segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Sofrimento e invencibilidade

Fora de casa, Molico leva sufoco do Rio do Sul, mas confirma favoritismo e mantém invencibilidade na Superliga

De Uberlândia.
Por Aline Guerra.

27/01/2014 – Abrindo a quarta rodada do returno (17ª) da Superliga Feminina de Vôlei, o líder Molico/Nestlé foi até Santa Catarina enfrentar o vice-lanterna Rio do Sul/Equibrasil. As atletas do Osasco tiveram trabalho, esbarraram na grande força de vontade das adversárias, mas conseguiram a vitória por 3 sets a 1, com parciais de 21/19, 20/22, 23/21 e 21/18, em 1h58 de partida.

O jogo começou agitado e muito disputado. O time da casa não se mostrou abatido nem depois de perder o primeiro set, e deu muito trabalho para as líderes do campeonato. O Molico sofreu com problemas no passe e sentiu a falta da levantadora Fabíola, que só entrou mais no fim da partida, além de ter se deparado com um forte bloqueio do Rio do Sul. A equipe de Osasco teve que usar sua superioridade e manter a concentração no ápice para conseguir confirmar a vitória em Santa Catarina. Com 19 pontos, a oposto Sheilla foi a maior pontuadora da partida, enquanto a ponteira italiana Caterina Bosetti foi escolhida a melhor em quadra, ficando com o Troféu VivaVôlei.

Líder e invicto, com 49 pontos e 17 vitórias em 17 partidas, o Osasco terá o Minas como desafiante na sexta-feira (31), às 19h30, em casa. Já o Rio do Sul, em 13º com oito pontos, encara o Unilever, terceiro colocado, time que as catarinenses venceram no primeiro turno, agora no Rio de Janeiro, às 19h.

Foto: Alexandre Arruda/CBV

Sem Fabíola como titular no inicio do primeiro set, o Molico demorou mais que o normal para abrir vantagem no placar. O Rio do Sul se manteve colado, explorando as dificuldades das adversárias, e mesmo quando ficou atrás, não facilitou a vida das visitantes. O Osasco teve que virar, principalmente diante de ótima atuação das centrais da casa, mas conseguiu fechar em 21 a 19.

O Rio do Sul não se abateu com a derrota na parcial anterior e começou o segundo set com tudo, tomou a frente e colocou a equipe paulista pra suar. O Molico teve que se concentrar em dobro para voltar a sacar bem e tentar uma reação, mas o time catarinense soube administrar as oportunidades e os erros. Apesar do sufoco na hora de fechar, a vitória veio em 22 a 20.

No terceiro set, o Molico se mostrou mais regular mas, mesmo assim, o Rio do Sul continuou forte, principalmente no bloqueio. O Rio do Sul chegou a encostar no placar, mas não soube se organizar e fez pressão em vão, perdendo por 23 a 21.

A quarta parcial parecia que seria fácil para as paulistas, mas não foi. O time visitante sofreu com o passe e com o forte bloqueio adversário, e apenas com a entrada de Fabíola o time melhorou em alguns aspectos. Com isso, o Molico venceu mais um set, por 21 a 18, e garantiu os três pontos.

Ficha do jogo:
Rio do Sul/Equibrasil 1 x 3 Molico/Nestlé
19/21, 22/20, 21/23 e 18/21

RIO DO SUL:
Começaram: Jordane (4), Vanessa (12), Natiele (15), Ciça (14), Carla (8) e Paula Barros (9). Líbero: Marcinha.
Entraram: Michelle (0), Arianne (0), Fe Melo (0) e Priscila (0).
Técnico: Rogério Portela

OSASCO:
Começaram: Ana Maria (4), Sheilla (19), Sanja Malagurski (3), Caterina Bosetti (11), Thaísa (10) e Adenízia (13). Líbero: Camila Brait.
Entraram: Talita (0), Fabíola (0).
Técnico: Luizomar de Moura

Local: Artenir Werner, em Rio do Sul (SC)
Público: 790
Data: 27/01/2014
Horário: 19h (de Brasília)

Arbitragem: Valdomiro Guandeline (PR) e Alexandre Coelho (SC)
Troféu Viva Vôlei - melhor em quadra: Caterina Bosetti (Osasco)

0 comentários :

Postar um comentário