quinta-feira, 29 de maio de 2014

Igualdade

Com dois gols no fim, Atlético-PR e São Paulo ficam no empate em Uberlândia

De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

29/05/2014 - Atlético-PR e São Paulo empataram por 2 a 2 na noite desta quarta-feira, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O Furacão mandou a partida no Parque do Sabiá, em Uberlândia, já que não pode jogar em casa porque está punido por confusão com torcedores do Vasco no Brasileirão do ano passado. O time paranaense abriu o placar com Bady, mas os tricolores empataram com Rogério Ceni, em cobrança de pênalti. Nos minutos finais, Cléo e Luis Fabiano marcaram e mantiveram a igualdade: 2 a 2.

O resultado não foi bom para nenhuma das equipes. O Atlético-PR, que almejava ficar mais próximo da zona de classificação para a Libertadores, possui 10 pontos e aparece na 11ª colocação. Já o São Paulo chegou aos 13 pontos e segue próximo ao G-4, na oitava posição. O líder Cruzeiro, derrotado pelo Corinthians, soma 16.

As duas equipes voltam a campo no próximo fim de semana, pela nona rodada do Brasileirão. O São Paulo recebe o Atlético-MG no Morumbi, às 18h30 de sábado (31). O Atlético-PR enfrenta o Figueirense, no Orlando Scarpelli, às 18h30 de domingo (1).



O jogo

O Atlético-PR começou em busca de espaço, enquanto o São Paulo apertava a saída de bola. Estava bem difícil para o Furacão sair tocando da defesa, já que o Tricolor tocava bem com os atacantes. Aos três minutos, Douglas cometeu o primeiro vacilo da partida. Ele errou o domínio e perdeu a bola para Natanael; o lateral tocou para Douglas Coutinho, que chutou rasteiro, à direita de Rogério Ceni. A partida começou muito disputada na marcação, com os times errando muitos passes.

Aos sete, Denílson recebeu de Douglas e arriscou um chute de longe, e Weverton pegou em dois tempos. Os visitantes encontravam dificuldade, já que nem Souza nem Denílson conseguiam levar a bola até Ganso. Aos 30, Sueliton cruzou da direita, Douglas perdeu o controle da bola e entregou de bandeja para Bady estufar as redes.

No minuto seguinte, o São Paulo respondeu com perigo. Osvaldo arrancou em velocidade e chutou forte; a bola passou muito perto do gol de Weverton. Aos 36, após cobrança de escanteio, Antônio Carlos desviou de cabeça e a bola passou por cima da trave.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Muricy Ramalho fez uma alteração. Boschilia entrou no lugar do apagado Alexandre Pato. O São Paulo se adiantou todo ao ataque em busca do empate, mas abria espaço para o Atlético-PR sair em velocidade. Aos 22, Marcos Guilherme disparou pela esquerda e tocou para Éderson, que ficou de frente para Rogério Ceni, mas errou o chute e mandou para fora. O time mandante tinha muito espaço nos contra-ataques.

De tanto tentar, o São Paulo chegou ao empate. Aos 28, Luis Fabiano foi derrubado por Deivid dentro da área. Rogério Ceni cobrou forte no meio do gol. Aos 32, Sueliton invadiu a área, mas Lucão travou na hora exata, evitando o segundo gol do Furacão. No lance seguinte, um lance polêmico. Osvaldo recebeu lançamento dentro da área e foi derrubado por Deivid, mas o pênalti não foi marcado pela arbitragem. Aos 34, Luis Fabiano perdeu uma chance incrível. Hudson cruzou para a área e a bola sobrou para o atacante dominar livre e chutar por cima do gol. O Tricolor tentava de tudo e empurrava o time mandante na defesa.

Aos 42, Boschilia puxou contra-ataque pela direita e chutou para Weverton espalmar. Luis Fabiano esperava livre na área. Aos 44, Natanael deu lindo lançamento para a área são-paulina. Cléo apareceu por trás da defesa e pegou de primeira, sem chances para Rogério Ceni, fazendo 2 a 1. O jogo se encaminhava para o seu fim, mas o São Paulo conseguiu chegar ao empate antes do término da partida. Aos 46, Osvaldo cruzou da esquerda, Natanael tentou cortar, mas a bola bateu em Luis Fabiano e entrou.

Ficha do jogo:

Atlético-PR 2x2 São Paulo

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Sueliton, Dráusio, Léo Pereira e Natanael; Deivid, Otávio, Bady (João Paulo) e Marcos Guilherme; Douglas Coutinho (Nathan) e Éderson (Cléo).
Técnico: Leandro Ávila

SÃO PAULO:
Rogério Ceni; Douglas, Lucão, Antônio Carlos e Reinaldo; Denílson (Hudson), Souza e Ganso; Osvaldo, Alexandre Pato (Boschilia) e Luis Fabiano.
Técnico: Muricy Ramalho

Local: Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG)
Data: 28/05/2014
Horário: 22h
Público: 2.768 torcedores
Renda: R$ 125.800,00

Gol: Atlético: Bady, aos 30 minutos do primeiro tempo, e Cléo, aos 44 minutos do segundo tempo; São Paulo: Rogério Ceni, aos 30, e Luis Fabiano, aos 46 minutos do segundo tempo

Árbitro: Anderson Daronco (RS) 
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Jose Antônio Chaves Franco Filho (RS)

Cartões amarelos: Léo Pereira e Deivid (Atlético-PR); Osvaldo (São Paulo)


***

8ª rodada: 
Quarta (28/5), às 19h30: 
Sport 0x0 Grêmio
Criciúma 1x0 Coritiba
21h: 
Internacional 2x0 Chapecoense
22h: 
Quinta (29), às 19h30: 
Flamengo x Figueirense
21h: 
Bahia x Santos

Classificação: 
1 - Cruzeiro - 16 pontos
2 - Fluminense - 15 pontos e 5 vitórias
3 - Corinthians - 15 pontos, 4 vitórias e 6 gols de saldo
4 - Internacional - 15 pontos, 4 vitórias, 3 gols de saldo e 11 gols pró
5 - Goiás - 15 pontos, 4 vitórias, 3 gols de saldo e 7 gols pró
6 - Atlético-MG - 14 pontos e 3 gols de saldo
7 - Grêmio - 14 pontos e 2 gols de saldo
8 - São Paulo - 13 pontos
9 - Palmeiras - 12 pontos 
10 - Criciúma - 11 pontos
11 - Atlético-PR - 10 pontos
12 - Botafogo - 8 pontos, 2 vitórias, 1 gol de saldo e 12 gols pró  
13 - Bahia - 8 pontos, 2 vitórias, 1 gol de saldo e 6 gols pró (6 jogos)
14 - Sport - 8 pontos, 2 vitórias e -4 gols de saldo (7 jogos)
15 - Santos - 8 pontos e 1 vitória (7 jogos)
16 - Vitória - 7 pontos 
17 - Flamengo - 6 pontos (7 jogos)
18 - Chapecoense - 5 pontos
19 - Coritiba - 4 pontos 
20 - Figueirense - 3 pontos (7 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário