terça-feira, 25 de março de 2014

Primeiro passo

Em partida equilibrada, Sesi vence Brasil Kirin e sai na frente na semifinal da Superliga Masculina de Vôlei

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

25/03/2014 - Se no outro duelo da semifinal da Superliga Masculina de Vôlei o clássico é mineiro, entre Sada Cruzeiro e Vivo/Minas, o confronto da segunda semi é um duelo paulista. Sesi-SP e Brasil Kirin já se enfrentaram diversas vezes nessa temporada e protagonizaram um jogo equilibrado na noite desta terça-feira. O Sesi levou a melhor jogando em casa, na Vila Leopoldina, onde venceu a equipe de Campinas por 3 sets a 1, com parciais 30/28, 17/21, 21/14 e 22/20, e abre 1 a 0 na melhor de três. O segundo jogo da série será no domingo (5), às 9h30, no Ginásio Taquaral, em Campinas.

Com 16 pontos, o ponteiro Lucarelli, do Sesi, foi o maior pontuador da partida. Pelo time campineiro, o também ponteiro Diogo anotou 13. Vindo do banco, o ponteiro Murilo anotou nove pontos para o Sesi e ficou com o Troféu VivaVôlei, para o melhor da partida. 

Foto: Alexandre Arruda/CBV

O jogo

A partida começou muito equilibrada, até que João Paulo Tavares foi para o saque e conseguiu cinco pontos consecutivos, colocando o Brasil Kirin com vantagem no marcador, 11 a 7. A sequência só foi quebrada com um erro de saque de João Paulo. O final de set foi emocionante. Após o time visitante perder dois set points e o Sesi deixar tudo igual, a disputa foi ponto a ponto e só acabou com um bloqueio de Lucão. O set durou 37 minutos e terminou em 30 a 28 para o time da casa.

O ritmo intenso persistiu no início do segundo set. O destaque do time de Campinas foi o bloqueio, que conseguiu parar por diversas vezes o ataque do Sesi, principalmente com Vini. A recepção da equipe da casa também funcionava bem, proporcionando alguns ralis. O time visitante era mais eficiente e, ao contrário do set anterior, foi decisivo no set point com o oposto Bérgamo, que fechou em 21 a 17 e empatou a partida.

No terceiro set, um apagão do Brasil Kirin. Jogando com o passe na mão e se aproveitando dos erros adversários, o Sesi abriu 14 a 9 com facilidade. Os visitantes não conseguiam reagir; pelo contrário, cometiam muitos erros. Dessa maneira, o set tornou-se fácil para os donos da casa, que só tiveram que cadenciar a vantagem para fechar em 21 a 14.

O Brasil Kirin começou melhor no quarto set, fazendo 9 a 5. No entanto, o Sesi buscou o resultado e, com o bloqueio sendo crucial, conseguiu empatar em 10 a 10. O jogo ficou equilibrado, porém, no momento decisivo, o time de Campinas cometeu erros determinantes e o Sesi fechou o set em 22 a 20.

Ficha de jogo

Sesi-SP 3 x 1 Vôlei Brasil Kirin
30/28, 17/21, 21/14 e 22/20

SESI-SP:
Começaram: Sandro (3 pontos), Renan (11), Lucarelli (16), Mão (2), Sidão (9) e Lucão (9). Líbero: Serginho.
Entraram: Manius (0), Murilo (9), Rogério (0) e Thiaguinho (0).
Técnico: Marcos Pacheco

VÔLEI BRASIL KIRIN:
Começaram: Paulo Renan (1), Rivaldo (11), Diogo (13), João Paulo Tavares (8), Vini (8) e Gustavão (11). Líbero: Alan.
Entraram: Rodriguinho (0), Bérgamo (2) e Mineiro (1).
Técnico: Alexandre Rivetti

Local: Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)
Público: 800
Data: 25/03/2014
Horário: 20h30

Arbitragem: Paulo Turci (PR) e Paulo Beal (SC)

Troféu VivaVôlei: Murilo (SESI)

***

SEMIFINAIS - MELHOR DE TRÊS JOGOS:

1ª rodada:
Sábado (22/3), às 21h30: 
Terça (25/3), às 20h30: 
Sesi-SP 3x1 Brasil Kirin, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) - 30/28, 17/21, 21/14 e 22/20

2ª rodada: 
Sábado (29/3), às 10h: 
Vivo/Minas x Sada Cruzeiro, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG) 
Sábado (5/4), às 9h30: 
Brasil Kirin x Sesi-SP, no Taquaral, em Campinas (SP) 

3ª rodada (caso necessário): 
Sábado (5/4), às 21h30: 
Sada Cruzeiro x Vivo/Minas, no Riacho, em Contagem (MG) 
Segunda (7/4), às 18h45: 
Sesi-SP x Brasil Kirin, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) 

0 comentários :

Postar um comentário