domingo, 1 de dezembro de 2013

Santa campeão

Diante de sua torcida, Santa Cruz vence Sampaio Corrêa e fica com o título da Série C

De Belo Horizonte.
Por Rodolpho Victor.

01/12/2013 - Jogando no Arruda, o Santa Cruz marcou duas vezes, viu o Sampaio Corrêa diminuir, mas depois da bela caminhada, o título da Série C do Brasileirão ficou mesmo em Pernambuco. Após o 0 a 0 na ida, fora de casa, qualquer vitória em seu estádio garantiria a conquista para o Santinha, que fez 2 a 1, com gols de Dedé e Flávio Caça-Rato. Cleitinho descontou para o Sampaio. A grande torcida que sempre apoiou o time pernambucano vai ter o que comemorar por muitos dias. Agora, o projeto é voltar para a elite do futebol nacional em 2014, ano do centenário do clube.

Foto: CBF.com.br

O jogo

O Sampaio começou pressionando. Luan foi quem chegou primeiro ao gol adversário, sem muito perigo. Os donos da casa preferiram não responder com a mesma moeda e ficaram tocando bola. Estudando o adversário. Quando resolveram atacar, o Sampaio foi novamente pra cima e deu trabalho ao goleiro Thiago Cardoso. Na primeira oportunidade, com Lucas, e logo depois, com Kivel.

O Santa não podia continuar se defendendo, com o apoio massivo do torcedor. Flávio Caça-Rato tentou uma vez. Luciano Sorriso tentou em seguida e, no rebote, Dedé abriu o placar da decisão, aos 33 minutos da etapa inicial. Depois do gol, só deu Tricolor. O herói nacional Caça-Rato estava em todas. Chutava, cruzava, cabeceava, roubava bola, pegava rebote. Mostrou ao Vica que merece estar na Série B do ano que vem, como titular. O Sampaio ainda tentou um ataque antes do apito final.

Logo após o juiz apitar o início do segundo tempo, Dedé passou para Caça-Rato marcar e colocar as mãos na taça. Para o Sampaio, perder de 2 ou de mil seria a mesma coisa. O técnico Araújo colocou o time pra cima. Como estava valendo tudo, Kivel tentou até marcar com a mão. E deu certo a pressão do Sampaio. Diminuiu com Cleitinho, aos 34. Mas a festa do título ficou mesmo para o Santa Cruz. Incontestável.

O Brasil agradece

Essa é a divisão onde raça e força de vontade falam muito mais alto. Ganha-se bem quem fica até o fim na caminhada. Salário, quando chega, é só pra pagar as contas. Santa e Sampaio ficaram até o fim. Eu, como apreciador do futebol de terrão e do povão, agradeço aos dois pelas campanhas brilhantes. Se todos os dias tivesse uma final de Série C entre grandes que passam por um momento ruim, nossos dias seriam mais felizes.

Parabéns Sampaio, Luverdense, Vila Nova, Santa Cruz e todos os outros, que não nos deixam apaixonar pelo futebol moderno. Eu agradeço, em nome do Brasil. Que a Série C de 2014 seja, no mínimo, igual.

Ficha do jogo:

Santa Cruz 2x1 Sampaio Corrêa

SANTA CRUZ:
Tiago Cardoso; Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa (Panda); Sandro Manoel, Dedé, Luciano Sorriso (Léo) e Natan; Renatinho e Flávio Caça-Rato (Siloé).
Técnico: Vica

SAMPAIO CORRÊA:
Rodrigo Ramos; Tote, Robinho, Mimica (Rayllan) e Airton Oliveira; Jonas, Elori, Arlindo Maracanã, Cleitinho e Lucas (Edgar); e Leandro Kivel (Junior Chicão).
Técnico: Flávio Araújo

Local: Arruda, em Recife (PE)
Data: 01/12/2013
Horário: 17h

Gols: Santa: Dedé, aos 33 minutos do primeiro tempo, e Flávio Caça-Rato, no primeiro minuto do segundo tempo; Sampaio: Cleitinho, aos 34 minutos do segundo tempo

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Neuza Ines Back (SC)

Cartões amarelos: Renatinho (SAN); Mimica, Lucas e Leandro Kivel (SAM)

0 comentários :

Postar um comentário