segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Na raça

Molico supera Amil em cinco sets fora de casa, mantém invencibilidade e segue na liderança da Superliga Feminina

De Uberlândia.
Por Aline Guerra.

09/12/2013 – Líder invicto da Superliga Feminina de Vôlei, o Molico/Nestlé, de Osasco, enfrentou fora de casa o forte Vôlei Amil nesta segunda-feira, em Campinas, pela abertura da nona rodada do torneio. O time da casa queria a vitória a todo custo para subir na tabela, mas parou na raça da adversárias, que mesmo não jogando muito bem, conquistaram a vitória no tie-break. A vitória por 3 sets a 2 teve parciais de 21/14, 20/22, 21/18, 19/21 e 17/15.

Desde o inicio da partida, ficou claro que não seria um jogo fácil. Os dois times, nervosos, cometiam muitos erros, principalmente no saque e na recepção. O Osasco se virava com Thaísa inspirada (28 pontos e melhor em quadra), enquanto o Campinas viu Natália apagada, mas contou com Tandara (também 28 pontos) em grande noite. E quando a técnica faltou, o Molico contou com a raça. No tie-break, o time visitante foi valente, saiu em desvantagem e foi buscar. 17 a 15 e vitória garantida.

No topo e invicto, o próximo desafio do Osasco, líder com 25 pontos, é em casa, contra o Uniara. Já o Campinas, segundo com 21 pontos, precisa voltar a vencer para se manter entre os três primeiros, e encara o Maranhão Vôlei na Arena Amil.

Mesmo sem jogar bem, Osasco vence e segue invicto.
(Foto: Divulgação - Facebook Molico/Nestlé)

A partida começou e o Osasco já dominou toda a quadra. O Campinas, em ritmo lento, demorou até encostar no placar. O Amil conseguiu tirar uma vantagem enorme que foi de 7 a 1 no inicio do set, mas depois caiu de produção novamente e viu o Molico fechar em 21 a 14.

Na segunda parcial, os times voltaram mais equilibrados, mas o que chamou a atenção foram os muitos erros de saques das duas equipes. O Osasco foi se privilegiando da partida irregular que fazia o Campinas. O Amil se recuperou, não deixou o Molico fechar e ganhou seu primeiro set por 22 a 20.

No terceiro set, os muitos erros continuaram, e os times, colados no placar, era apenas o reflexo de um jogo fraco. O Osasco teve mais tranquilidade que o Campinas, e se beneficiou dos talentos individuais. Assim, o Molico fechou mais uma parcial; 21 a 18.

O quarto set foi mais nervoso. Os dois times elevaram o nível e passaram a errar menos. O Osasco tomou a ponta, mas foi constantemente ameaçado pelo Amil, que mais uma vez conseguiu a virada nos pontos finais e fechou por 21 a 19, forçando um tie-break.

O quinto set foi emocionante. Os times jogaram tudo o que faltou no último set. Defesas bonitas, bloqueio funcionando e vitória nos detalhes. Melhor para Osasco. 17 a 15 e invencibilidade mantida.

Ficha do jogo:

Vôlei Amil 2 x 3 Molico/Nestlé
14/21, 22/20, 18/21, 21/19 e 15/17

AMIL:
Começaram: Claudinha (2 pontos), Tandara (28), Natália (11), Hildebrand (7), Waleswka (5) e Carol Gattaz (4). Líbero: Michelle.
Entraram: Priscila (1), Rosamaria (0) e Teny (0).
Técnico: José Roberto Guimarães

MOLICO:
Começaram: Fabíola (2), Sheilla (17), Bosetti (12), Malagurski (10), Thaísa (28) e  Adenízia (10).
 Líbero: Camila Brait.
Entraram: Ana Maria (0), Lia (0), Gabi (0).
Técnico: Luizomar de Moura

Local: Arena Amil, em Campinas 

Público: 1180 
Data: 09/12/2013
Horário: 19h (de Brasília)

Arbitragem: Paulo Telles (SP) e Flávio Campos (SP)

VivaVôlei: Thaísa - MOLICO

0 comentários :

Postar um comentário