domingo, 8 de dezembro de 2013

Festa, tristeza e vergonha

Atlético-PR goleia o Vasco, vai para a Libertadores e rebaixa o rival. Torcidas dão vexame, e quatro estão em estado grave no hospital

De Curitiba.
Por Willian Gomes.

08/12/2013 - Em um dos jogos mais esperados da rodada, envolvendo a briga pela Libertadores e contra o rebaixamento, cenas de guerra aconteceram. Enquanto Atlético-PR e Vasco jogavam, aos 16 minutos da primeira etapa, uma briga generalizada aconteceu na arquibancada da Arena Joinville. As torcidas se enfrentaram, brigaram e houve feridos. Gravemente, ao menos quatro torcedores ficaram, e foram parar no hospital. O que mais chamou a atenção foi que a Polícia Militar não estava dentro do estádio, deixando a segurança da partida sob responsabilidade de uma empresa privada, cumprindo determinação do Ministério Público. O Vasco não queria o reinicio do jogo, ao contrário do Atlético. Após mais de uma hora, a partida recomeçou.

Falando de futebol, o Atlético venceu por 5 a 1, com três gols do artilheiro do Brasileirão, Éderson, que fechou o torneio com 21 gols. Com a vitória, o Furacão confirmou sua vaga na Libertadores, fechando o campeonato na terceira posição, com 64 pontos. Já o Vasco está rebaixado pela segunda vez em cinco anos. O time carioca terminou na 18ª posição, com 44 pontos.


 
 Éderson fez três gols e garantiu a artilharia do Brasileirão.
(Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético)

O jogo

Logo aos quatro minutos, o Furacão saiu na frente. Após cobrança de falta, Manoel desviou para o fundo das redes. E depois de toda a confusão causada pela briga na arquibancada, o jogo reiniciou em um ritmo mais lento, mas o Vasco chegou ao empate aos 40 minutos. Yotún cruzou, e a bola bateu em Edmílson antes de entrar.

Dois minutos depois, Atlético em vantagem novamente. Paulo Baier fez um cruzamento na medida para Éderson, que de cabeça encobriu o goleiro Alessandro. Na segunda etapa, o time paranaense voltou mais ofensivo, e diversas chances foram criadas.

Aos 13 minutos, o goleiro Alessandro quase entregou um gol para o rival. Ele recebeu o recuo e quis tocar com categoria, mas Éderson recuperou a bola e quase marcou. Aos 18 minutos, Éderson cruzou para Marcelo, que dominou e estufou as redes.

O Vasco quase diminuiu aos 31 minutos. Edmílson ficou cara a cara com Weverton, mas chutou em cima do goleiro. Já aos 36 minutos, Éderson ampliou. O baixinho recebeu cruzamento de Felipe e já transformava o placar em goleada. E, aos 40 minutos, saiu o quinto gol. Éderson recebeu livre de marcação na área, chutou colocado e foi para torcida comemorar o terceiro gol na partida.

Nos minutos finais, o time carioca ficou mais recuado, para ao menos manter o placar, e não deixar ainda mais humilhante o rebaixamento para a segunda divisão.

Ficha técnica:

Atlético-PR 5x1 Vasco

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Maranhão (Juninho); Deivid, João Paulo, Everton e Paulo Baier (Zezinho); Ederson e Marcelo (Felipe).
Técnico: Vagner Mancini

VASCO:
Alessandro; Fagner, Renato Silva, Cris e Yotun; Abuda, Wendel (Bernardo), Pedro Ken e Marlone (Tenório); Thalles (Reginaldo) e Edmilson.
Técnico: Adilson Batista

Gols: Manoel, aos quatro, Éderson, aos 43 minutos do primeiro tempo, aos 36 e aos 40 minutos do segundo tempo, e Marcelo, aos 18 minutos do segundo tempo (Atlético); Edmílson, aos 40 minutos do primeiro tempo (Vasco)
 
 Local: Estádio Arena Joinville, em Joinville (SC)
Data: 8/12/2013
Horário: 17h

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA/MG)
Assistentes: Márcio E.S. Santiago (FIFA/MG) e Guilherme Dias Camilo (MG)

 Cartão amarelo: Pedro Ken (Vasco)

***

38ª rodada: 
Sábado (7), às 19h: 
Flamengo 1x1 Cruzeiro
19h30: 
Náutico 1x0 Corinthians
Domingo (8), às 17h: 
Atlético-MG 2x2 Vitória
Internacional 0x0 Ponte Preta
Portuguesa 0x0 Grêmio

Classificação final do Campeonato Brasileiro 2013:
1º - Cruzeiro - 76 pontos 
2º - Grêmio - 65 pontos 
3º - Atlético-PR - 64 pontos
4º - Botafogo - 61 pontos 
5º - Vitória - 59 pontos, 16 vitórias e 6 gols de saldo
6º - Goiás - 59 pontos, 16 vitórias e 4 gols de saldo
7º - Santos - 57 pontos, 15 vitórias e 13 gols de saldo
8º - Atlético-MG - 57 pontos, 15 vitórias e 11 gols de saldo
9º - São Paulo - 50 pontos e 14 vitórias 
10º - Corinthians - 50 pontos e 11 vitórias 
11º - Flamengo - 49 pontos
12º - Portuguesa - 48 pontos, 12 vitórias e 4 gols de saldo
13º - Coritiba - 48 pontos, 12 vitórias e -3 gols de saldo
14º - Bahia - 48 pontos, 12 vitórias e -8 gols de saldo
15º - Internacional - 48 pontos e 11 vitórias
16º - Criciúma - 46 pontos e 13 vitórias
17º - Fluminense - 46 pontos e 12 vitórias
18º - Vasco - 44 pontos 
19º - Ponte Preta - 37 pontos 
20º - Náutico - 20 pontos 

0 comentários :

Postar um comentário