domingo, 13 de abril de 2014

Campeão de tudo

No Mineirinho lotado, Sada Cruzeiro domina Sesi-SP e conquista sua segunda Superliga Masculina de Vôlei

Do Mineirinho, em Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

13/04/2014 - Incontestável. Essa talvez seja a melhor palavra para definir não só o momento, mas os últimos quatro anos do Sada Cruzeiro. 15 finais disputadas, 12 títulos. Campeão Sul-Americano, Mundial, da Copa Brasil e, agora, duas vezes campeão da Superliga Masculina de Vôlei. A festa deste domingo estava montada, e ainda tinha a motivação quanto ao clima de revanche, já que o Sesi bateu o Cruzeiro em 2010/2011 no mesmo Mineirinho que recebeu a final de hoje. Casa cheia, 14 mil torcedores empurrando, intimidando o time paulista. Não tinha como. O título da temporada 2013/2014 tinha que ser da equipe mineira, que cumpriu seu papel. Vitória tranquila por 3 sets a 0, com parciais de 21/19, 21/17 e 21/18, na manhã deste domingo.


Foto: João Vitor Cirilo/Boleiros da Arquibancada

O levantador William foi escolhido o melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei. O ponteiro Filipe, um dos nomes do jogo, fez 10 pontos, assim como Wallace. Renan, oposto do Sesi, fez nove. O Sada Cruzeiro comemora sua segunda Superliga (também venceu em 2011/2012, batendo o Vôlei Futuro), enquanto o Sesi, que tem uma conquista, perdeu sua segunda final.

O Cruzeiro volta suas atenções para o Mundial, também disputado no Mineirinho, entre 5 e 10 de maio. A equipe mineira defende o título.

Quando a bola subiu...

Dois erros seguidos de ataque do Sesi (Sidão e Renan) fizeram o Sada Cruzeiro abrir 3 a 0, mas o time paulista logo se recuperou com bloqueio de Lucão e erros seguidos de Wallace (4/5). Em jogo de altíssimo nível técnico e equilibrado, o Cruzeiro chegou à frente na primeira parada. Na metade do set, dois bloqueios de Isac fizeram o time abrir 11 a 9. Posteriormente, essa vantagem chegou a três pontos (16 a 13), quando Marcos Pacheco gastou seu segundo tempo. O Cruzeiro chegou a 20/17, e o Sesi reagiu. Marcelo Méndez parou o jogo e Wallace fechou em 21/19.

Início de segundo set equilibrado. Ninguém conseguiu abrir vantagem. O Sada abriu 11 a 9 e Pacheco parou o jogo. Filipe era o nome do set para o Cruzeiro, decidindo no ataque. O oposto Renan respondia do outro lado, fazendo uma segunda parcial maus regular. Entretanto, o Cruzeiro seguia com a margem de dois pontos. No fim da parcial, William chamou Wallace para o jogo no ataque, e um bloqueio de Éder facilitou as coisas. 21/17.

O oposto Renan, do Sesi, iniciou o terceiro set de maneira incrivelmente ruim, errando tudo. Do outro lado, tudo dava certo para o Sada Cruzeiro, que abriu 7 a 2 no primeiro tempo técnico. Com a vantagem construída, bastou manter a concentração para encaminhar a conquista. Além do ataque, o trabalho de bloqueio e defesa do time da casa também era impressionante. O título já tinha dono. 21/18 e 3 sets a 0.

Ficha do jogo:

Sada Cruzeiro x Sesi-SP
21/19, 21/17 e 21/18

SADA CRUZEIRO:
Começaram: William (0 ponto), Wallace (10), Filipe (10), Leal (9), Éder (7) e Isac (4). Líbero: Serginho.
Entraram: Vinhedo (0), Douglas Cordeiro (0) e PV (0).
Técnico: Marcelo Méndez

SESI-SP:
Começaram: Sandro (0), Renan (9), Murilo (4), Lucarelli (7), Sidão (6) e Lucão (7). Líbero: Serginho.
Entraram: Manius (1), Mão (1), Thiaguinho (0) e Rogério (0).
Técnico: Marcos Pacheco

Local: Mineirinho, em Belo Horizonte (MG)
Público: 14000
Data: 13/04/14
Horário: 10h (de Brasília)

Arbitragem: Paulo Turci (PR) e Paulo Beal (SC)

Troféu VivaVôlei - melhor em quadra: William (SDC)

0 comentários :

Postar um comentário