domingo, 2 de fevereiro de 2014

Suado

Galo sai em desvantagem, mas vira contra Nacional e conquista primeira vitória na temporada

De Belo Horizonte.
Por Rafael Martins.

02/02/2014 - No retorno ao Independência, o Atlético conquistou sua primeira vitória em 2014. Pela segunda rodada do Campeonato Mineiro, outra vez jogando mal e com um time lento, a máxima “caiu no Horto, tá morto” falou mais alto e o 2 a 1 foi o placar final da partida contra o Nacional de Muriaé. A virada com sofrimento mostrou que o pouco tempo para preparação está fazendo a diferença contra a equipe belo-horizontina. Outra preocupação é o baixo número de jogadores em algumas posições, como a de zagueiro e de lateral esquerdo. Hoje, pra piorar, o Galo perdeu Emerson, com uma fratura na fíbula e rompimento dos ligamentos do tornozelo.

Na próxima rodada, o Atlético (terceiro colocado, com quatro pontos) continua a jogar em casa. Receberá a Tombense, às 22h da quarta-feira (5). Já o Nacional de Muriaé (vice-lanterna, sem pontuar e com apenas um jogo) vai até Poços de Caldas enfrentar a Caldense, também no meio de semana, mas às 19h30. O Nacional estreou hoje na competição, já que o duelo da primeira rodada, contra a Tombense, foi adiado para o dia 25.



Tardelli, Jô e Berola comemoram o gol da vitória.
(Foto: Bruno Cantini/Divulgação Atlético)

O jogo

Mais uma vez sem contar com Ronaldinho Gaúcho e improvisando na ala esquerda – desta vez o camisa 6 foi o meia Dátolo , o time comandado por Paulo Autuori teve dificuldades na primeira etapa. A falta de ritmo voltou a ser notada e o time do Nacional estava muito fechado e quando tinha a bola limitava a tocar de lado. De vez em quando, se atrevia ao ataque, principalmente nos erros infantis atleticanos. Até a metade do primeiro tempo nada de interessante no jogo e o juiz paralisou a partida para os jogadores se refrescarem.

A maior posse de bola para o Atlético não significava muito, pois o ataque pouco se movimentava e a primeira chance só veio aos 30 minutos, com Guilherme. Antes do fim da primeira etapa, o Nacional dominou o meio de campo e os chutes de fora da área eram opção para o time da Zona da Mata. O final da primeira etapa foi frio, em contraste com a temperatura em Belo Horizonte.

A segunda etapa começou com uma bola na trave do goleiro João Carlos depois de uma cobrança de falta de Dátolo, parecendo que o panorama mudaria o jogo. E mudou. Saiu de cena a partida ruim e sonolenta e entrou uma com gols, boas defesas e até contusão. 

Uma cena horrível chamou atenção na partida: a grave contusão do zagueiro reserva Emerson. Ele, que substituíra Réver, também machucado, fez uma dura falta, se machucou e foi expulso (rompeu os ligamentos do tornozelo e fraturou a fíbula). Na cobrança, o goleiro Victor fez duas grandes defesas, porém, na sequência da jogada, Jhonatan, livre, só empurrou pro fundo das redes.

Sem jogar absolutamente nada, o Atlético partiu para cima. Depois da expulsão do zagueiro Américo, do Nacional, o Galo conseguiu logo o empate com o atacante Jô, em bom cruzamento de Dátolo, que passava a cair pelo meio-campo. Mais uma vez, o centroavante da seleção brasileira não fazia nada em campo, mas contou com o bom posicionamento.

Após o empate, pressão alvinegra em busca da virada. Neto Berola, que substituiu o volante Josué, desperdiçou uma grande chance cara a cara com o goleiro. Nos últimos minutos, na base do tudo ou nada e sem organização, veio a virada, novamente com Jô. Depois de um bom passe de Dátolo, em elevação, Jô encobriu o goleiro com muito estilo e a primeira vitória alvinegra do ano veio na base do sufoco. 

Ficha do jogo:

Atlético 2x1 Nacional

ATLÉTICO: 
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Emerson e Dátolo; Pierre, Josué (Neto Berola), Diego Tardelli, Guilherme (Jemerson) e Fernandinho (Rosinei); Jô. 
Técnico: Paulo Autuori 

NACIONAL: 
João Carlos; Leandrinho, Márcio Alemão, Américo e Badé; Marcão, Hildo, Léo Medeiros (Fabrício) e Júnior Lemos (Guilherme); Jonathan e Nei Mineiro (Rafael Silva). 
Técnico: Marcelo Cabo 

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG) 
Data: 02/02/2014 
Horário: 17h (de Brasília) 

Gols: Atlético-MG: Jô, aos 28 e aos 44 minutos do segundo tempo; Nacional: Jonathan, aos 17 minutos do segundo tempo

Árbitro: Wanderson Alves de Souza (CBF/FMF) 
Assistentes: Marcus Vinícius Gomes (CBF/FMF) e Felipe Alan Costa de Oliveira (FMF) 

Cartões amarelos: Emerson, Leonardo Silva (ATL); Nei Mineiro, Américo, Leandrinho, Fabrício, Márcio Alemão, Hildo (NAC)
Cartões vermelhos: Emerson (ATL); Américo e Márcio Alemão (NAC)

***

Resultados da segunda rodada do Mineiro: 
Tombense 0x0 América 
Tupi 3x1 Minas Boca 
Caldense 0x0 Cruzeiro 
Atlético 2x1 Nacional
URT 1x4 Boa Esporte 
Villa Nova 1x0 Guarani

Classificação (quatro primeiros se classificam e dois últimos são rebaixados):
Boa Esporte - 6 pontos 
Tupi - 4 pontos e 2 gols de saldo 
Atlético - 4 pontos, 1 gol de saldo e 2 gols pró 
Cruzeiro - 4 pontos, 1 gol de saldo e 1 gol pró 
Villa Nova - 3 pontos 
América - 2 pontos, 0 gol de saldo e 1 gol pró 
Caldense - 2 pontos, 0 gol de saldo e 0 gol pró 
Tombense - 1 ponto e 0 gol de saldo (1 jogo)
Guarani - 1 ponto e -1 gol de saldo 
Minas - 1 ponto e -2 gols de saldo 
Nacional - 0 ponto e -1 gol de saldo (1 jogo)
URT - 0 ponto e -4 gols de saldo

0 comentários :

Postar um comentário