quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Começa a história

É hoje! Raja Casablanca e Atlético-MG se enfrentam para definir quem disputará o título mundial contra o Bayern

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

18/12/2013 - Nesta quarta-feira, terá início mais uma saga do Atlético Mineiro. Em mais um torneio que os mineiros disputam de forma inédita, o Galo vai encarar os anfitriões Raja Casablanca no Stade de Marrakech, às 17h30, horário de Brasília. Os alvinegros chegam credenciados pela ótima campanha na Taça Libertadores da América, e o Raja chega como dono da casa após vencer o campeonato marroquino da última temporada.

Para os atleticanos, mais do que disputar um torneio de grande importância, é a chance de reabrir o livro da história do clube e escrever mais uma página que os jogadores, trajados de camisa alvinegra, vão contar pelo mundo afora, buscando a conquista de um título inédito, assim como foi a Libertadores que, sem dúvida, foi a libertação de todos os torcedores.

O Raja Casablanca já disputou o Mundial de Clubes. Em 2000, a equipe marroquina desembarcou no Brasil, e encarou equipes como Real Madrid, Al Nassr e o Corinthians, que no fim, acabou levando o título. O Raja terminou na quinta colocação, naquele inesquecível mês de janeiro para seus torcedores.

Foto: Vitor Francesconi/Atlético Mineiro

Time pronto

O Atlético-MG chegou ao Marrocos há exatos oito dias, mas o trabalho de definição da equipe aconteceu ainda na Cidade do Galo, em meio à disputa do Campeonato Brasileiro. O técnico Cuca, que para muitos, está se despedindo do clube (tem proposta do futebol chinês), alternou a escalação de seus jogadores para trabalhar a parte física de todos, sem esquecer da formação tática. Esta última não deverá ser mudada e o time já está na cabeça do treinador.

Ao analisar o adversário, o técnico Cuca pregou respeito aos marroquinos, elogiando a postura tática deles, sem esquecer da velocidade no ataque. "É uma equipe movida à velocidade, que sai no contra-ataque e tem uma referência na frente, um jogador que pensa o jogo. Eles sabem fazer o tempo passar e não vi dar um chutão diante do Monterrey".

Dos jogadores que começarão a partida diante do Raja, apenas o jovem Lucas Cândido e o atacante Fernandinho não estiveram na final da Libertadores da América diante do Olímpia. Lucas tem jogado improvisado na lateral-esquerda e vem cumprindo bem a função. Júnior César, jogador da posição, ficará no banco de reservas. Fernandinho chegou para substituir Bernard, que foi para o futebol ucraniano, e se tornou um dos principais atletas do elenco alvinegro.

Foto: AFP

Disposto a surpreender

O Raja Casablanca não era o adversário mais esperado pelos atleticanos. E pessoas da imprensa local ficaram surpresos com a caminhada, até o momento, bem sucedida da Raja. Segundo as informações que chegavam, a equipe marroquina trocou de técnico poucos dias antes do início do torneio. O treinador Mabil Maaloul tem trabalhado o elenco mais na base da conversa do que em treinamentos técnicos e táticos.

O melhor jogador da equipe marroquina, e considerado ídolo local, é o camisa número cinco Mohsine Moutaouali. Com ele partem todas as jogadas ofensivas do Raja Casablanca, além de comandar o time em campo, não apenas por ser capitão, mas pela expressão do atleta no elenco.

O Raja Casablanca também conta com uma torcida bastante empolgada com os últimos tempos da equipe, além de surpresa com a campanha do time. Muitos dizem que se o Raja não tivesse chegado à semifinal contra o Atlético, todos os torcedores locais apoiariam o Galo, principalmente pelo grande nome da equipe brasileira ser Ronaldinho Gaúcho.

Prévia - Ficha do jogo:

Raja Casablanca x Atlético-MG

RAJA CASABLANCA:
Askri; El Hachimi, Adil Karrouchy, Mohamed Olhaj e Benlamalem; Erraki, Chtibi, Guehi e Moutaouali; Iajour e Hafidi.
Técnico: Nabil Maaloul

ATLÉTICO:
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Lucas Cândido; Pierre, Josué, Diego Tardelli, Ronaldinho Gaúcho e Fernandinho; Jô.
Técnico: Cuca

Local: Stade de Marrakech, no Marrocos
Data: 18/12/2013
Horário: 17h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Carlos Velasco Carballo (FIFA-ESP)
Auxiliares: Roberto Alonso Fernandez (FIFA-ESP) e Juan Carlos Yeste Jimenez (FIFA-ESP)

0 comentários :

Postar um comentário