quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Nas quadras da Austrália #10

Destaques do dia no Australian Open, primeiro Grand Slam de tênis do ano

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

22/01/2014 - Estão definidos os semifinalistas do Aberto da Austrália 2014. E teremos grandes jogos. Após Eugenie Bouchard (cabeça de chave 30), Na Li (número 4 do mundo), Tomas Berdych (7º) e Stanislas Wawrinka (8º) garantirem seus lugares nos jogos de ontem, os outros duelos foram definidos hoje. Do lado feminino, a número 5 Agnieszka Radwanska bateu com maestria a número 2 e atual bicampeã Victoria Azarenka, e duelará contra Dominika Cibulkova, cabeça de chave 20, que atropelou a número 11 Simona Halep. Entre os homens, Roger Federer (6º), que tirou Andy Murray (4º), vai encarar o velho algoz Rafael Nadal (1º), que eliminou Grigor Dimitrov (cabeça de chave 20).

Radwanska e Cibulkova jogam na próxima madrugada.
(Foto: Ben Loke/Divulgação Australian Open)

A quarta-feira em Melbourne começou com a definição da segunda semifinal feminina. No primeiro jogo, um passeio da eslovaca Dominika Cibulkova sobre a romena Simona Halep. Nem parecia quartas de final de Grand Slam e que do outro lado estava a número 11 do mundo. As parciais foram de 6/3 e 6/0. Depois, foi a vez do aguardado duelo entre Victoria Azarenka e Agnieszka Radwanska, números 2 e 5 do mundo. Após a queda de Serena Williams e Maria Sharapova, números 1 e 3, caiu sobre o colo de Vika o favoritismo ao título. Faltou avisar isso para Radwanska, que deu uma aula de tênis. A polonesa venceu por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 5/7 e 6/0.

As semifinais femininas vão pegar fogo, com as quatro tenistas chegando com a moral elevada. Bouchard encara Na Li e Cibulkova pega Radwanska na próxima madrugada.

Já que Novak Djokovic, atual tricampeão do Aberto da Austrália e número 2 do mundo, foi eliminado nas quartas, o favoritismo ao título passou todo para Rafael Nadal, o número 1. Para confirmar esse fato, ele teve que suar. Após jogo duro contra Kei Nishikori nas oitavas, o espanhol teve duelo igualmente complicado contra o búlgaro Grigor Dimitrov, cabeça de chave 22, mas passou. Nadal venceu, de virada, por 3/6, 7/6 (3), 7/6 (7) e 6/2. Nadal segue em busca de um feito histórico: se tornar o primeiro tenista na Era Aberta (e o terceiro na história do tênis, igualando-se aos australianos Rod Laver e Roy Emerson) a vencer cada um dos quatro Slams pelo menos duas vezes na carreira.

O próximo adversário de Rafael Nadal é encarado por muitos como o maior tenista de todos os tempos, mas é um grande freguês do espanhol. Roger Federer voltou aos velhos tempos e vai apresentando um ótimo tênis neste primeiro Slam do ano. Hoje, passou pelo britânico Andy Murray, vencendo por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/4, 6/7 (6) e 6/3) e vai pegar Nadal. Nos duelos entre os dois, Nadal lidera por 22 a 10. No Grand Slam australiano, 2 a 0, incluindo a final de 2009, único título de Rafa.

Federer fez mais um grande jogo no Aberto da Austrália.
(Foto: Ben Solomon/Tennis Australia/Divulgação Austrália)

Brasil - É o fim da linha para o Brasil no Australian Open. Nesta madrugada, Bruno Soares e a espanhola Anabel Medina Garrigues foram derrotados pela chinesa Jie Zheng e o americano Scott Lipsky (3/6, 6/4 e 10-7) e caíram nas quartas das duplas mistas. Já Marcelo Zormann da Silva não conseguiu derrotar o cabeça de chave 1 do torneio juvenil. Ele perdeu para o alemão Alexander Zverev por 6/2 e 6/3 e foi eliminado na terceira rodada.

Dia 11 - Por volta de 0h30 (de Brasília) desta quinta-feira (23), serão disputadas as semifinais femininas na Rod Laver Arena. Primeiro, Eugenie Bouchard contra Na Li; na sequência, Dominika Cibulkova contra Agnieszka Radwanska. A partir das 6h30, tem Tomas Berdych contra Stanislas Wawrinka, primeiro jogo da fase semifinal masculina.

O Australian Open é transmitido para o Brasil pela ESPN, além do site oficial do evento (clique aqui).

Clique e confira todos os resultados do décimo dia do Australian Open.

Veja os jogos do 11º dia.

0 comentários :

Postar um comentário