quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Incrível

Atlético-PR vira jogo aos 50 da etapa final, força disputa de pênaltis e consegue reverter desvantagem de dois gols para avançar na Libertadores

De Curitiba.
Por Willian Gomes.

06/02/2014 - Após perder o jogo de ida por 2 a 1 para o Sporting Cristal do Peru, o Atlético-PR precisava de uma vitória simples para se classificar à fase de grupos da Libertadores, mas de simples a partida da noite desta quarta-feira (5) não teve nada. A Vila Capanema estava lotada, o jogo quente, expulsões, confusões, tudo aconteceu. Depois de uma primeira etapa sem gols, Manoel abriu o placar. Três minutos depois, os peruanos empataram. Porém, quando tudo parecia terminado, pênalti para o Atlético aos 50 minutos. Éderson converteu e a partida foi para as grandes penalidades. Lá, o Furacão esteve em desvantagem de dois gols, mas conseguiu reverter as coisas novamente e avançar.

Classificado, o time paranaense ficará no Grupo 1, com The Strongest-BOL, Universitário-PER e Vélez Sasrfied-ARG. O primeiro compromisso será na próxima quinta-feira (13), contra o Strongest, em Curitiba.

Com muita emoção, Atlético se classifica na Libertadores.
(Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético)

O jogo

Precisando vencer para continuar na competição internacional, o Atlético foi para o ataque desde o primeiro minuto. Do outro lado estava um time que apenas se defendia, cometia muitas faltas pesadas e pouco chegava no setor ofensivo.

Éderson perdeu uma grande chance aos 14 minutos. O atacante recebeu cruzamento rasteiro de Marcelo e chutou para fora. Aos 18 minutos, Zezinho e Balbín trocaram empurrões e ambos foram expulsos. Aos 32, Marcelo ficou sozinho na cara do gol, mas finalizou em cima do goleiro Penny.

Na etapa final, o Furacão foi para o tudo ou nada, e o Sporting começou a explorar os espaços na defesa atleticana. Aos dois minutos, Calcaterra cruzou para Ávila, que chutou prensado com Manoel; a bola passou perto. O Atlético respondeu com Natanael de fora da área no minuto seguinte, mas também para fora.

Aos 16, bola na rede. Frán Mérida, que havia entrado no lugar de Douglas Coutinho, cobrou falta na cabeça de Manoel, que desviou para o fundo do gol, fazendo a festa da torcida. Três minutos depois, tudo mudou. O Sporting, também em cobrança de falta, cruzou na área com Calcaterra e Ávila, em posição irregular, empatou a partida.

Com 20 minutos, o time de Lima ficou com nove jogadores em campo, após Cóssio fazer uma falta dura em Deivid e ser expulso. Mesmo em vantagem numérica, o Furacão não conseguia furar o forte bloqueio dos adversários, e aos poucos começaram a surgir as primeiras vaias da torcida.

Entretanto, aos 50 minutos, no último lance, o estádio foi à loucura. Na base da pressão, o Atlético tentou três vezes na mesma jogada. Na última, Marcos Ortiz tirou com a mão a bola que ia a caminho do gol: pênalti. Éderson, que já havia convertido uma penalidade na primeira partida, não desperdiçou e levou a decisão para os pênaltis.

Penalidades

Éderson, Frán Mérida e Natanael marcaram os gols, ao contrário de Nathan e Devid, que pararam na defesa de Penny. No Sporting, Lobatón, Cazulo e Advincula também converteram os pênaltis, colocando o clube peruano com dois gols de vantagem. Entretanto, Delgado e Calcaterra desperdiçaram as cobranças que classificariam os visitantes. Nas alternadas, Manoel e Mosquito marcaram e Aquino mandou no travessão, decretando a vitória do Furacão por 5 a 4.

Ficha do jogo:

Atlético-PR (5) 2x1 (4) Sporting Cristal (PER)

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Sueliton (Nathan), Manoel, Cleberson e Natanael; Deivid, Paulo Dias (Mosquito) e Zezinho; Marcelo, Douglas Coutinho (Frán Mérida) e Éderson.
 Técnico: Miguel Angél Portugal


SPORTING CRISTAL:
Penny; Ortiz, Balbín e Delgado; Calcaterra, Cazulo, Yotún (Núñez), Carlos Lobatón e Cossio; Leguizamón (Pedro Aquino) e Irven Ávila (Advíncula).
Técnico: D. Ahmed

Gols: Atlético: Manoel, aos 16, e Éderson, aos 50 minutos do segundo tempo. Sporting: Ávila, aos 19 minutos do segundo tempo

Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 06/02/2014
Horário: 21h50

ÁrbitroAntonio Arias (PAR)
Assistentes: Rodney Aquino e Carlos Cáceres, ambos do Paraguai

Cartões amarelos: Cazulo, Penny, Cossio, Yotú e Pedro Aquino (Sporting Cristal); Cleberson, Frán Mérida, Manoel e Deivid (Atlético)

Cartões vermelhos: Balbín, Cossio e Ortiz (Sporting Cristal); Zezinho (Atlético)

0 comentários :

Postar um comentário