aranha. Aos 18, Negueba puxou contra-ataque pela direita e acionou Paulinho, que mandou por cima do gol. O Flamengo crescia na partida e o Santos já não conseguia mais agredir. Aos 23, Negueba deixou Paulinho em boa condição para marcar mais uma vez, mas o atacante chutou para fora.

Aos 30, Geuvânio deu um carrinho por trás em João Paulo, e tomou cartão vermelho. Com um a mais, o Flamengo se posicionava no campo de ataque, mas não conseguia pressionar. No último lance do jogo, Paulinho errou aquela que seria a chance mais clara de gol da partida. O atacante recebeu cruzamento da direita e perdeu o gol mais inacreditável da rodada. Na pequena área, ele mandou no travessão, para desespero dos flamenguistas.

Ficha do jogo:

Santos 0x0 Flamengo

SANTOS:
Aranha; Cicinho (Bruno Peres), David Braz, Jubal e Zé Carlos; Renato, Arouca e Lucas Lima; Vitor Andrade (Diego Cardoso), Geuvânio e Stéfano Yuri (Jorge Eduardo).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

FLAMENGO:
Paulo Victor; Wallace, Chicão e Samir (João Paulo); Léo Moura, Amaral, Luiz Antonio, Marcio Araújo e Éverton (Arthur); Paulinho e Negueba (Igor).
Técnico: Ney Franco

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Público: 7.193 pagantes
Renda: R$ 125.165
Data: 25/05/2014
Horário: 16h

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA) 
Assistentes: Alessandro A. Rocha de Matos (BA-FIFA) e Adson Marcio Lopes Leal (BA)

Cartões amarelos: Jubal e David Braz (Santo); Samir, Luiz Antônio e Amaral (Flamengo).

Cartão vermelho: Geuvânio (Santos)


***

7ª rodada: 
Sábado (24/5), às 18h30: 
21h: 
Domingo (25/5), às 16h: 
Atlético-PR 2x0 Coritiba 
Figueirense 0x1 Goiás 
18h30: 
Botafogo 1x1 Vitória 
Chapecoense 2x0 Palmeiras 



Classificação: 
1 - Cruzeiro - 16 pontos
2 - Fluminense - 15 pontos
3 - Goiás - 14 pontos
4 - Grêmio - 13 pontos
5 - Palmeiras - 12 pontos e 4 vitórias
6 - Corinthians - 12 pontos, 3 vitórias e 5 gols de saldo
7 - São Paulo - 12 pontos, 3 vitórias e 3 gols de saldo
8 - Internacional - 12 pontos, 3 vitórias e 1 gol de saldo
9 - Atlético-MG - 11 pontos
10 - Atlético-PR - 9 pontos
11 - Bahia - 8 pontos, 2 vitórias e 1 gol de saldo (6 jogos)
12 - Criciúma - 8 pontos, 2 vitórias e -6 gols de saldo
13 - Santos - 8 pontos e 1 vitória
14 - Sport - 7 pontos, 2 vitórias e -1 gol de saldo (6 jogos)
15 - Vitória - 6 pontos e -2 gols de saldo
16 - Flamengo - 6 pontos e -4 gols de saldo
17 - Botafogo - 5 pontos e -1 gol de saldo 
18 - Chapecoense - 5 pontos e -2 gols de saldo
19 - Coritiba - 4 pontos 
20 - Figueirense - 3 pontos

0 comentários :

Postar um comentário