sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Freguesia mantida

Em três sets, Nadal bate 'freguês' Federer e vai à final do Australian Open

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

24/01/2014 - 33 jogos, 23 vitórias. É este o retrospecto de Rafael Nadal contra Roger Federer, que, sem dúvida alguma, está entre os melhores de todos os tempos. Nesta manhã, noite em Melbourne, não foi diferente. Nadal fez belíssima partida, fez Federer correr e não deu chances ao rival, vencendo a segunda semifinal do Aberto da Austrália por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (4), 6/3 e 6/3, em 2h14min. A derrota não apaga o grande campeonato feito por Roger, que mostrou forma diferente da apresentada na última temporada. Entretanto, quem segue é o número 1.

Rafa Nadal segue em busca de um feito histórico: se tornar o primeiro tenista na Era Aberta (e o terceiro na história do tênis, igualando-se aos australianos Rod Laver e Roy Emerson) a vencer cada um dos quatro Slams pelo menos duas vezes na carreira. É a terceira vez que o espanhol chega à decisão em Melbourne. Em 2009, bateu Federer na final. Em 2012, perdeu para Djokovic na final de Slam mais longa da história (5h53min).

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia/Divulgação Australian Open

Podemos dizer que os erros não forçados, além da própria postura do espanhol, claro, definiram as coisas para Nadal. Federer cometeu 50 erros não forçados, o dobro de Rafa, que só cedeu dois break points ao suíço (ele aproveitou um deles).

Agora, o tenista número 1 do mundo vai encarar outro suíço na decisão do Australian Open. Stanislas Wawrinka, número 8, passou por Tomas Berdych, o número 7, na quinta-feira. A final do primeiro Grand Slam do ano está marcada para o próximo domingo (26), às 6h30 (de Brasília).

O jogo

Primeiro set sem quebras de serviço, com poucos winners e muitos erros não forçados. Roger errou mais (24 a 15), mas os dois tenistas cumpriram bem seu papel. A parcial só foi definida no tie-break, e aí Nadal sobrou, pelo menos nos seis primeiros pontos. Abriu 5/1, fazendo Federer se mexer e forçando erros do suíço. Ele ainda viu Federer reagir, mas a vitória estava encaminhada. 7/6 (4).

Estava difícil vencer no game do adversário no segundo set. Isso até o quarto game, quando Nadal complicou demais as coisas, chegou a ter vários break points e Federer teve que se virar para fechar o longo game. Dois games depois, o mesmo cenário, mas Nadal quebrou o serviço do suíço, jogando um grande tênis. Se defendendo bem, Roger tentou voltar ao jogo, abriu 0-30 no nono game, mas não conseguiu quebrar e perdeu por 6/3.

Federer começou o terceiro set com um game de serviço muito tranquilo, mas as coisas foram bem diferentes no terceiro game. Nadal conseguiu duas chances de quebra e não desperdiçou, conquistando a vantagem. As coisas se complicariam de vez para o suíço, mas ele voltou ao jogo logo na sequência, devolvendo a quebra. Depois, Federer saiu de um 15-40 para abrir 3/2 no set. No sétimo, não teve como. Nadal voltou a quebrar, abrindo 4/3.

Logo mais, aqui no Boleiros da Arquibancada, você poderá conferir a 12ª edição da coluna "Nas quadras da Austrália", com os destaques do dia do Australian Open.

Confira os resultados do dia no Australian Open.

0 comentários :

Postar um comentário