quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

A história se repete

Assim como na temporada passada, Bayern vence Arsenal em Londres e fica perto de avançar às quartas da Champions

De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

19/02/2014 - O Bayern de Munique assumiu o controle do confronto das oitavas, pela UEFA Champions League, vencendo o Arsenal em Londres, nesta quarta (19), com uma performance dominante. Kroos e Müller marcaram após cada um dos times desperdiçarem um pênalti na primeira etapa, e o goleiro da casa - Szczesny - ser expulso.

Szczesny foi expulso aos 37 minutos ao derrubar Robben, e apesar de Alaba perder o pênalti na sequência, o chutaço de Kroos aos nove do segundo tempo, seguido pela cabeçada de Müller aos 43 minutos, deram a vitória ao Bayern. O erro de Alaba não foi o único pênalti perdido da noite, já que aos oito, a cobrança de Özil foi defendida por Neuer.

Kroos arrisca observado por Wilshere: volante fez boa partida.
(Foto: Getty Images)

O jogo começou em um ritmo frenético, com Kroos disparando de longe aos três minutos, fazendo com que Szczesny se esticasse todo para desviar para fora. O Bayern bateu o Arsenal na mesma fase do mesmo torneio na temporada passada, antes de levantar a taça em Wembley, mas o jogo parecia não tomar o mesmo rumo aqui. A surpresa de Arsène Wenger, Sanogo - no lugar de Giroud -, quase surpreendeu ao fazer Neuer trabalhar para impedir o gol.

Um minuto depois, o Arsenal teve uma chance ainda melhor. Özil cortou para dentro pela esquerda e foi derrubado por Boateng. Özil pediu a bola para cobrar, mas bateu no meio e seu compatriota alemão Neuer estendeu a mão e desviou a bola enquanto mergulhava para a esquerda.

O jogo começou a encontrar um ritmo mais estável com o Bayern desfrutando mais da bola, embora o Arsenal oferecesse perigo no contra-ataque. Sanogo, fazendo apenas sua segunda partida como titular do Arsenal, deu passe em profundidade que deixou Oxlade-Chamberlain livre, mas Neuer percebeu o perigo e saiu bem.

Aos 38 minutos, o jogo virou a favor do Bayern quando o Szczesny rasteirou Robben após ele receber dentro da área um passe por cobertura de Kroos, e foi expulso. Entrou Fabianski para deter o pênalti, mas como Özil, Alaba não conseguiu acertar a cobrança e bateu no pé da trave.

O Arsenal não conseguiu segurar por muito tempo. Fabianski defendeu um chute rasteiro de Robben, mas não teve chance aos 9 minutos, quando Kroos bateu de primeira, com curva, acertando o ângulo esquerdo após receber de Lahm na entrada da área.

O Bayern pressionou o Arsenal cada vez mais profundamente. Aos 19 minutos, Fabianski espalmou chute de Robben e Götze cabeceou para fora. Com dois minutos para o final, a pressão finalmente deu efeito quando Müller cabeceou cruzamento de Lahm. Ainda houve tempo para Kroos acertar a trave, mas o estrago já tinha sido feito antes do segundo jogo, no dia 11 de março.

Atletico bate Milan com golpe no final

Uma cabeçada de Diego Costa já no fim deu a vitória ao Atletico de Madrid por 1 a 0 sobre o Milan, mas a equipe espanhola contou também com o goleiro Courtois e um pouco de sorte para vencer o primeiro jogo das oitavas-de-final.

Com Seedorf fazendo sua estreia como técnico na competição que ele venceu quatro vezes como jogador, os rossoneri foram parados pela trave em um primeiro tempo corrido, com Courtois aparecendo crucialmente duas vezes. Estava difícil abrir o placar, e no segundo tempo parecia que o Atletico não ia conseguir marcar, até Diego Costa marcar faltando sete minutos, o seu quinto gol na UEFA Champions League na temporada.

Quem brilhou? A mudança de Phillip Lahm para volante no intervalo fez com que o Bayern tivesse 88% da posse de bola nos 45 minutos finais.

Quem atrapalhou? Mario Mandzukic nem apareceu na partida. Perdido entre os zagueiros, foi sacado por Müller, autor do segundo gol.

Próximos jogos. O Arsenal recebe o Sunderland, no sábado, pela Premier League; e no domingo, o Bayern visita o Hannover, pela Bundesliga.

Ficha do jogo:

Arsenal 0x2 Bayern de Munique

ARSENAL:
Szczesny, Sagna, Mertesacker, Koscielny e Gibbs (Nacho Monreal); Flamini; Oxlade-Chamberlain (Rosický), Özil, Wilshere e Cazorla (Fabianski); Sanogo.
Técnico: Arsène Wenger

BAYERN DE MUNIQUE:
Neuer, Lahm, Boateng (Rafinha), Dante e Alaba; Thiago Alcântara (Pizarro), Javi Martínez e Kroos; Robben, Götze e Mandzukic (Müller).
Técnico:  Pep Guardiola

Gols: Kroos, aos 9'/2ºT e Müller, aos 43'/2ºT (Bayern)

Local: Emirates Stadium, em Londres (ING)
Data: 19/02/2014
Horário: 16h45 (de Brasília)

Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Assistentes: Andrea Stefani e Renato Faverani (ITA)
Cartões amarelos: Sanogo e Rosický (Arsenal); Boateng e Mandzukic (Bayern)
Cartões vermelhos: Szczesny (Arsenal)

0 comentários :

Postar um comentário