sábado, 11 de janeiro de 2014

Extremamente fácil

Clássico de Los Angeles tem supremacia total dos Clippers, que batem Lakers por 36 pontos de vantagem

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

11/01/2014 - Nessa temporada 2013/2014 da NBA, o torcedor do Los Angeles Lakers está vendo um dos piores times que já defendeu a tradicional franquia da Califórnia. Uma das provas disso foi a atuação de ontem contra o Los Angeles Clippers, onde o rival, em outros tempos considerados "primo pobre", venceu pelo massacrante placar de 123 a 87. Está bem que os Lakers sofrem com os muitos desfalques, como Kobe, Nash, Henry, Farmar, Blake... mas os Clippers dominaram do início ao fim e sem colocar o pé no acelerados em determinados momentos.

Blake Griffin foi o destaque dos Clippers, que não contam com o lesionado Chris Paul (deverá ficar fora pelas próximas seis semanas), anotando 33 pontos e 12 rebotes. O armador Darren Collison, substituto de CP3, fez 20 pontos, sete assistências e cinco rebotes. JJ Redick fez 19 e DeAndre Jordan conseguiu 13 pontos e dez rebotes. Pelos Lakers, destaques são difíceis de achar, mas os 16 pontos e dez assistências de Kendall Marshall foram bons números.

A expressão de Kobe Bryant, acompanhando o jogo do banco, expressa bem o atual momento dos Lakers.
(Foto: Reprodução/ESPN)

Quando a bola subiu...

Desde o início do jogo, o que se viu em quadra foi um massacre do ataque dos Clippers sobre a defesa dos Lakers. No primeiro quarto, os Lakers levaram 43 pontos que apenas comprovam a atual fase. Blake Griffin já fazia das suas; 18 pontos e três rebotes em 12 minutos. JJ Redick fez dez (5-6 em chutes). No segundo quarto, as coisas não foram lá muito diferentes. Os Lakers seguiram demonstrando fragilidade e fecharam a primeira etapa com 70 pontos sofridos.

No segundo tempo, não foi diferente. Passeio dos Clippers. Gasol era engolido pelos pivôs adversários. Não tinha como. Os Lakers eram presa fácil e o jogo já não tinha mais graça. Os Clippers, que chegaram a abrir quase 40 pontos, nem forçavam mais. O terceiro quarto foi 31 a 8. Sim, 23 pontos de vantagem em um único período! Acompanhando a cena do banco de reservas, Kobe Bryant parecia desolado. Os Clippers venceriam por 36 pontos.

Leandrinho - O brasileiro fez seu segundo jogo no retorno a Phoenix, mas diferente da estreia, seu time saiu derrotado para o Memphis Grizzlies, por 104 a 99. Leandro Barbosa jogou 22 minutos, fez 2-7 nos arremessos, conseguiu quatro pontos e dois rebotes. Com a confirmação da seriedade da lesão de Eric Bledsoe, fica mais provável a permanência e a renovação do contrato de Leandrinho com os Suns. Ele assinou por dez dias.

Jogos desta sexta-feira (10) pela NBA:
22h: Washington Wizards 66 @ 93 Indiana Pacers 
22h: Detroit Pistons 114 @ 104 Philadelphia 76ers 
22h30: Houston Rockets 80 @ 83 Atlanta Hawks 
23h: Phoenix Suns 99 @ 104 Memphis Grizzlies 
23h: Charlotte Bobcats 92 @ 119 Minnesota Timberwolves 
23h: Dallas Mavericks 107 @ 90 New Orleans Pelicans 
23h: Miami Heat 95 @ 104 Brooklyn Nets - DUPLA PRORROGAÇÃO
23h30: Chicago Bulls 81 @ 72 Milwaukee Bucks 
0h: Cleveland Cavaliers 113 @ 102 Utah Jazz 
1h: Orlando Magic 83 @ 103 Sacramento Kings 
1h30: Boston Celtics 97 @ 99 Golden State Warriors 
1h30: Los Angeles Lakers 87 @ 123 Los Angeles Clippers 


A temporada continua no sábado (11), com os seguintes jogos (horário de Brasília):
22h: Brooklyn Nets @ Toronto Raptors 
22h: Houston Rockets @ Washington Wizards 
22h30: Phoenix Suns @ Detroit Pistons 
22h30: New York Knicks @ Philadelphia 76ers 
23h: Charlotte Bobcats @ Chicago Bulls 
23h: Milwaukee Bucks @ Oklahoma City Thunder 
23h30: New Orleans Pelicans @ Dallas Mavericks 
0h: Orlando Magic @ Denver Nuggets 
1h: Boston Celtics @ Portland Trail Blazers


Na página da NBA, confira classificações e tabela de jogos.

0 comentários :

Postar um comentário