terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Nas quadras da Austrália #2

Destaques do dia no Australian Open, primeiro Grand Slam de tênis do ano

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

14/01/2014 - O segundo dia de disputas no Australian Open foi quente. E eu estou falando de temperatura mesmo. Os termômetros marcaram mais de 40 graus nos jogos da tarde e muitos tenistas sofreram com isso. Outros, nem precisaram suar tanto. É o caso de Rafael Nadal, que só jogou um set (e à noite) contra o australiano Bernard Tomic, em jogo que prometia ser duro. O número 1 do mundo fez 6/4 no primeiro set e Tomic sentiu a perna, abandonando a partida antes do segundo set. Rafa Nadal segue em busca de um feito histórico: se tornar o primeiro tenista na Era Aberta (e o terceiro na história do tênis, igualando-se aos australianos Rod Laver e Roy Emerson) a vencer cada um dos quatro Slams pelo menos duas vezes na carreira. Nadal, que se recuperava de um problema no joelho e teve uma infecção estomacal, não jogou o Aberto da Austrália no ano passado.

Nadal só jogou o primeiro set contra Tomic, que se lesionou.
(Foto: Ben Solomon/Tennis Australia/Divulgação Australian Open)

O jogo de Nadal foi já na parte noturna do torneio, que também teve a estreia da russa Maria Sharapova, número 3 do mundo, que passou pela americana Bethanie Mattek-Sands (41ª) por 2 a 0 (6/3 e 6/4). Durante o dia em Melbourne, na madrugada brasileira, também tivemos vitórias de "gente grande". Victoria Azarenka, número 2 do mundo, lutou bastante para dominar e bater a sueca 91 do mundo Johanna Larsson (7/6 e 6/2). Já Agnieszka Radwanska, número 5, precisou de três sets para eliminar a cazaque 112 do ranking Yulia Putintseva (6/0, 5/7 e 6/2). Carol Wozniacki, cabeça de chave 10, passou com maior tranquilidade pela espanhola 72 do mundo Lourdes Dominguez Lino (6/0 e 6/2), assim como Jelena Jankovic, cabeça de chave 8, que fez 6/1 e 6/2 sobre a japonesa Misaki Doi (89ª).

Entre os homens, Roger Federer colocou sua experiência em quadra e não se desgastou tanto contra o australiano James Duckworth (133º), passando por 6/4, 6/4 e 6/2. Andy Murray, número 4 do mundo, não teve problemas para eliminar o japonês Go Soeda (112º), também em sets diretos (6/1, 6/1 e 6/3). Jo-Wilfried Tsonga, número 10, fez 7/5, 6/3 e 6/3 sobre o italiano Filippo Volandri (70º) e agora vai pegar o brasileiro Thomaz Bellucci. Juan Martin Del Potro, número 5, prolongou um pouco mais as coisas contra o americano 130 do mundo Rhyne Williams (6/7, 6/3, 6/4 e 6/4).

Carol Wozniacki foi uma das que sofreram com o forte calor do dia em Melbourne.
(Foto: Getty Images)

Brasil - A madrugada do segundo dia de disputas também foi dos brasileiros. Após perder o primeiro set contra o alemão Julian Reister, Thomaz Bellucci se recuperou, venceu as duas parciais seguintes e contou com um abandono do adversário no quarto set para avançar à rodada 2, onde irá se encontrar com Tsonga. Já Teliana Pereira, que fez história por se tornar a primeira brasileira a disputar um Grand Slam após 20 anos, endureceu o jogo contra a russa Anastasia Pavlyuchenkova, teve quatro match points, mas não fechou o primeiro set, perdendo também o segundo. Confira mais detalhes clicando aqui.

Dia 3 - Abrindo a segunda rodada, a noite/madrugada brasileira (a partir das 22h de Brasília) terá os jogos de Serena Williams (1ª) contra Vesna Dolonc, de Na Li (4ª) contra Belinda Bencic, de Novak Djokovic (2º) contra Leonardo Mayer e de David Ferrer (3º) contra Adrian Mannarino, entre outros destaques. Pela manhã, a partir das 6h (de Brasília), destaque para a local Samantha Stosur (17ª) contra Tsvetana Pironkova e Stanislas Wawrinka (8º) contra o colombiano Alejandro Falla. Hoje também tem estreia e confronto brasileiro nas duplas: Bruno Soares e Alexander Peya contra Feliciano Lopez e André Sá, terceiro jogo da quadra 11, a partir das 22h.

O Australian Open é transmitido para o Brasil pela ESPN, além do site oficial do evento (clique aqui).

Clique e confira todos os resultados do segundo dia do Australian Open.

Veja os jogos do terceiro dia.

0 comentários :

Postar um comentário