quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Nas quadras da Austrália #4

Destaques do dia no Australian Open, primeiro Grand Slam de tênis do ano

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

16/01/2014 - Quarto dia de tênis no Aberto da Austrália 2014. A quinta-feira teve a vitória do número 1 do mundo, Rafael Nadal, que agora teve que jogar um jogo completo (na primeira rodada, contou com desistência de Bernard Tomic ainda antes do segundo set). Hoje, Rafa fez 6/2, 6/4 e 6/2 sobre outro australiano, Thanasi Kokkinakis (570º). Mas nem só de jogos simples se faz um Grand Slam. Sharapova, Radwanska, Murray e Del Potro (principalmente ele) sabem bem disso.

O número 1 do mundo não teve dificuldades em seu segundo jogo na Austrália.
(Foto: Ben Solomon/Tennis Australia/Divulgação Australian Open)

No primeiro jogo do dia, Maria Sharapova, número 3 do mundo, encontrou muitas dificuldades contra a italiana Karin Knapp (44ª), que não largava o osso de jeito nenhum. Após 37 games e muitos erros, Maria fechou em 6/3, 4/6 e 10/8, em quase duas horas e meia de jogo. Confira mais detalhes clicando aqui.

Após um pneu sobre a bielorrussa Olga Govortsova (98ª) no primeiro set, a polonesa Agnieszka Radwanska (5ª) teve que suar para sair com a vitória no segundo set. No fim, 6/0 e 7/5, e classificação assegurada. Já Caroline Wozniacki (10ª) fez um segundo set muito abaixo, mas sobrou no primeiro e terceiro contra a americana Christina McHale (62ª). A dinamarquesa passou com 6/0, 1/6 e 6/2. Sem tantos problemas, a número 2 do mundo, Victoria Azarenka, passou por pela tcheca Barbora Zahlavova Strycova (84ª) com 6/1 e 6/4.

Carol Wozniacki venceu em três sets e está na terceira rodada.
(Foto: Ben Solomon/Tennis Australia/Divulgação Australian Open)

Andy Murray abriu o jogo contra o francês Vincent Millot (267º) com extrema facilidade, duplo 6/2, tranquilo. Mas aí pareceu meio "desmotivado" com a partida. E não é que Millot resolveu brincar um pouco? Jogou no seu limite, abriu 5 a 1 e parecia com a vitória encaminhada na terceira parcial. Vai lá falar isso pro Murray... O britânico mudou sua atitude, passou a vibrar em todas as bolas, fez 23 pontos consecutivos e virou o jogo para 7/5. Tenista grande é isso, amigo.

A chave masculina também teve a vitória de Roger Federer (6º) sobre o esloveno Blaz Kavcic (99º), com 6/2, 6/1 e 7/6 (4), e a batalha de Juan Martin Del Potro (5º) contra o espanhol Roberto Bautista Agut (62º), que só acabou após cinco sets e três horas e 53 minutos. Após 6/3, 3/6, 7/5 e 4/6, Del Potro não segurou o espanhol no quinto set. Mais agressivo, com melhor aproveitamento de primeiro saque e perfeito nas subidas à rede, Bautista Agut fechou em 7/5 e definiu a classificação, eliminando o número 5 do mundo.

Brasil - Thomaz Bellucci jogou contra um irregular Jo-Wilfried Tsonga e perdeu por detalhes. No primeiro set, vitória francesa no tie-break. Nas outras duas parciais, duplo 6/4. Faltou agressividade ao brasileiro. Confira mais detalhes do jogo desta madrugada clicando aqui.

Dia 5 - Na faixa noturna (no horário brasileiro, manhã/tarde em Melbourne), destaque para os duelos entre Serena Williams (1ª) e Daniela Hantuchova, Jeremy Chardy e David Ferrer (3ª), Angelique Kerber (9ª) e Alison Riske, Na Li (4ª) e Lucie Safarova, e Tomas Berdych (7º) contra Damir Dzumhur. Nesta noite também tem estreia brasileira nas duplas. Ao lado do croata Ivan Dodig, Marcelo Melo encara os australianos Chris Guccione e Thanasi Kokkinakis. Como o jogo é na Margaret Court, pode ser que tenhamos transmissão da ESPN. Será o segundo jogo do dia, que tem duelos marcados para iniciar às 22h (de Brasília).

Pela manhã, o bom jogo entre Samantha Stosur (17ª) e Ana Ivanovic (14ª) e o duelo entre Denis Istomin e Novak Djokovic (2º). Jogos a partir das 6h.

O Australian Open é transmitido para o Brasil pela ESPN, além do site oficial do evento (clique aqui).

Clique e confira todos os resultados do quarto dia do Australian Open.

Veja os jogos do quinto dia.

0 comentários :

Postar um comentário