quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Julgamento

Barcelona será julgado por fraude no Caso Neymar. Sonegação pode ter chegado a 9 milhões de euros

De Madri (Espanha).
Por Agência ANSA.

19/02/2014 - O polêmico contrato milionário de Neymar tem mais um capítulo. A procuradoria da Audiência Nacional, tribunal especial que tem jurisdição por toda a Espanha, pediu a imputação do Barcelona por suposto crime fiscal. Segundo a acusação, "há toda uma série de contratos suspeitos de simulação bem como operações de engenharia financeira que foram feitas com a suspeita de fraude". Ainda de acordo com a acusação a parte que não foi declarada da transação foi no valor de 37,9 milhões de euros (R$ 125 milhões), o que resultaria numa sonegação de 9,1 milhões de euros (R$ 30 milhões) em impostos.

O novo presidente do Barcelona, José Maria Bartomou, já confirmou que a negociação de Neymar custou o 57,1 milhões de euros (R$ 188 milhões), com uma série de cláusulas que elevariam esses valores para 86,2 milhões de euros (R$ 285 milhões). O antigo presidente do Clube, Sandro Rosell, saiu do comando do clube catalão por causa das suspeitas sobre a negociação de Neymar. (ANSA)

0 comentários :

Postar um comentário