sexta-feira, 4 de abril de 2014

Galo nas oitavas

Santa Fé e Atlético-MG ficam no empate na Colômbia e Galo ganrante a classificação na Libertadores

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

04/04/2014 - O resultado não foi o melhor possível, mas serviu para consolidar a classificação do Atlético-MG para as oitavas de final da Taça Libertadores da América 2014. Em partida disputada no Estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, o Galo encarou o Independiente Santa Fé e ficou no empate por 1 a 1.

O jogo teve cara de decisão para o Independiente Santa Fé, lanterna da chave, pois a equipe colombiana, previamente apontada como uma das favoritas a classificação no grupo 4, poderia até ser eliminada em caso de derrota. Agora, precisa vencer o embate decisivo diante do Nacional, terceiro colocado, em Assunção, no Paraguai. Além de tudo, terá que torcer por uma vitória do Atlético-MG, líder, sobre o segundo, Zamora-VEN.

  Titular, Guilherme marcou belo gol em tabela com Jô.
(Foto: Bruno Cantini/Atlético Mineiro)

O Atlético-MG passa a ter olhos para a decisão do Campeonato Mineiro contra o Cruzeiro, neste domingo, às 16h, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, com torcida exclusiva do Galo no Horto. A Libertadores entra em cena apenas na próxima quinta-feira (10), às 17h30, diante do Zamora-VEN, no Independência, em Belo Horizonte.

Tática funciona

Os jogadores se depararam com um gramado totalmente encharcado, mas que ainda oferecia condições de jogo aos atletas. Nem a chuva que caiu na capital colombiana poderia afastar "os cardiais", como são chamados os torcedores do Santa Fé. O Atlético, que entrara com um time mais técnico, poderia ser mais prejudicado. Mas esta preocupação teve fim aos sete minutos, após troca de passes entre Guilherme e Jô, e finalização precisa do primeiro para o fundo da rede colombiana.

O gol acendeu os jogadores do Santa Fé, que começaram à atacar muito, e com certa desorganização. Sobrou para o goleiro Victor, que fez grande defesa em cabeçada de Ferreira, e em chutes de Copete e Anchico. Na reta final do primeiro tempo, Jô recebeu bom passe de Guilherme, chutou cruzado, mas Camilo Vargas realizou excelente intervenção.

Domínio colombiano  

Com duas mexidas logo no intervalo - Arias e Medina em lugares de Ferreira e Herrera -, o técnico Wilson Gutierrez colocou o time mais leve e atacando mais. Não demorou muito e a pressão desordenada da equipe colombiana tornou-se mais consistente e bem melhor planejada. O técnico do Atlético, Paulo Autuori, sacou Diego Tardelli, aparentemente com dor muscular, e entrou com Alex Silva. Em questão de dois minutos, Cuero empatou a partida após cruzamento que veio da direita por Medina.

Autuori alterou o estilo de jogo atleticano, entrando com Neto Berola e Marion e tirando Guilherme e Leandro Donizete. Perdia na técnica, mas ganhava em velocidade. Victor continuava fazendo santidades debaixo das traves e evitando a derrota, além dos erros sucessivos de finalização do Santa Fé, que levaram ao empate por 1 a 1.

Ficha do jogo:

Independiente Santa Fé 1 x 1 Atlético-MG

SANTA FÉ:
Vargas; Anchico, De La Cuesta, Francisco Meza e Mosquera; Daniel Torres, Édison Méndez (Pacheco), Cuero e David Ferreira (Árias); Herrera (Medina) e Jonathan Copete.
Técnico: Wilson Gutiérrez

ATLÉTICO:
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Otamendi e Dátolo; Pierre, Leandro Donizete (Marion), Guilherme (Neto Berola), Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli (Alex Silva); Jô.
Técnico: Paulo Autuori

Local: Estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia
Data: 03/04/2014
Horário: 23 horas (horário de Brasília)

Árbitro: Saul Laverni (ARG)
Auxiliares: Ernesto Uziga (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)

Gols: Guilherme (Atlético), aos sete minutos do primeiro tempo; Cuero (Santa Fé), aos 17 minutos do segundo tempo 

0 comentários :

Postar um comentário