sexta-feira, 30 de maio de 2014

B.A na Copa #19: Só na estampa

Veja a lista de atletas que integraram o álbum da seleção nas Copas, mas que não disputaram o torneio

De Belo Horizonte. 

Por Boleiros da Arquibancada. 

30/05/2014 - Dá para montar uma seleção inteira, com titulares e reservas, só de jogadores convocados pelos editores da Panini, mas que foram deixados de lado na lista "pra valer" da Copa do Mundo. De 1970 - quando a empresa lançou o primeiro álbum do Mundial - a 2014, foram 23 erros, número exato de atletas a ser convocado por cada equipe.


A editora acertou todos os nomes somente na Copa de 1990. Nas outras, destacam-se os álbuns de 1974 e de 1986, com cinco erros em cada. Mas a culpa não é só da bola de cristal dos editores, já que alguns dos atletas foram cortados por lesão e outros, todos nós, torcedores, levaríamos. Mas, em cabeça de técnico de futebol sabe-se lá o que passa.

O volante Mauro Silva, titular na conquista do tetracampeonato em 1994, nos Estados Unidos, foi o que mais esteve nos cromos sem ser chamado. Ele foi figurinha carimbada nos álbuns de 1998 e de 2002, mas não esteve nesses Mundias.

Veja a lista de jogadores que foram para o álbum com a camisa da Seleçao Brasileira, mas que ficaram fora da Copa:

1970: Dirceu Lopes (Cruzeiro) – 1 erro entre 14 figurinhas

Preterido pelo técnico Zagallo, Dirceu foi dos craques que compôs o Cruzeiro campeão da Taça Brasil sobre o Santos de Pelé em 1966. Numa seleção repleta de grandes jogadores, era difícil encontrar espaço, mas a não convocação do jogador foi considerada injustiça (veja a lista de injustiçados) por parte da crítica e de torcedores.

1974: Felix (Fluminense), Carlos Alberto Torres (Santos), Clodoaldo (Santos – cortado por lesão), Carbone (Botafogo) e Palhinha (Corinthians) – 5 erros entre 20 figurinhas

1978: Zé Maria (Corinthians – cortado por lesão), Paulo Cesar Caju (Botafogo), Luis Pereira (Atlético de Madrid) e Raul Plassmann (Cruzeiro) – 4 erros entre 16 figurinhas

1982: Zé Sérgio (São Paulo) – 1 erro entre 16 figurinhas

1986: Leandro (Flamengo), Mozer (Flamengo – cortado por lesão), Toninho Cerezo (Roma – cortado por lesão), Renato Gaúcho e Éder Aleixo (Palmeiras) – 5 erros entre 16 figurinhas

Leandro e Renato Gaúcho estiveram com a seleção até os últimos momentos antes da chamada final, mas o atacante foi cortado por indisciplina. Em solidariedade ao companheiro e, ao mesmo tempo, em enfrentamento a Telê Santana, Leandro comunicou ao técnico que também não jogaria a Copa.

1990: nenhum erro entre 17 figurinhas

1994: Ricardo Gomes (Paris Saint Germain – cortado por lesão), Palhinha (São Paulo) e Evair (Palmeiras) – 3 erros entre 17 figurinhas

1998: Flavio Conceição (Deportivo La Coruña – cortado por lesão), Mauro Silva (Deportivo La Coruña), Zé Maria (Parma) e Romário (Flamengo – cortado por lesão) – 4 erros entre 16 figurinhas

2002 (edição nacional): Juan (Flamengo) e Emerson (Roma – cortado por lesão) – 2 erros entre 16 figurinhas

2002 (edição europeia): Antônio Carlos Zago (Roma), Zé Roberto (Bayer Leverkusen), Mauro Silva (Deportivo La Coruña) e Emerson (Roma – cortado por lesão) – 4 erros entre 16 figurinhas

O volante Emerson chegou a viajar com a Seleção Brasileira para a Coreia, mas se machucou num rachão, ao atuar como goleiro.

2006: Roque Júnior (Bayer Leverkusen), Julio Baptista (Real Madrid) e Renato (Sevilla) – 3 erros entre 17 figurinhas

2010: André Santos (Fenerbahçe), Ronaldinho (Milan) e  Adriano (Roma) – 3 erros entre 17 figurinhas

2014: Robinho (Milan) - 1 erro entre 17 figurinhas

Com informações do: http://guiadoscuriosos.com.br/blog/2014/05/06/figurinhas-descarimbadas-os-jogadores-que-foram-para-o-album-mas-nao-para-a-copa/

Clique e confira mais matérias da série "B.A. na Copa".

0 comentários :

Postar um comentário