quarta-feira, 26 de março de 2014

Show de bola

Peixe goleia Macaca na Vila Belmiro e avança às semifinais do Paulistão

De São Paulo.
Por Eduardo do Carmo.

26/03/2014 - O Santos mostrou mais uma vez todo o seu poderio ofensivo e goleou a Ponte Preta, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. Pelas quartas de final do Campeonato Paulista, o alvinegro praiano fez 4 a 0 na equipe de Campinas e chegou às semifinais do estadual. Os gols foram marcados por Cícero, Diego Cardoso, Gabriel e Geuvânio.

Ataque santista funciona novamente e comemora quatro gols diante da Ponte Preta.
(Foto: Ricardo Saibun/Santos FC)

Além do poderoso ataque, o Santos mostra outro grande trunfo para a temporada: o alçapão da Vila. O Peixe segue com 100% de aproveitamento em seus domínios.

Foi o segundo confronto entre os times em quartas de final do Paulista. Em 2011, ainda com Neymar, o Peixe derrotou a Macaca por 1 a 0. O gol foi marcado pelo próprio craque, agora do Barcelona. Por conta do regulamento, as duas equipes não se enfrentaram na primeira fase.

Nos últimos cinco anos, o Santos marcou presença na decisão do Paulistão. Em 2009 e 2013, ficou com a segunda colocação. O alvinegro levantou as taças de 2010, 2011 e 2012. A Ponte Preta, por sua vez, nos últimos três anos, ficou entre as oito melhores equipes da competição.

Na sequência, o Santos encara o time de pior desempenho entre os quatro semifinalistas. Por ter feito a melhor campanha, decide na Vila Belmiro a vaga para a grande final. No outro duelo do horário, o Ituano eliminou o Botafogo de Ribeirão Preto nos pênaltis. Nos outros dois embates, o São Paulo encara a Penapolense, hoje, e o Palmeiras enfrenta o Bragantino na quinta-feira.

O jogo

Os donos da casa tomaram conta do duelo desde os instantes iniciais. Logo no primeiro minuto, o lateral Neto lançou Leandro Damião, que não conseguiu o domínio. Três minutos mais tarde, os meninos da vila apareceram. Primeiro foi a vez de Gabriel, que recebeu cruzamento de Thiago Ribeiro, mas foi abafado pelo goleiro Roberto. Aos 11, Geuvânio fez boa jogada e acertou a rede pelo lado de fora.

Aos 15, a Ponte Preta chegou pela primeira vez. Após escanteio cobrado por Silvinho, a zaga santista afastou. A Macaca alçou a bola na área novamente e Alemão, livre, errou o cabeceio. Aos 20, Leandro Damião quase abriu o marcador. O atacante dominou na entrada da área, cortou o zagueiro e arrematou. Bem colocado, Roberto espalmou para escanteio.

Dois minutos depois, o placar saiu do zero. Cícero aproveitou sobra na área e colocou o Santos em vantagem na partida. Após o gol, o Santos diminuiu o ritmo e apostou em uma falha adversária para o contragolpe. A Ponte buscava o empate e assustou o Peixe aos 36, quando Adrianinho cruzou e Diego Sacoman quase acertou o alvo de cabeça. O time da Vila Belmiro respondeu aos 41. Cicinho recebeu de Geuvânio e bateu cruzado. Damião desviou e Roberto salvou com os pés. No rebote, Geuvânio quase ampliou.

Na segunda etapa, o Santos foi arrasador. Logo aos 4, em linda bicicleta, Damião serviu Geuvânio, que avançou pela direita e chutou no canto: 2 a 0. Já aos 15, também pelo lado direito, Gabriel acertou chute rasteiro e marcou o terceiro dos mandantes.

Com o resultado muito favorável, o Santos atuou sossegado e contou com o nervosismo da Ponte para seguir no domínio das ações. Aos 29, Thiago Ribeiro arriscou de longe e Roberto mandou pela linha de fundo. Um minuto depois, Diego Cardoso driblou Roberto, mas a zaga salvou em cima da linha. Aos 34, porém, o jovem não desperdiçou. Cícero partiu pela direita e rolou para o primeiro gol do atacante com a camisa santista.

0 comentários :

Postar um comentário