domingo, 1 de dezembro de 2013

Ainda lutando

Vasco vence Náutico e segue com chances de continuar na primeira divisão. Cruz-maltino terá que bater o Furacão fora de casa e secar o Coxa

De Uberlândia.
Por Aline Guerra.

01/12/2013 – Na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco recebeu o já rebaixado Náutico no Maracanã para fazer a sua parte e seguir sonhando com a permanência na Série A. Os mandantes precisavam vencer e secar o Coritiba, que jogava contra o rival Botafogo em Curitiba. Bom, o Coxa não perdeu, mas, ao menos, o Vasco fez a sua parte e fez 2 a 0 no Timbu, mantendo acesa a chance. Em 17º, com 44 pontos, o Vasco precisará vencer o Atlético-PR no próximo domingo (8), fora de casa, e secar o Coxa, 16º com 45, que pega o São Paulo no Morumbi.

A partida não foi das mais interessantes. O Vasco, mesmo sem apresentar um futebol genial, foi melhor, e teve a posse de bola e as maiores chances. O time do Náutico, que não tentava muito e tinha dificuldades para trabalhar no meio de campo, levou dois gols e assistiu a derrota.

Ainda dependendo de outros resultados, o Vasco não pode pensar em nada além da vitória na próxima rodada. O jogo contra o Furacão será em Joinville. Já o Náutico encerra sua participação na Série A contra o Corinthians, na Arena Pernambuco.

Edmílson abriu o placar no Maraca.
(Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.br)

Precisando do resultado, o Vasco foi pra cima do Timbu já nos primeiros minutos, e conseguiu abrir o placar com Edmílson, que aproveitou rebote do chute de Yotún e fez aos cinco minutos. O time carioca seguiu pressionando, e apesar de não fazer um grande jogo, estava encarando o rebaixado Náutico com maior motivação.

Depois do intervalo, o Vasco continuou melhor, a torcida empurrava cantando alto e o Náutico, perdido em campo, ajudava os vascaínos. O jogo não empolgava, mas o time carioca tinha a partida nas mãos. Aos 41 minutos, Bernardo arrancou da intermediária, driblou dois e tocou na saída do goleiro Berna para marcar o segundo dos anfitriões e selar a vitória dos donos da casa.

Ficha do jogo:

Vasco 2 x 0 Náutico

VASCO:
Alessandro; Fágner, Luan, Cris e Yotún; Guiñazu, Abuda, Pedro Ken (Reginaldo) e Marlone (Bernardo); Thalles (Robinho) e Edmílson.
Técnico: Adilson Batista

NÁUTICO:
Ricardo Berna, Maranhão (Marcos Vinicius), Alison, Leandro Amaro e Bruno Collaço; Derley, Gustavo Henrique (Elicarlos), Martinez e Tiago Real; Rogério e Maikon Leite.
Técnico: Marcelo Martelotte

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Público: 48.077 pagantes - 55.914 presentes 
Renda: R$ 1.174.540
Data: 01/12/2013
Horário: 17h
           
Gols: Edmílson, aos cinco minutos do primeiro tempoBernardo, aos 41 minutos do segundo tempo


Árbitro: Anderson Daronco (RS) 
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Rafael da Silva Alves (RS)

Cartões Amarelos: Luan, Guiñazu, Robinho (VAS); Alison, Bruno Collaço, Maranhão, Martinez (NÁU)


***

37ª rodada: 
Sábado (30), às 19h30: 
21h:
Corinthians 0x0 Internacional 
Domingo (1), às 17h: 
Ponte Preta 0x2 Portuguesa 
Criciúma 1x0 São Paulo 
Vitória 4x2 Flamengo 
19h30: 

Classificação:
1º - Cruzeiro - 75 pontos 
2º - Grêmio - 64 pontos 
3º - Atlético-PR - 61 pontos
4º - Goiás - 59 pontos 
5º - Botafogo - 58 pontos, 16 vitórias e 11 gols de saldo
6º - Vitória - 58 pontos, 16 vitórias e 6 gols de saldo
7º - Atlético-MG - 56 pontos 
8º - Santos - 54 pontos
9º - São Paulo - 50 pontos e 14 vitórias 
10º - Corinthians - 50 pontos e 11 vitórias 
11º - Flamengo - 48 pontos, 12 vitórias e -3 gols de saldo
12º - Bahia - 48 pontos, 12 vitórias e -7 gols de saldo
13º - Portuguesa - 47 pontos e 12 vitórias
14º - Internacional - 47 pontos e 11 vitórias
15º - Criciúma - 46 pontos 
16º - Coritiba - 45 pontos 
17º - Vasco - 44 pontos 
18º - Fluminense - 43 pontos 
19º - Ponte Preta - 36 pontos 
20º - Náutico - 17 pontos 

0 comentários :

Postar um comentário