terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Treino de luxo

Bayern supera Guangzhou e espera duelo entre Galo e Raja para saber seu adversário da final do Mundial

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

17/12/2013 - Em seu primeiro confronto no Mundial de Clubes, o Bayern de Munique passou com extrema facilidade pelo Guangzhou Evergrande, da China. O confronto realizado no Stade Adrar, em Agadir, no Marrocos, foi na verdade um treinamento de luxo para a final. O Bayern apresentou seu futebol envolvente e não deu espaço para seu adversário o ameaçar. A partida foi essencialmente um duelo de ataque e defesa, no qual o resultado de 3 a 0 não expressa bem a superioridade alemã. Além dos três gols, tivemos cinco bolas na trave e chances claras desperdiçadas, fora o baile. O oponente do time alemão na final sairá amanhã do jogo entre Atlético-MG e Raja Casablanca, que duelam a partir das 17h30 (de Brasília).

Foto: Getty Images
Previous

O jogo

A partida foi resumida em defesa do Guangzhou e ataque do Bayern de Munique.  O time alemão teve maior domínio de passe de bola e trocava passes com extrema facilidade no campo adversário à espera do momento oportuno para efetivar a jogada. Os defensores da equipe da China se fechavam bem e criavam certo incomodo. Porém, era uma missão quase impossível suportar a pressão do Bayern durante 90 minutos. Dessa maneira, a vitória foi sendo construída aos poucos.

Aos 15 minutos, o Bayern de Munique chegou muito perto de abrir o placar. Thiago Alcântara recebeu na área, se livrou da marcação e bateu colocado. A bola explodiu na trave e saiu pela linha de fundo. Toni Kroos arriscou da meia lua, aos 24 minutos, a bola acertou o travessão e ainda quicou em cima da linha do gol. Quinze minutos depois, da entrada da área, Alaba chutou cruzado e a bola passou rente à trave.

Após oportunidades claras de gol e a trave trabalhando a favor do Guangzhou, não houve quem defendesse os chutes de Ribéry e Mandzukic. Aos 40 minutos, depois de uma confusão dentro da área, a bola sobrou para Ribery. O craque pegou de primeira, com a bola ainda no ar, e chutou cruzado para o fundo do gol. Quatro minutos depois, Thiago cruzou e Mandzukic mergulhou para cabecear para as redes.

Logo no primeiro minuto da volta para o segundo tempo, o time da China teve uma bela chance para diminuir. Muriqui arrancou com espaço pela esquerda, invadiu a área, mas demorou a chutar e foi desarmado por Lahm. Já dizia a velha máxima do futebol, quem não faz, leva. No lance seguinte, Gotze, da entrada da área, acertou um chute com um efeito incrível que encobriu o goleiro e entrou no ângulo.

Mesmo com 3 a 0 no marcador e a vitória consolidada ainda no início do segunda etapa, o Bayern ainda teve grandes oportunidades e algumas bolas na trave. Após bonita jogada de Thiago Alcântara, aos 14 minutos, a bola sobrou para Gotze, que chutou forte, mas o goleiro Zeng Cheng fez linda defesa. Seis minutos depois, Ribéry invadiu a área, fintou e chutou. Porém, a bola explodiu no travessão. Aos 32 minutos, Gotze recebeu e mandou rasteiro. A bola passou tirando tinta da trave. Após cruzamento da esquerda, aos 41 minutos, Gotze apareceu livre e carimbou o travessão. A vitória já estava garantida há muito tempo.

Ficha de jogo:

Guangzhou Evergrande 0 x 3 Bayern de Munique

GUANGZHOU:
Zeng Cheng; Younggwon Kim, Xiaoting Feng, Zhang Linpeng e Sun Xiang, Zheng Zhi, Bowen Huang (Hao Rong), Conca, Zhao Xuri (Junyan Feng) e Muriqui; Elkeson.
Técnico: Marcello Lippi

BAYERN:
Neuer; Rafinha, Boateng, Dante e Alaba; Lahm; Müller, Götze, Kroos (Javi Martínez) e Ribéry (Shaqiri); Mandzukic (Claudio Pizarro).
Técnico: Pep Guardiola

Gols: Ribery, aos 40, Mandzukic, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Gotze, aos dois minutos do segundo tempo

Local: Stade Adrar, em Agadir (Marrocos)
Data: 17/12/2013
Público: 27.311 presentes

Árbitro: Bakary Gassama (GAM)

0 comentários :

Postar um comentário