segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Ainda gigante

Roger Federer tem atuação irretocável, bate Tsonga e está nas quartas do Australian Open

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

20/01/2014 - É bem verdade que Roger Federer não vive o melhor momento de sua carreira. O tenista suíço, apontado por muitos como o maior de todos os tempos e atual número 6 do mundo, chegou ao Australian Open em queda. Porém, na manhã desta segunda-feira, noite em Melbourne, Federer demonstrou que ainda é um gigante. No jogo contra o francês Jo-Wilfried Tsonga, número 10 do mundo, Roger dominou e venceu fácil por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 7/5 e 6/4, em 1h52min de partida.

Roger Federer dominou o jogo por completo. Foi superior em winners (43 a 29), cometeu menos erros não forçados (21 a 28), e foi quase perfeito no primeiro serviço (venceu 42 de 48 pontos) e nas subidas à rede (34 de 41). Roger vai enfrentar o britânico Andy Murray, número 4 do mundo, nas quartas de final. Murray eliminou o "lucky loser" Stephane Robert por 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/2, 6/7 (6) e 6/2.

Federer dominou Tsonga e está nas quartas do Aberto da Austrália.
(Foto: Ben Solomon/Tennis Australia/Divulgação Australian Open)

Federer começou muito bem, praticamente sem cometer erros e quebrando o saque do adversário, abrindo 3/0. Ali, o set já estava ganho. Tsonga não conseguiu incomodar o serviço de Federer, que não cedeu nenhum break point e venceu por 6/3, em apenas 29 minutos. No segundo set, Federer contou com a combinação de um bom primeiro saque (95% de aproveitamento) e subida à rede (93% de aproveitamento, 13/14) para vencer. Novamente, Tsonga não conseguiu chances de quebra, e Federer venceu em uma das duas que teve. 7/5.

Na terceira parcial, Federer manteve o nível de jogo. Dominando e com as mesmas características dos dois outros sets, fechou em 6/4 e em 3 sets a 0. O maior de todos está de volta.

Nadal vence Nishikori em grande jogo

Nesta madrugada, o espanhol Rafael Nadal, número 1 do mundo, teve que suar demais para conseguir a vitória sobre o japonês Kei Nishikori, cabeça de chave 16. O oriental foi valente, jogou seu máximo, conseguiu quebrar o serviço de Nadal (fato até então inexistente nesse Aberto da Austrália), mas não venceu. Nadal venceu por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (3), 7/5 e 7/6 (3). Rafa segue em busca do seu segundo título em Melbourne e de se tornar o primeiro tenista na Era Aberta (e o terceiro na história do tênis, igualando-se aos australianos Rod Laver e Roy Emerson) a vencer cada um dos quatro Slams pelo menos duas vezes na carreira.

Quartas - Os duelos das quartas de final serão: Nadal (cabeça de chave 1) vs. Dimitrov (22), Murray (4) vs. Federer (6), Berdych (7) vs. Ferrer (3), e Wawrinka (8) vs. Djokovic (2). Os dois últimos já serão na próxima madrugada.

Logo mais, aqui no Boleiros da Arquibancada, você poderá conferir a oitava edição da coluna "Nas quadras da Austrália", com os destaques do dia do Australian Open.

Confira os resultados do dia no Australian Open.

0 comentários :

Postar um comentário