sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Uma final diferente

Nas semis da Copa Brasil de Vôlei, Sesi surpreende Unilever e Molico passa pelo Amil. A final será neste sábado

De Uberlândia.
Por Aline Guerra.

17/01/2014 – Hoje foi dia de definição de finalistas na Copa Brasil Feminina de Vôlei, torneio classificatório para o Sul-Americano, disputado no segundo semestre. Os dois duelos da fase semifinal foram disputados no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR). O primeiro foi entre Sesi-SP e Unilever, e o segundo, entre Molico/Nestlé e Vôlei Amil. E diferente do que muitos apostavam, o Molico enfrentará outro time de São Paulo. Dani Lins e companhia surpreenderam e eliminaram as favoritas da equipe carioca em uma atuação dominante.

O Sesi tirou o Rio e pega Osasco na final.
(Foto: Alexandre Arruda/CBV)

Antes das semifinais começarem, muitos já apostavam na clássica final entre Rio e Osasco, mas a história dessa vez será diferente. O Sesi jogou melhor e se aproveitou da fragilidade do Unilever quando o assunto era manter o ritmo, e conquistou a vitória por 3 a 1. Esse também foi o placar do triunfo do Molico pra cima do Amil. O time de Campinas até tentou pressionar as adversárias com o grande poder de ataque de Tandara, mas as atuais líderes invictas da Superliga não deram muitas chances e garantiram a vaga na final.

A grande final entre Molico e Sesi será amanhã, sábado (18), às 10h (de Brasília), novamente no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR). O jogo terá transmissão da TV Globo.

Osasco vai encarar o Sesi pela segunda vez em uma final esse ano.
(Foto: Alexandre Arruda/CBV)
O primeiro jogo do dia foi entre Sesi e Rio de Janeiro. A equipe carioca tinha o peso do favoritismo e não conseguiu manter o ritmo durante a partida. O time paulista chegou a abrir 17 a 9 com oito pontos consecutivos, mas sofreu uma incrível virada no primeiro set. Porém, a partir da segunda parcial, o Sesi contou com a falta de vibração das adversárias, e mantendo o foco, fechou em 3 a 1, com parciais de 18/21, 21/13, 22/20 e 21/19.

A outra semifinal que prometia ser mais equilibrada terminou com o resultado já aguardado: vitória do Osasco por 3 sets a 1 pra cima do Campinas, com parciais de 21/19, 16/21, 21/16 e 21/17. O Molico sofreu um pouco na segunda parcial, mas conseguiu ditar o ritmo do jogo e se garantiu na final.

0 comentários :

Postar um comentário