segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Pela maior parte do tempo

Melhor em três quartos do jogo, Minas bate Palmeiras e se recupera no NBB. Time mineiro está na zona de classificação

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

13/01/2014 - Após a derrota para o Pinheiros/Sky no último sábado, o Minas Tênis Clube precisava de uma vitória diante do seu torcedor para voltar a pensar na classificação para os playoffs do Novo Basquete Brasil 2013/2014. O adversário da noite desta segunda-feira, novamente na Arena Vivo, foi o Palmeiras/Meltex, outro que luta pelas últimas posições da zona de classificação. O Minas foi melhor no primeiro tempo, mas um terceiro quarto abaixo da crítica quase pôs tudo a perder. Porém, no último período, o time comandado pelo argentino Carlos Romano voltou a defender bem e a jogar com inteligência no ataque para sair vencedor por 85 a 75 e entrar na zona de classificação.

O técnico Carlos Romano chamou a atenção para os erros do terceiro quarto, mas enalteceu a postura do Palmeiras durante o jogo. Ele também avaliou o que o Minas tem a oferecer neste NBB:



O Minas, do técnico argentino Carlos Romano, busca maior regularidade no campeonato.
(Foto: Orlando Bento/Minas TC)

Betão não estava nada satisfeito com a postura da sua equipe após a partida. Ouça a entrevista com o treinador palmeirense:


O Minas teve uma boa atuação coletiva, o que se reflete pela pontuação dos seus titulares, todos com dois dígitos. O cestinha foi o americano Brian Laing (19 pontos, seis rebotes e cinco assistências), uma das ótimas novidades do time pra sequência da temporada, assim como o pivô George Otis (hoje, com 11 pontos e sete rebotes). Douglas Nunes e Betinho anotaram 16 pontos, e Elinho fez 15 pontos, além de oito assistências. Pelo Verdão, o cestinha foi o americano Caleb Brown, com 19 pontos, enquanto Thyago Aleo fez 16.

Essa foi apenas a quinta vitória em 13 jogos do Minas neste NBB. O time belo-horizontino assume o 12º lugar, último da zona de classificação, com 38.5% de aproveitamento. O Palmeiras é o nono, com sete vitórias e oito derrotas (46,7%). Os times voltam a jogar na quinta-feira (16). O Minas visita o Paulistano/Unimed, na capital paulista, e o Palmeiras recebe o São José/Unimed, no Palestra Itália. Partidas às 20h (de Brasília).

Quando a bola subiu...

Forte na defesa, com boa transição e a mão calibrada, o Minas abriu 12 a 2 no jogo. Betão, técnico palmeirense, parou o jogo, mas o time da casa seguiu melhor, dando um verdadeiro show em quadra. Abriu 20 a 9 no primeiro quarto, com quatro chutes de três de quatro jogadores diferentes (Douglas, Elinho, Betinho e Laing). A vantagem chegou a ser de 13 pontos. O jogo era bom.

A defesa mineira afrouxou um pouco no início do segundo período e logo o técnico Carlos Romano parou o jogo. A equipe paulista melhorou seu jogo, mas o Minas seguia bem ofensivamente. Com dois bons ataques, voltou a abrir 11 pontos, e Betão pediu tempo, na metade do quarto. O americano Laing e Elinho eram os destaques minas-tenistas, mas o time jogava coletivamente. Ao intervalo, 41 a 29 (21 a 20 no segundo período).

E parece que a "síndrome do terceiro quarto", que atacou o Minas na última temporada, voltou a aparecer na Arena nesta noite. O time simplesmente não voltou do vestiário, ficou mais de dois minutos sem pontuar e viu a equipe palmeirense reduzir a vantagem aos poucos até virar e abrir três pontos ao término do terceiro quarto; 54 a 51 (25 a 10).

A postura minas-tenista mudou no último quarto. O time voltou a marcar e, a partir dessa melhora defensiva, a ter tranquilidade na organização de jogadas. O Minas logo retomou a vantagem, abriu sete de frente e não perdeu mais a folga.

Ficha do jogo:

Minas 85x75 Palmeiras/Meltex
1º tempo: 41x29 (20x9 e 21x20)
2º tempo: 44x46 (10x25 e 34x21)

MINAS:
Começaram: Elinho (15 pontos), Betinho (16), Laing (19), Douglas Nunes (16) e George Otis (11).
Entraram: Wanderson (0), Demétrio (0), Adriano (10), Siqueira (2) e Pitico (0).
Técnico: Carlos Romano

PALMEIRAS: 
Começaram: Thyago Aleo (16), Neto (10), Guto (0), Tiagão (4) e Átila dos Santos (15).
Entraram: Caleb Brown (18), Cadu (0), Igor (0) e Wiggins (12).
Técnico: Betão

Local: Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG)
Público: 358
Data: 13/01/2014
Horário: 20h (de Brasília)

Arbitragem: Fernando Serpa (RS), Andreza Souza (DF) e Leandro Sehnem (SC)

Confira tabela de jogos e classificação do NBB.

0 comentários :

Postar um comentário