segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Melhor de novo

Cristiano Ronaldo confirma favoritismo e volta a ser o melhor jogador do mundo cinco anos após sua primeira Bola de Ouro.

De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

13/01/2013 - No palco, as lágrimas de emoção mostraram o alívio que Cristiano Ronaldo sentia. Nesta segunda (13), o português voltou a vencer o Ballon d'Or 2013, que premia o melhor jogador de futebol da temporada. Cristiano venceu sua segunda bola de ouro, superando Messi e Ribéry, segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Cristiano se emocionou com o prêmio.
(Foto: Getty Images)

Com a companhia de seu filho e recebendo o prêmio da mão de Pelé, Cristiano não conseguiu conter o choro. Com um discurso dificultado devido às pausas causadas pela emoção, ele agradeceu aos companheiros de Real Madrid e seleção portuguesa, e à sua namorada e família, que também esteve presente na festa.

Outro que não conteve o choro foi o rei Pelé. Ele também foi agraciado com uma bola de ouro, como forma de corrigir um erro histórico. Até 2011, o prêmio dado pela revista France Football só premiava os jogadores que atuavam no continente europeu. Joseph Blatter discursou antes da entrega da honraria, e aplaudido de pé, Pelé se emocionou pela consideração.

Infelizmente, este foi o único troféu que ficou em mãos brasileiras. Neymar não conseguiu vencer o prêmio Puskas, que ficou com o espetacular gol de Ibrahimovic, pela Suécia, contra a Inglaterra. Marta também saiu de mãos abanando, pois o prêmio de melhor jogadora foi para a goleira alemã Nadine Angerer. Entre os técnicos, Jupp Heynckes e Silvia Neid levaram os prêmios.

A seleção da temporada também foi eleita. Os onze melhores de 2013, na opinião dos votantes foram: Neuer (Bayern), Dani Alves (Barcelona), Thiago Silva (PSG), Sergio Ramos (Real Madrid) e Lahm (Bayern); Xavi (Barcelona), Iniesta (Barcelona) e Ribéry (Bayern); Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Messi (Barcelona) e Ibrahimovic (PSG).

0 comentários :

Postar um comentário