segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Crescendo

Em noite de muitos erros de arbitragem, Brasília vence Rio do Sul e segue evolução na Superliga Feminina

De Uberlândia.
Por Aline Guerra.

10/02/2014 – Em visível evolução desde o fim do primeiro turno da Superliga Feminina de Vôlei, o Brasília foi até Santa Catarina enfrentar o Rio do Sul/Equibrasil e conquistou a vitória de virada. O time da casa deu vestígios de que iria vencer fácil, mas acabou perdendo a concentração e viu as visitantes fecharem em 3 sets a 1, com parciais de 16/21, 22/20, 21/16 e 21/19, apesar dos muitos erros da arbitragem. O duelo desta segunda-feira foi válido pela sexta rodada do returno. Foi a quinta vitória do Brasília nas últimas seis rodadas.

O jogo parecia fácil para o Rio do Sul depois da primeira parcial, mas o Brasília não se deixou abater e conseguiu retomar a confiança para buscar um resultado importantíssimo fora de casa. O grande destaque ficou por conta dos erros de arbitragem e causaram mal estar entre as equipes, e até discussão entre o primeiro arbitro e Paula Pequeno no fim do jogo. Apesar da confusão, a equipe brasiliense saiu do confronto com os três pontos garantidos. 

O Brasília (sexto colocado com 33 pontos) agora volta a jogar em casa, dessa vez conta o Decisão Engenharia/Minas, às 20h da sexta-feira (14). Já o Rio do Sul (13º, vice-lanterna, com oito pontos) encara o Uniara/AFAV, em Araraquara, no mesmo dia e horário.

Foto: Alexandre Arruda/CBV

O Rio do Sul começou a partida bem, regular e constante, e dominou o primeiro set. Se aproveitou dos erros do Brasília e não deu chances às adversárias, fechando em 21 a 16.

No segundo set, o Brasília conseguiu corrigir alguns erros e manter o placar igual, até o Rio do Sul começar a liderar mais uma vez. O time da casa chegou a abrir vantagem para fechar a parcial, mas as visitantes correram atrás e conseguiram a virada, vencendo por 22 a 20.

Rio do Sul se mostrou desconcentrado no terceiro set. Aparentemente, a virada da segunda parcial fez estragos. O time da casa não conseguiu se impor e viu o Brasília liderar e fechar mais um set, dessa vez por 21 a 16.

No quarto set, o equilíbrio voltou, mas o Brasília estava mais concentrado. Errando mais, o time visitante fechou em 21 a 19 e garantiu a vitória por 3 a 1.

Ficha do jogo:
Rio do Sul/Equibrasil 1 x 3 Brasília Vôlei
21/16, 20/22, 16/21 e 19/21

RIO DO SUL:
Começaram: Jordane (5), Vanessa (12), Natiele (13), Ciça (4), Carla (9) e Fe Melo (0). (0). Líbero: Andressa.
Entraram: Priscila (8), Arianne (1), Jacque (0), Michelle (0) e Paula Barros (0).
Técnico: Rogério Portela

BRASÍLIA:
Começaram: Camila (1), Elisangela (9), Paula Pequeno (19), Erika (12), Dani Scott (11) e Vivi Goes (7). Líbero: Vere.
Entraram: Ju Maranhão (1), Patrola (0), Eli (0), Flavinha (0) e Linda (0).
Técnico: Sergio Negrão

Local:  Sesi Rio do Sul, em Rio do Sul (SC)
Público:  380
Data: 10/02/2014
Horário: 18h45min (de Brasília)

Arbitragem: Alessandro Moreira (CE) e Maurício Sharf (SC)
Troféu Viva Vôlei - melhor em quadra: Paula Pequeno

0 comentários :

Postar um comentário