segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Defesas ganham campeonatos

Seattle Seahawks atropela Denver Broncos e é campeão do Super Bowl XLVIII

De Aracaju.
Por Victor França.

03/02/2014 - Ataques ganham jogo, defesas ganham campeonatos. Essa conhecida frase do ex-técnico da NBA Phil Jackson mais uma vez se provou verdadeira neste domingo. Isso porque a defesa do Seattle Seahawks não deu a mínima chance ao ataque do Denver Broncos (melhor da NFL) e foi peça fundamental para a esmagadora vitória do time de Pete Carroll por 43 a 8, no 48º Super Bowl. Esse foi o primeiro título da franquia de Washington, que tem como dono o bilionário Paul Allen.

Como a defesa de Seattle se sobressaiu, já era esperado que um dos seus homens fosse eleito MVP da partida. A honraria foi dada ao linebacker Malcom Smith, que retornou para touchdown após interceptador Peyton Manning.

Russell Wilson levantando o troféu Vince Lombardi.
(Foto: Getty Images)


Um baile defensivo

Nem o mais otimista torcedor do Seattle Seahawks poderia imaginar o excelente primeiro tempo que a equipe faria no Super Bowl 48. Com muita pressão sobre Peyton Manning, a defesa do Seattle dominou as ações durante os 30 minutos iniciais, e permitiu apenas seis primeiras descidas do melhor ataque da NFL. Logo com sete segundos de jogo, uma falha de comunicação entre Manning e sua linha ofensiva resultou em safety e dois pontos para os Seahawks.

O placar já estava em 8 a 0 para Seattle quando Marshawn Lynch correu uma jarda para a end zone e aumentou a diferença para 15 a 0. E o pesadelo dos torcedores dos Broncos estava longe de acabar. Malcom Smith interceptou Peyton Manning no fim do terceiro quarto e retornou 69 jardas para touchdown.

Malcom Smith e seu retorno para touchdown.
(Foto: Reuters/Carlo Allegri)

A superioridade defensiva seguiu no segundo tempo. Assim como no Super Bowl do ano passado, um retorno de kickoff abriu as ações no terceiro quarto. Percy Harvin correu 87 jardas e fez 29 a 0 no placar. Sumido na partida, Russell Wilson apareceu com um passe de 23 jardas para Jermaine Kearse deixar o marcador em incríveis 36 a 0. O Denver diminuiu um pouco o vexame e tirou o zero do placar com um TD de Demaryius, após passe de Peyton Manning.

O último quarto foi apenas formalidade. Com a vitória garantida, os Seahawks só fizeram cuidar bem da bola e esperar o tempo passar. Quanto aos Broncos, as expressões dos jogadores nas laterais evidenciavam tamanha decepção. Ao final, com apenas uma torcida restante no estádio, jogadores e comissão técnica invadiram o campo para comemorar o primeiro Super Bowl do Seattle Seahawks.

0 comentários :

Postar um comentário