sexta-feira, 16 de maio de 2014

Inalterado

Ineficazes no ataque, Paraná e Boa Esporte empatam sem gols na Vila Capanema

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

16/05/2014 - Em busca da sua primeira vitória diante da torcida na Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná recebeu o Boa Esporte na Vila Capanema na noite desta sexta-feira, em jogo válido pela quinta rodada. O destaque da partida foi a ineficiência do ataque das duas equipes, que criaram boas oportunidades de balançar as redes, principalmente no segundo tempo, porém, pecando nas finalizações. O time da casa ainda esbarrou em grandes defesas do goleiro Marcos e na trave, que por duas vezes evitou o gol. O empate por 0 a 0 foi melhor para o Boa, que conquistou um ponto fora de casa, somando cinco e ocupando 12ª posição. O Paraná acumula também cinco pontos e está nono lugar.

Na próxima rodada, o Boa Esporte joga novamente fora de casa. Desta vez, irá enfrentar o Luverdense, no Passo das Emas, às 21h50 da terça-feira. O Paraná terá pela frente o Avaí, na Ressacada, às 19h30, do mesmo dia.

Foto: CBF.com.br

O jogo

Sem vencer na Vila Capanema nesta Série B, o Paraná fez um primeiro tempo superior ao adversário. Aos 15 minutos, Gabriel Barcos driblou o zagueiro Wallace, invadiu a área e bateu cruzado; a bola desviou e encontrou a trave. Keno recebeu pela lateral, aos 33 minutos, e rolou para Edson Sitta que chutou forte, mas sem direção. Em bela jogada, Keno fez fila na defesa do Boa Esporte, invadiu a área e, na finalização, saiu beliscando a trave. Por muito pouco, um golaço!

Jogando muito recuada, a equipe mineira não conseguia oferecer perigo ao Paraná. Quando avançava, o Boa insistia em bolas alçadas na área tentando encontrar o experiente atacante Fábio Júnior. Porém, o centroavante estava muito isolado, o que facilitava a sua marcação. Dessa maneira, a primeira finalização só saiu aos 45 minutos, em uma bola parada. Após escanteio, Thiago Carvalho cabeceou e o goleiro se esticou para fazer a defesa.

O Boa Esporte voltou melhor no segundo tempo e equilibrou o confronto. A equipe de Varginha passou a trabalhar as suas jogadas com maior velocidade e chegar com mais perigo ao gol adversário. O Paraná, aproveitando-se dos espaços cedidos pelo oponente, explorou os lances de contra-ataque, mas teve dificuldades de encaixar o último passe para uma finalização com maior qualidade.

Aos dez minutos, Fábio Júnior dividiu com a zaga, ficou com a bola e chutou cara a cara com Marcos; o goleiro do Paraná fez bela defesa para evitar o gol. O time da casa respondeu quatro minutos depois. Thiago Humberto recebeu pela esquerda e tocou para Breno, que cruzou; a bola desviou em Thiago Carvalho, bateu na trave e passou por trás de Emerson, mas não entrou. O Boa por muito pouco não abriu o placar aos 17 minutos. Malaquias bateu de primeira e bola arrancou tinta da trave de Marcos.

O equilíbrio se estendeu até o fim da partida. O Tricolor teve uma chance clara aos 24 minutos. Após confusão dentro da pequena área, a bola estava entrando no gol quando Moisés Ribeiro tirou. O Boa rebateu em seguida com Fernando Karanga. O atacante, de cara para o gol, chutou cruzado e Marcos mandou para a linha de fundos com a ponta dos dedos. A partida só terminou com o placar inalterado devido a uma grande defesa do goleiro Emerson no final. Aos 44 minutos, Lúcio Flávio cobrou falta colocada e o arqueiro se esticou todo para evitar o gol.

Ficha de jogo:

Paraná 0 x 0 Boa Esporte

PARANÁ:
Marcos; Carlinhos Miranda (Carlinhos), Gustavo, Anderson Rosa e Breno; Edson Sitta, Cambará (Thiago Humberto), Lucio Flávio e Henrique Santos (Juliano Mineiro); Gabriel Barcos e Keno.
Técnico: Claudinei Oliveira

BOA ESPORTE:
Emerson; Maranhão, Wallace, Thiago Carvalho e Marinho Donizete; Moisés Ribeiro, Vinícius Hess, Betinho e Pedrinho (Fernando Karanga); Fábio Júnior e Malaquias.
Técnico: Nedo Xavier.

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Público: 2.046 pagantes - 2.885 presentes
Renda:  R$ 33.690
Data: 16/05/2014
Horário: 21h

Árbitro: Marcos Mateus Pereira (MS)
Assistentes: Antônio Luiz Guimarães Lugo (MS) e Edmilson da Silva Rodrigues (MS)

Cartões amarelos: Gabriel Barcos, Lucio Flávio, Anderson Rosa (Paraná); Moisés Ribeiro e Wallace (Boa Esporte)

***

5ª rodada: 
Terça (13), às 21h50: 
Oeste 1x1 Ponte Preta 
Sexta (16), às 21h: 
Paraná 0x0 Boa Esporte 
Sábado (17), às 16h30: 
América-MG x Vila Nova
Icasa x Santa Cruz
Portuguesa x América-RN 
Avaí x Ceará 
ABC x Sampaio Corrêa 
21h: 
Atlético-GO x Joinville 
Luverdense x Bragantino 
Sexta (6/6), às 21h:
Náutico x Vasco

Classificação:
1 - Joinville - 12 pontos 
2 - América-MG - 10 pontos 
3 - Vasco - 7 pontos, 2 vitórias e 4 gols de saldo 
4 - ABC - 7 pontos, 2 vitórias e 2 gols de saldo 
5 - Ceará - 7 pontos, 2 vitórias e -1 gol de saldo
6 - Ponte Preta - 7 pontos e 1 vitória (5 jogos)
7 - Luverdense - 6 pontos
8 - Náutico - 5 pontos e 1 gol de saldo
9 - Paraná - 5 pontos e 0 gol de saldo (5 jogos)
10 - Bragantino - 5 pontos e -1 gol de saldo
11 - Oeste - 5 pontos, -2 gols de saldo e 5 gols pró (5 jogos)
12 - Boa Esporte - 4 pontos, -2 gols de saldo e 4 gols pró (5 jogos)
13 - Sampaio Corrêa - 4 pontos, 1 vitória e 1 gol de saldo (3 jogos)
14 - América-RN - 4 pontos, 1 vitória e -1 gol de saldo
15 - Icasa - 4 pontos, 1 vitória e -3 gols de saldo
16 - Santa Cruz - 4 pontos e 0 vitória
17 - Avaí - 3 pontos e 1 vitória (3 jogos)
18 - Atlético-GO - 3 pontos e 0 vitória 
19 - Portuguesa - 2 pontos 
20 - Vila Nova - 1 ponto

0 comentários :

Postar um comentário