domingo, 3 de novembro de 2013

Uma mão na taça

Cruzeiro vence o Santos, com golaço de Éverton Ribeiro, e pode ser campeão brasileiro já na próxima rodada

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

03/11/2013 - O Santos, ainda sonhando com uma vaga na Libertadores, queria mais três pontos, desta vez, em cima do líder. No entanto, o Cruzeiro não se intimidou jogando na Vila Belmiro e venceu o Peixe graças a um golaço de Éverton Ribeiro. A vitória magra por 1 a 0 não demonstrou o que ocorreu em campo. O time mineiro teve o domínio do jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, criou muitas oportunidades e não deixou a equipe paulista oferecer perigo. Com esse resultado, o Cruzeiro chega a 68 pontos, abrindo 13 pontos de vantagem o novo segundo colocado, o Atlético-PR. O Santos caiu para a nona posição, com 44 pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrentará o Grêmio, no Mineirão, no domingo (10), às 17 horas, podendo já ser matematicamente campeão. No mesmo dia, mas às 19h30, o Santos jogará contra o Vasco no Maracanã.

Foto: Cruzeiro/Divulgação

O jogo

O Cruzeiro manteve a marcação avançada durante todo o primeiro tempo, criando muita dificuldade para o Santos sair jogando. O time paulista chegou pouco ao ataque e, quando avançava, esbarrava em uma defesa bem postada. A equipe mineira possuía melhor toque de bola e conseguiu criar boas chances de gol, porém, faltava capricho nas finalizações.

A Raposa chegou pela primeira vez aos nove minutos, em uma cobrança de escanteio. Nilton desviou de cabeça e Aranha segurou firme no meio do gol. Aos 18 minutos, Dagoberto e Éverton Ribeiro fizeram uma linda jogada. O meia pegou de primeira e mandou para o gol, mas no caminho, a bola bateu na cabeça do zagueiro Gustavo Henrique e foi para fora. Seis minutos depois, Borges perdeu uma chance incrível. Após cobrança de escanteio, Nilton bateu cruzado e bola passou na boca do gol, mas Borges não conseguiu chegar. Em seguida, foi a vez de Ricardo Goulart perder uma ótima oportunidade. O atacante tabelou com Borges e apareceu na grande área. Goulart deslocou o goleiro Aranha e a bola passou tirando tinta da trave direita.

O Santos só conseguiu chegar com mais perigo aos 33 minutos. Willian José recebeu cruzamento de Arouca e bateu prensado em Dedé. No entanto, a melhor oportunidade do Santos foi em uma cabeçada de Ceará contra o seu próprio patrimônio, aos 39 minutos. O goleiro Fábio teve que fazer uma grande defesa e espalmar a bola para escanteio.

Se faltava cuidado nas finalizações do primeiro tempo, na etapa complementar, Éverton Ribeiro esbanjou talento e capricho para marcar o único gol da partida. Aos nove minutos, o craque cruzeirense deu um drible desconcertante em Alison, avançou pela direita e, dentro da área, fintou mais dois jogadores para mandar no cantinho do gol. Um golaço, sem chance alguma para Aranha. Aos 26 minutos, Éverton quase marcou o segundo. Júlio Baptista, na direita, rolou para o meia, livre, mas ele bateu forte e a bola saiu muito perto da trave.

O Cruzeiro diminuiu o ritmo na partida e o Santos melhorou, mas ainda encontrava dificuldades para infiltrar na defesa cruzeirense. Se estava difícil vencer a marcação, a solução foi chutar de longe. O Peixe roubou a bola no meio e avançou aos 28 minutos. Sem muito espaço, Cícero arriscou de longa distância e mandou sobre o gol. Aos 33 minutos, Geuvânio limpou e mandou uma bomba, obrigando o goleiro Fábio a fazer uma belíssima defesa.

Aos 39 minutos, o time celeste perdeu a oportunidade de sacramentar a vitória. Ricardo Goulart invadiu a área e mandou para Élber livre dentro da grande área. O jovem atacante só tinha que empurrar para o fundo do gol, porém, mandou para fora em um lance inacreditável. Não fez falta. A vitória estava garantida.

Ficha de jogo:

Santos 0 x 1 Cruzeiro

SANTOS:
Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Alison (Alan Santos), Arouca, Cícero e Montillo; Éverton Costa (Geuvânio) e Willian José (Victor Andrade).
Técnico: Claudinei Oliveira

CRUZEIRO:
Fábio; Ceará, Dedé, Léo e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Ricardo Goulart e Éverton Ribeiro (Tinga); Dagoberto (Élber) e Borges (Júlio Batista).
Técnico: Marcelo Oliveira

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Público: 9.460 pagantes
Renda: R$ 278.156
Data: 03/11/2013
Horário: 17h

Gol: Éverton Ribeiro, aos nove minutos do segundo tempo (Cruzeiro)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Neuza Inês Back (SC)

Cartões amarelos: Everton Costa e Cicinho (Santos); Tinga (Cruzeiro)

***

32ª rodada: 
Sábado (2), às 19h30: 
Vasco 2x1 Coritiba 
21h: 
Domingo (3), às 17h: 
19h30: 
Criciúma 1x1 Ponte Preta

Classificação:
1º - Cruzeiro - 68 pontos
2º - Atlético-PR - 55 pontos
3º - Grêmio - 54 pontos
4º - Botafogo - 53 pontos
5º - Goiás - 52 pontos
6º - Atlético-MG - 48 pontos, 13 vitórias e 9 gols de saldo
7º - Vitória - 48 pontos, 13 vitórias e 1 gol de saldo
8º - São Paulo - 46 pontos 
9º - Santos - 44 pontos, 11 vitórias e 7 gols de saldo
10º - Flamengo - 44 pontos, 11 vitórias e 1 gol de saldo
11º - Internacional - 42 pontos e 10 vitórias
12º - Corinthians - 42 pontos e 9 vitórias
13º - Coritiba - 40 pontos 
14º - Portuguesa - 39 pontos 
15º - Bahia - 38 pontos
16º - Fluminense - 36 pontos, 9 vitórias e -6 gols de saldo 
17º - Vasco - 36 pontos, 9 vitórias e -9 gols de saldo 
18º - Ponte Preta - 34 pontos 
19º - Criciúma - 33 pontos
20º - Náutico - 17 pontos

0 comentários :

Postar um comentário