domingo, 26 de janeiro de 2014

Estreia sem luta

Na sua estreia como profissional, Yamaguchi Falcão briga com Martin Ríos, e luta termina com confusão e sem resultado


De Estância.
Por Henrique Ferrera.

25/01/2014 - O clima antes da luta era de muita rivalidade. Yamaguchi Falcão iria estrear contra o argentino Martin Ríos, de cartel invicto - 10 vitórias e dois empates -, e as prévias da luta foram marcadas por muita provocação dos dois lados. Até aí, nada de anormal. Mas o clima de guerra foi levado até demais para o ringue, e os dois foram desclassificados após o primeiro round.

Yamaguchi não se conforma com a desclassificação e lamenta. 
(Foto: Thierry Goozer/Divulgação globoesporte.com)
A luta

Yamaguchi entrou no ginásio carregando um machado no ombro, segundo o próprio para "cortar o argentino em dois". Já se percebia o clima pesado entre os dois lutadores. A luta começou com Yamaguchi mais agressivo, levando o argentino para o canto e acertando a mão esquerda em boa sequência. Só que passado este ímpeto inicial, Ríos se recuperou e conseguiu segurar o brasileiro, que tentava golpear a todo momento.


Logo após o início do segundo round, após golpes ilegais de ambos, Ríos cuspiu em Yamaguchi e iniciou uma confusão. Outras pessoas subiram no ringue, e por pouco uma confusão generalizada não teve início. O argentino ainda cuspiu mais uma vez, desta vez no árbitro José Bezerra, que puniu os dois lutadores com a desclassificação e encerrou a aguardada luta sem resultado.

O resultado revoltou os dois lutadores, mas o árbitro se manteve impassível. Segundo o árbitro, os dois lutadores já haviam sido advertidos por condutas antidesportivas e perdido pontos, então a reincidência fez com que ele punisse ambos e encerrasse a luta.

0 comentários :

Postar um comentário