sábado, 29 de março de 2014

Dramático, mas salvo

Em jogo quente, Liga Sorocabana vence Minas na última bola e se livra do rebaixamento no NBB; minas-tenistas estão eliminados

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

29/03/2014 - A Liga Sorocabana entrou em quadra neste sábado dependendo apenas de si para se livrar do rebaixamento no Novo Basquete Brasil. Isso porque o Universo/Goiânia, então 16º colocado e primeiro da zona de rebaixamento, havia entrado em quadra logo antes e perdido para o Paschoalotto/Bauru. Assim, bastava um triunfo paulista para garantir a permanência na elite do basquete nacional. Do outro lado, o Minas ainda sonhava com uma possível classificação, que viria caso vencesse todos os últimos jogos e seus adversários perdessem (o que não aconteceu hoje). A partida foi definida de forma dramática. Com cesta decisiva de Schneider nos últimos 10 segundos, Sorocaba venceu a partida por 77 a 75 e se salvou.


Time do técnico Rinaldo Rodrigues se salvou em condições dramáticas.
(Foto: Orlando Bento/Minas TC)

O duelo foi quente. No terceiro quarto, quase o ala Betinho, do Minas, partiu pra cima do treinador adversário, Rinaldo Rodrigues, que falou muito o jogo todo e foi expulso pela arbitragem. No fim, não houve maiores problemas. No jogo, 20 pontos do pivô Márcio Cipriano, destaque de Sorocaba. Douglas Nunes, ala-pivô do Minas, fez um a menos.

Com o resultado, o Minas (10 vitórias em 30 jogos) não pode mais alcançar Mogi das Cruzes/Helbor e Macaé, que venceram esta noite. Mogi (13 vitórias em 21 jogos) já está garantido nos playoffs. Macaé (13 vitórias em 32 jogos), que fez seu último jogo, ainda tem chance. Pra isso, precisa torcer para o Palmeiras (13 vitórias em 30 jogos) perder seus dois últimos jogos neste meio de semana, contra Espírito Santo e Minas, o que resultaria em um empate triplo entre Palmeiras, Mogi e Macaé. No confronto direto, primeiro critério de desempate, Mogi e Macaé avançariam.

O Minas se despede da liga jogando na terça (1) e quinta-feira (3), contra Pinheiros/Sky e Palmeiras/Meltex, respectivamente.

Quando a bola subiu...

O Minas começou bem o jogo. Douglas Nunes se destacou no primeiro período, com aproveitamento máximo nos arremessos (4-4 no total, sendo um de três pontos), e anotou nove pontos. O time da casa venceu por 18 a 10. No segundo quarto, apagão. Sorocaba, que só dependia de si para se salvar do rebaixamento, foi pra cima, ganhava o duelo no garrafão e foi reduzindo a desvantagem até ela chegar a um ponto (25 a 24). Siqueira, com chute de três, fez o Minas voltar a pontuar. Os mandantes fecharam o primeiro tempo em 34 a 28.

A Liga Sorocabana voltou com tudo para o terceiro quarto. Na primeira posse, cesta de três. Dali pra frente, só deu Sorocaba, que chegou a abrir 12 a 2 no período (virada para 40 a 34). Porém, uma confusão no meio do set, que quase gerou uma briga, foi benéfica para o Minas. Betinho, revoltado com a provocação do treinador Rinaldo Rodrigues, de Sorocaba, partiu pra cima para tentar agredi-lo, mas foi contido pelos companheiros. No duelo do primeiro turno, no interior paulista, houve confusão entre os atletas mineiros, sobretudo Betinho, e a torcida de Sorocaba. Após uma falta técnica contra a Liga, o Minas melhorou, retomou a vantagem e entrou no último quarto vencendo por 58 a 53.

O período final foi sofrido para os atletas de Sorocaba, que estiveram atrás durante todo o tempo, mas não deixaram o Minas abrir. O técnico Rinaldo Rodrigues, de cabeça quente durante todo o duelo, foi expulso pelo árbitro Cristiano Maranho. Sem seu comandante em quadra, Sorocaba virou o jogo com 48 segundos restando no relógio, em chute de três de Luiz Felipe. Mas esse tempo é uma eternidade em jogos de basquete. Coelho devolveu o chute de três e, com 10 segundos restando e após Sorocaba errar lance livre, novamente Coelho acertou um de dois para empatar a partida. Porém, no lance seguinte, Schneider recebeu o passe e acertou de dois pontos. Elinho errou a infiltração no lance seguinte e quem comemorou foi a Liga Sorocabana. 77 a 75.


Ficha do jogo:

Minas Tênis Clube 75x77 Liga Sorocabana
1º tempo: 34x28 (18x10 e 16x18)
2º tempo: 41x49 (23x25 e 18x24)

MINAS:
Começaram: Elinho (6 pontos), Siqueira (5), Laing (8), Douglas Nunes (19) e George (13). 
Entraram: Coelho (12), Rafa Moreira (0), Ansaloni (4) e Betinho (8). 
Técnico: Carlos Romano 

LIGA SOROCABANA: 
Começaram: Luiz Felipe (10), Cox (18), Schneider (11), Verson (2) e Guilherme (11). 
Entraram: Thiaguinho (5), Diego Gomes (0), Alfredo (0), Cipriano (20), Lupa (0) e De Bem (0). 
Técnico: Rinaldo Rodrigues 

Local: Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG) 
Público: 296 (sem renda, entrada franca) 
Data: 29/03/2014 
Horário: 20h (de Brasília) 

Arbitragem: Cristiano Maranho (SC), Fabiano Huber (GO) e João Manuel Ricci (DF)

***

36ª rodada - CONCLUÍDA:
Sábado (29), às 17h:
Limeira 74x70 Brasília, no Vô Lucato, em Limeira (SP)
18h:
Bauru 85x78 Goiânia, no Panela de Pressão, em Bauru (SP)
São José 79x70 Pinheiros, no Lineu de Moura, em São José dos Campos (SP)
19h:
Espírito Santo 84x99 Paulistano, no Tartarugão, em Vila Velha (ES)
19h30:
Macaé 72x65 Uberlândia, no Tênis Clube Macaé, em Macaé (RJ)
20h:
Minas 75x77 Liga Sorocabana, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG)
21h:
Flamengo 92x89 Franca, no Tijuca TC, no Rio de Janeiro (RJ)

0 comentários :

Postar um comentário