quarta-feira, 14 de maio de 2014

Com erros e auxílios

Chris Paul erra, árbitro faz lambança e Oklahoma City vence os Clippers em final improvável

De São Paulo.
Por Eduardo do Carmo.

14/05/2014 - O Los Angeles Clippers tinha a vitória do jogo 5 da série semifinal da NBA contra o Oklahoma City Thunder nas mãos. Faltando um minuto para o fim da partida, eram sete pontos de diferença. O triunfo dos visitantes na Chesapeake Energy Arena, na noite desta terça-feira, já era dado como certo. Alguns erros, porém, nos segundos finais, foram decisivos para que o Thunder fizesse 105 a 104 em uma conquista inacreditável.

O armador dos Clippers, Chris Paul, perdeu uma bola ainda na quadra defensiva, além de outros dois erros. O lance capital aconteceu quando Reggie Jackson pegou a bola perdida por CP3, mas desperdiçou a chance. O atleta do Thunder foi o último a tocar na bola antes da saída. A arbitragem, no entanto, deu fundo bola para o time mandante, o que gerou revolta do treinador Doc Rivers. 

Na sequência do lance, Westbrook recebeu e arriscou de três. O árbitro viu falta de Chris Paul e o armador do Oklahoma City converteu os três lances livres. Assim, o OKC virou o jogo. Os Clippers ainda tiveram seis segundos para armar a derradeira jogada, mas Paul errou novamente.

Em destaque, Chris Paul e Russell Westbrook, armadores de Clippers e Thunder, respectivamente.
(Foto: Layne Murdoch/NBAE/Getty Images)

Em atuação espetacular, Russell Westbrook foi o cestinha com 38 pontos. Kevin Durant chegou ao double-double ao anotar 27 pontos e pegar dez rebotes.

Pelos Clippers, outros três jogadores chegaram ao double-double: Blake Griffin (24 pontos e 17 rebotes), Matt Barnes (16 pontos e dez rebotes) e Chris Paul (17 pontos e 14 assistências).

Com o resultado positivo, o OKC tem 3 a 2 na série. Na quinta-feira, em Los Angeles, será realizado o embate de número 6. Um novo triunfo do Thunder e o duelo estará definido. Em caso de vitória dos Clippers, haverá um jogo de desempate, em Oklahoma.

Quando a bola subiu...

O Los Angeles Clippers começou melhor e, com metade do primeiro período, colocou 18 a 10 no placar. Muito por conta da boa atuação de Griffin, que tinha 100% nos arremessos de quadra e oito pontos. Os visitantes mantiveram a boa vantagem e terminaram o quarto com 34 a 25. 

No segundo período, OKC fez seis pontos seguidos e encostou no marcador. Faltando nove minutos para o intervalo, Kevin Durant foi certeiro em uma bola de três e os donos da casa diminuíram o prejuízo para apenas dois pontos: 36 a 34. Tudo isso aconteceu com Chris Paul no banco. Quando o armador dos Clippers voltou, a equipe de Los Angeles melhorou: 50 a 41. O time visitante foi para o vestiário com 58 a 52 a seu favor.

Na volta, alguns problemas para os Clippers. O Thunder se recuperou e Westbrook forçou a quinta falta de Deandre Jordan, que foi para o banco. Faltando três minutos para o fim do terceiro quarto, o Oklahoma City ficou bem perto da igualdade. Foi aí que apareceu Jamal Crawford para barrar a reação. O melhor sexto homem da temporada fez uma jogada de quatro pontos e, na sequência, outra de três: 86 a 80.

O último período começou muito veloz. Mais uma vez, o OKC ameaçou o time de LA, que brecou e frustrou a oportunidade de aproximação. Faltando menos de seis minutos por jogar, 96 a 88 Clippers. Com a vantagem, o time de Doc Rivers passou a gastar o tempo em suas posses de bola, mas falhou nos ataques.

Os dois minutos finais foram eletrizantes. O Thunder reforçou o setor defensivo, os Clippers perderam Deandre Jordan por conta das seis faltas e a diferença caiu para quatro pontos: 101 a 97. Blake Griffin teve dois lances livres. Acertou o primeiro e errou o segundo. Glen Davis pegou um importante rebote e passou para Chris Paul, que fez mais dois pontos e deixou a situação menos complicada.

O triunfo já era quase certo, mas o OKC voltou para o jogo. Com 104 a 102 contra, a equipe da casa, faltando seis segundos, virou a partida em três lances livres certeiros de Westbrook. Ocorreu excessiva reclamação por parte do treinador de Los Angeles, já que houve um erro capital do árbitro na origem da jogada. A posse de bola no fundo da quadra foi invertida. A arbitragem marcou toque de Paul, quando Reggie Jackson foi o último a tocar antes da saída. Os Clippers ainda tiveram a chance final. Mais um erro do armador de LA definiu o resultado inesperado.

(3) Los Angeles Clippers 2x3 Oklahoma City Thunder (2)
05/05, às 22h30: Los Angeles Clippers 122 @ 105 Oklahoma City Thunder
07/05, às 22h30: Los Angeles Clippers 101 @ 112 Oklahoma City Thunder
09/05, às 23h30: Oklahoma City Thunder 118 @ 112 Los Angeles Clippers
11/05, às 16h30: Oklahoma City Thunder 99 @ 101 Los Angeles Clippers
13/05, às 22h30: Los Angeles Clippers 104 @ 105 Oklahoma City Thunder
15/05: Oklahoma City Thunder @ Los Angeles Clippers
18/05: Los Angeles Clippers @ Oklahoma City Thunder


Na página da NBA, a tabela completa dos playoffs.

0 comentários :

Postar um comentário