quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Nas quadras da Austrália #11

Destaques do dia no Australian Open, primeiro Grand Slam de tênis do ano

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

23/01/2014 - Reta final no Aberto da Austrália 2014. Nesta quinta-feira, foram definidas as finalistas da competição de simples feminina e o primeiro finalista masculino. Na Li, número 4 do mundo, e Dominika Cibulkova, cabeça de chave 20, decidirão a competição das mulheres no próximo sábado (25), a partir das 6h30 (de Brasilia). Eugenie Bouchard, cabeça de chave número 30, e Agnieszka Radwanska, a número 5, foram embora. Já Stanislas Wawrinka, número 8 do mundo, que havia eliminado o número 2 e tricampeão Novak Djokovic, garantiu seu lugar na final do domingo (26) ao derrotar o tcheco Tomas Berdych, o número 7, em duelo equilibrado.

Wawrinka está em sua primeira final de Grand Slam e aguarda um peixe grande: Nadal ou Federer.
(Foto: Ben Solomon/Tennis Australia/Divulgação Australian Open)

A decisão do primeiro finalista do torneio masculino foi a atração da noite (manhã no Brasil) na Rod Laver Arena. Após um primeiro set com Wawrinka tendo vantagem de uma quebra e um segundo definido no tie-break, com Berdych sacando demais, veio a terceira parcial. E os dois tenistas não queriam jogo em seus serviços. Definir rápido era a ordem. Nada de dar chance ao adversário (no jogo, foram 39 aces, 21 a 18 para Berdych). Só fomos ver longas trocas de bolas e o primeiro break point para Berdych lá no nono game, mas também sem quebra. Estava claro que a parcial só seria definida em novo tie-break.

Só que nas duas últimas parciais, quem levou a melhor foi Wawrinka, especialista em sair de confusões com seu excelente saque. O número 8 do mundo bateu o número 7 por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (1), 7/6 (3) e 7/6 (4).

Números do jogo: 60 a 57 em winners para Berdych, 49 a 49 em erros não forçados, 28% de aproveitamento nas subidas à rede para os dois, aproveitamento parecidíssimo no aproveitamento de primeiro e segundo serviço, e 143 a 142 em pontos vencidos para Wawrinka. Mais equilíbrio? Impossível.

Na Li chega à sua terceira final em Melbourne, dessa vez como favorita.
(Foto: Ben Solomon/Tennis Australia/Divulgação Australian Open)

Na Li começou sua partida contra a jovem Eugenie Bouchard, canadense de 19 anos, dominando por completo. Foi logo abrindo 5/0, mostrando quem mandaria na partida. Bouchard até cresceu depois, o que foi insuficiente para segurar a chinesa, que está em sua terceira final de Australian Open e busca o primeiro título. Li venceu com parciais de 6/2 e 6/4 (confira mais detalhes do jogo).

Quem sobrou em quadra foi a eslovaca Dominika Cibulkova. Ela atropelou a polonesa Agnieszka Radwanska que, há um dia, havia eliminado a número 2 e bicampeã Victoria Azarenka dando um show de tênis. Dessa vez, Aga foi a dominada. Perdeu por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2 (veja mais sobre a partida).

Duplas - Estão definidos os finalistas do torneio de duplas masculino. O americano Eric Butorac e o sul-africano Raven Klaasen bateram o canadense Daniel Nestor e o sérvio Nenad Zimonjic por 6/2 e 6/4 e vão enfrentar o polonês Lukasz Kubot e o sueco Robert Lindstedt. Os dois bateram os franceses Michael Llodra e Nicolas Mahut em três sets, por 6/4, 7/6 (12) e 6/3 e tiraram os algozes de Marcelo Melo e Ivan Dodig.

Dia 12 - A final feminina de duplas será disputada na próxima madrugada, no horário brasileiro. Às 3h, as italianas Sara Errani e Roberta Vinci, cabeças de chave número 1, duelam contra as russas Ekaterina Makarova e Elena Vesnina, terceira melhor dupla. O duelo antecede o destaque da noite, que terá Rafael Nadal contra Roger Federer duelando para definir o segundo finalista da competição masculina, a partir das 6h30 (de Brasília).

O Australian Open é transmitido para o Brasil pela ESPN, além do site oficial do evento (clique aqui).

Clique e confira todos os resultados do 11º dia do Australian Open.

Veja os jogos do 12º dia.

0 comentários :

Postar um comentário