sábado, 29 de março de 2014

Quatro seguidas

Na Arena Vivo, Sada Cruzeiro chega à sua quarta final de Superliga consecutiva batendo o Minas em três sets

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

29/03/2014 - Parecia a casa do Sada Cruzeiro. Olhando para a arquibancada da Arena Vivo e contando com o apoio do seu torcedor, o Sada se impôs e jogou como deve sempre jogar um time que é campeão do mundo. Na manhã deste sábado, a Raposa despachou o Minas fazendo 3 sets a 0 (21/17, 21/17 e 21/16), fechando a série semifinal da Superliga Masculina de Vôlei em 2 a 0. São quatro finais consecutivas de liga e 15 decisões no total nos últimos quatro anos. É a consagração de um projeto bem estruturado, sob o comando do argentino Marcelo Méndez. 

 O Sada Cruzeiro chega à sua quarta final de Superliga consecutiva.
(Foto: Thomás Santos)

No jogo de hoje, domínio total do Sada Cruzeiro. O primeiro e o terceiro set foram mais equilibrados, enquanto o segundo foi jogo de um time só. Na terceira parcial, um equívoco grave da arbitragem fez com que um 7 a 6 a favor do Minas virasse 7 a 6 contra, o que complicou a partida de vez. Mas o lance não tira os méritos do Sada, que é o único responsável pela classificação e aguarda de camarote a definição do outro finalista, que sai da série entre Sesi-SP e Brasil Kirin. No primeiro duelo, em São Paulo, Sesi 3 a 1. A segunda partida será no próximo sábado (5), às 9h30, em Campinas. A final será no Mineirinho, no dia 13 de abril.

O ponteiro cubano Leal, que ficou com o Troféu VivaVôlei ao ser escolhido o melhor em quadra, foi o maior pontuador do Sada Cruzeiro e da partida, com 12 acertos. O oposto Wallace fez 11 e o central Isac fez 10. Pelo Minas, Filip fez nove pontos.

Logo mais, na Rádio B.A., entrevistas e outros detalhes da semifinal de hoje. 

3600 torcedores lotaram a Arena neste sábado.
(Foto: Thomás Santos)

Quando a bola subiu...

Buscando uma melhora no trabalho de passe, Ricardo Picinin escalou Léo Mineiro como titular no Minas. E o jogo começou em altíssimo nível, equilibrado, com os dois times com muita agressividade. A igualdade se dava até em erros. O saque do Minas, apesar de Maurício ter feito um ace, não entrava da melhor forma. O Sada abriu 7 a 6. Depois, conseguiu uma boa sequência no saque do levantador William. Aliado a isso, um ótimo trabalho de bloqueio, com três pontos seguidos fez o Cruzeiro abrir 14 a 8. Antes disso, o técnico Ricardo Picinin tirou Maurício, com passe muito ruim, e colocou Rapha. O Minas chegou a buscar o jogo com seu bloqueio, mas o Sada voltou a abrir e fechou o set em 21 a 17.

O Cruzeiro voltou abrindo 3 a 0 no segundo set, obrigando o técnico Picinin a parar logo o jogo. O Sada seguiu à frente durante o set, abrindo cinco de vantagem em 10 a 5. Com Henrique no saque, o Minas trouxe o prejuízo para três pontos, mas logo o Sada retomou e abriu 14 a 9. Dominando toda a parcial, o Cruzeiro fez novo 21 a 19 e abriu 2 a 0 no jogo.

Enfim, o quarto set foi equilibrado. Os times chegaram empatados em 6 a 6, quando o árbitro Rogério Espicalsky cometeu erro gravíssimo ao não anotar um ataque na rede. Além disso, deu um cartão vermelho para o Minas, dando um ponto para o Sada. O que seria um 7 a 6 a favor, virou contra o Minas. A marcação complicou de vez a partida para o Minas, que viu o adversário abrir três pontos. Dali pra frente, o Cruzeiro não vacilou mais e fechou o set decisivo em 21 a 16, e o jogo em 3 a 0.

Ficha do jogo: 

Vivo/Minas 0x3 Sada Cruzeiro 
17/21, 17/21 e 16/21 

MINAS: 
Começaram: Marcelinho (0 ponto), Filip (9), Léo Mineiro (3), Maurício (1), Otávio (1) e Henrique (4). Líbero: Lukinha.
Entraram: Raphael (7), Bjelica (1), Evandro (0) e Franco (0). 
Técnico: Ricardo Picinin

SADA CRUZEIRO:
Começaram: William (2), Wallace (11), Leal (12), Filipe (5), Isac (10) e Éder (3). Líbero: Serginho. 
Entraram: PV (2) e Vinhedo (0). 
Técnico: Marcelo Méndez

Local: Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG)
Público: 3600
Data: 29/03/2014
Horário: 10h

Arbitragem: Rogério Espicalsky (ES) e Jediel Hosana de Carvalho (SP)

Troféu VivaVôlei - melhor em quadra: Leal (SDC)

***

SEMIFINAIS - MELHOR DE TRÊS JOGOS:

1ª rodada:
Sábado (22/3), às 21h30: 
Terça (25/3), às 20h30: 

2ª rodada: 
Sábado (29/3), às 10h: 
Vivo/Minas 0x3 Sada Cruzeiro, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG) - 17/21, 17/21 e 16/21
Sábado (5/4), às 9h30: 
Brasil Kirin x Sesi-SP, no Taquaral, em Campinas (SP) 

3ª rodada (caso necessário): 
Segunda (7/4), às 18h45: 
Sesi-SP x Brasil Kirin, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) 

0 comentários :

Postar um comentário