terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Superliga: A temporada até aqui

No torneio feminino, apenas o Molico/Nestlé segue invicto; no masculino, três times venceram todos os sete jogos

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

03/12/2013 - Principal torneio de vôlei do nosso país e um dos principais do mundo, a Superliga 2013/2014 segue em disputa. Na página especial da competição aqui em nosso site, você pode conferir, sempre atualizada, a tabela de jogos e as classificações dos torneios masculino e feminino. Como há muito tempo que não falamos do torneio por aqui, resolvemos fazer um resumão sobre o que já rolou na temporada.


O Molico/Nestlé, de Osasco, é o único invicto do torneio feminino.
(Foto: Alexandre Arruda/CBV)

Superliga Feminina

Apenas o Molico/Nestlé, de Osasco, está invicto na Superliga Feminina, que já teve seis rodadas completadas. A equipe comandada pelo técnico Luizomar de Moura venceu todos os seus seis jogos, ganhando 18 sets e perdendo dois (ambos em um jogo contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano). O Unilever divide o segundo lugar com o Vôlei Amil. Os dois têm 15 pontos e cinco vitórias em seis jogos. 

O Pinheiros, que vinha invicto até a última rodada, foi derrotado pelo Molico por 3 a 0 e também tem cinco vitórias, mas como três foram por 3 sets a 2, só tem 12 pontos. Empatado com o Pinheiros aparece o Banana Boat/Praia Clube, de Uberlândia, com a mesma pontuação, mas uma vitória a menos. Barueri e Sesi-SP têm três vitórias, três derrotas  e 11 pontos, dois a mais que o Brasília, que tem nove e fecha a zona de classificação. 

As piores equipes até aqui são Maranhão e Minas, que perderam todos os seis jogos. O Minas é lanterna porque não venceu nenhum set, enquanto o time nordestino venceu dois. Clique para conferir a classificação e tabela de jogos.


Sesi e Sada Cruzeiro duelam logo mais. Os dois estão invictos na Superliga Masculina.
(Foto: Alexandre ArrudaCBV)

Superliga Masculina

Sada Cruzeiro, Sesi-SP e RJ (antes RJX) são os líderes do torneio masculino e venceram todos os sete jogos. O Sada, campeão mundial, tem 21 pontos porque venceu todos os confrontos por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1, enquanto os outros dois venceram um dos desafios por 3 a 2 e têm 20 pontos.

Depois deles, com seis pontos a menos e três derrotas a mais, está o Brasil Kirin, novo time de Campinas, seguido pelo Moda/Maringá, novidade na temporada, com 12 pontos e quatro vitórias em oito jogos. Vivo/Minas (9 pontos), Kappesberg Canoas (8) e UFJF (8) completam a zona de classificação. Com apenas uma vitória, Funvic/Taubaté e Voltaço são os dois últimos, com três pontos, atrás de São Bernardo (7) e Montes Claros (7). Na página especial, veja a classificação completa e a tabela de jogos.

Hoje tem rodada

A 7ª rodada da Superliga Feminina será disputada por completo logo mais. Veja os jogos (horário de Brasília):

19h: 
Sesi x Vôlei Amil, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)
19h30: 
Barueri x São Bernardo, no José Correa, em Barueri (SP)
Banana Boat/Praia Clube x Molico/Nestlé, no Praia Clube, em Uberlândia (MG)
Pinheiros x Unilever, no Henrique Villaboim, em São Paulo (SP)
20h15: 
Rio do Sul/Equibrasil x Uniara/Afav, no Artenir Werner, em Rio do Sul (SC)
20h30: 
São Cristóvão Saúde/São Caetano x Maranhão/Cemar, no Lauro Gomes, em São Caetano do Sul (SP)
Minas x Brasília, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG)


Hoje também tem Superliga Masculina. Pela nona rodada, Sesi-SP e Sada Cruzeiro duelam às 21h (de Brasília) na Vila Leopoldina, em São Paulo. A rodada segue amanhã e quinta:

Quarta (4/12), às 19h30: 
São Bernardo x Moda/Maringá, no Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP)
Vivo/Minas x RJX, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG)
20h: 
Kappesberg Canoas x Funvic/Taubaté, no La Salle, em Canoas (RS)
Voltaço x UFJF, no Ilha de São João, em Volta Redonda (RJ)
Quinta (5/12), às 21h: 
Brasil Kirin x Montes Claros, no Taquaral, em Campinas (SP)


* Obs.: Essa é a matéria de número 7000 publicada aqui no Boleiros da Arquibancada. Obrigado a todos que seguem nos acompanhando.

0 comentários :

Postar um comentário