sábado, 11 de janeiro de 2014

Quem vai ficar com ela?

Cristiano Ronaldo, Lionel Messi ou Franck Ribéry: quem será o dono do Ballon d'Or 2013?

De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

11/01/2013 - Na próxima segunda (13), às 15h (de Brasília), a Fifa entrega o Ballon d'Or, o prêmio referente ao título de melhor jogador de futebol no mundo. E nunca o prêmio foi tão aguardado, pois a expectativa é gigante para saber se a hegemonia de Messi, tetracampeão, será quebrada. E se for, por quem será: Cristiano Ronaldo ou Ribéry? Confira os prós e contras de cada candidato:

Ronaldo, Messi ou Ribéry: quem leva?
(Foto: Daily Mirror)

Cristiano Ronaldo

Por que sim? O português é o favorito da imprensa a levar a tão esperada Bola de Ouro. Cristiano foi uma máquina de gols no ano, sempre constante em seu nível de qualidade, apesar da crise que abateu o Real Madrid de José Mourinho no primeiro semestre. Além disso, as atuações brilhantes que levaram Portugal à Copa do Mundo entram na conta.

Por que não? Apesar de todos os gols e atuações espetaculares, Cristiano não foi capaz de levar o Real Madrid a levantar taças. Viu o Barça conquistar o Espanhol, o Atletico de Madrid conquistar a Copa do Rei, e o Bayern levantar a Champions League.

Lionel Messi

Por que sim? Estamos falando do tetracampeão do prêmio. O argentino pode não ter tido um ano do mesmo nível dos seus anos anteriores, mas tecnicamente não há o que discutir: ninguém joga mais que o argentino.

Por que não? Foi um ano atípico para Messi, que viu as lesões atrapalharem seu desempenho. Seus problemas físicos diminuíram seus números, e ajudaram o Barça a ser atropelado pelo Bayern na Champions.

Franck Ribéry

Por que sim? Não dá pra desprezar o craque do time que ganhou tudo o que disputou em 2013. Ribéry está na lista por ser o principal nome tecnicamente do super-Bayern, avassalador no ano. A ótima temporada do francês o elevou a um outro patamar.

Por que não? Apesar de ser um excelente jogador, está nitidamente abaixo dos dois rivais. Os títulos coletivos com o Bayern se devem muito ao grande time montado por Heynckes, e não só pelo talento de Ribéry. Além do fato de Ribéry não ter a unanimidade como o mais importante do título, apesar de ser brilhante, sendo Schweinsteiger mais constante, e Robben, mais decisivo.

0 comentários :

Postar um comentário